Menu em imagem

Image Map

01 março 2017

{Etc e tal...} ~ Viciados em livros - com Bia Gonçalves ~

Oie,  pipows seus lindos!
Como estão? Como foi o carnaval de vocês?

Eu espero que tenha sido ótimo e produtivo! Pois o meu foi mais agitado do que eu poderia imaginar. Não, não foi agitado por causa das festanças, e sim por causa do trabalho. Infelizmente nos deparamos com uma série de motoristas imprudentes, e pra deixar as coisas ainda piores, choveu muito durante o feriado. Vocês já devem imaginar o que isso significa, né? Uma série de acidentes graves... e muito trabalho pra Fabizinha.

Ontem, como contei pra vocês, foi meu dia de folga - e hoje também estou de folga, amém! - mas nem deu tempo de dar aquela passadinha básica por aqui. Mas, como eu sempre digo, antes tarde do que mais tarde ainda, né? Hahhaha

Mudando de assunto, o post de hoje é especial, mas especial meeeeesmo!
Na semana passada (ou foi retrasada?) foi aniversário da sócia aqui do PPP. Siiiimmmm! Estou falando da Bia, do Lua Literária! Aí, para comemorar, roubei um dos quadros lá do Lua - quadro este que eu já participei, clique aqui para conferir. O quadro se chama Viciados em livros, e nele, falamos um pouquinho mais sobre nosso amor por livros, como ele surgiu e etc.
Para que possamos conhecer um pouquinho mais sobre o amor da Bia pelos livros, ela respondeu as perguntinhas que ela normalmente faz pra quem participa da coluna, e eu acrescentei mais algumas. Ficou mara! Espia!

Viciados em livros
- com Bia Gonçalves -

* Qual o seu livro favorito?
Já vou começar trapaceando. Não tenho apenas um livro favorito, mas dois. O primeiro deles, que ocupou o lugar de favorito da vida sozinho por muito tempo, é Macunaíma, de Mário de Andrade. Li esse livro pela primeira vez na época da escola, e eu não conhecia obras que traziam comédia e folclore brasileiro em forma de narrativa, entende? Meu contato com folclore era sempre por meio de contos infantis, e com a comédia, nem me lembro se antes desse livro se algo havia realmente me arrancado risos. Quando meu professor escolheu esse livro pra eu ler (sim, era ele quem escolhia), fui de uma resistência vergonhosa, rs. Mas ele se manteve firme e não trocou. Graças a Deus, pois foi uma leitura completamente prazerosa, me diverti muito e ainda pude conhecer outras estórias do nosso folclore.
Recentemente, li outra obra que mexeu muito comigo também, e conseguiu ocupar o mesmo patamar de Macunaíma. O Mythos, de M. R. Terci. Ele traz essa coisa do folclore brasileiro que tanto me fascina, com um suspense de tirar o fôlego. Não sei se já leu algo a respeito da obra, mas o autor fez uma mistura dos elementos de Monteiro Lobato com sua originalidade e maestria do horror, e o resultado foi sensacional.


* Indique um livro que, pela mensagem positiva ou de aprendizagem que passa, deveria ser lido por todos. 
Eu poderia indicar vários livros aqui. Mas vou selecionar um que serve para todos, independente de sexo ou crença. Faça amor, não faça jogo, de Ique Carvalho, reúne uma coletânea de textos que promovem justamente o que título sugere: que façamos amor, não jogos. Você como psicóloga sabe melhor que eu das regras ditadas pela sociedade nos relacionamentos. A mulher não pode ligar, o homem precisa ter várias, não pode se apaixonar, sexo no primeiro encontro jamais, etc. etc. Ique escreve com o coração e nos faz acreditar que é lindo simplesmente amar, sem jogos. Acredito que se todos lessem esse livro, os relacionamentos fluiriam mais.


* Qual filme adaptado dos livros você mais gostou? E o que menos gostou?
Eu amei toda a saga de Jogos Vorazes para o cinema. Diria que os produtores realmente leram os livros e deram vida aquilo que existia em minha imaginação. Quando li o primeiro livro, fiquei pensando “caramba deveria virar filme”, e quando aconteceu, não dava nada pela adaptação. Acreditei que seria algo vazio, sem noção, que o romance seria o foco de tudo. E não foi. Me enganei completamente. Então vieram outras produções lindas de livros, que não são minhas favoritas, mas são lindas e amo assistir, como O lado bom da vida e todos os filmes adaptados dos livros de Nicholas Sparks (vamos combinar que em sua maioria, no caso do Nicholas, os filmes superam os livros né?), A culpa é das estrelas, enfim, comecei a acreditar que não seria decepcionada com nenhum filme.




... Até assistir Eu sou o Número Quatro. Que po&¨&%$% foi aquela? Estragaram completamente o livro, senti vergonha de estar assistindo aquilo e o pior, fiz a maior propaganda do livro. 



* Um livro que deveria virar filme.
São muitos também. Acredito que nosso cinema é muito pobre em adaptações cinematográficas. Temos tantas obras maravilhosas que deveriam virar filmes, porém nas mãos certas. Nossa indústria cinematográfica acabou com os nossos sonhos com adaptações como Macunaíma (ficou um lixo), e por isso sinto até medo de citar um título nacional. Mas ultimamente, temos algumas preciosidades, principalmente em minisséries nacionais, então acho que é válido responder com um título brasileiro. O Mythos é uma obra que deveria virar filme, e Os imperiais de Gran Abuelo, uma incrível minissérie.


* Um autor cuja escrita deveria ser conhecida por todos.
Quem inventou essa pergunta? Que difícil gente!!
Bem, são muitos autores que acredito que todos deveriam conhecer. Tenho uma lista de autores cujos livros preciso conhecer, pois ainda me considero uma virgem no meio literário.
É difícil citar um nome pra mim que sou tão eclética quando o assunto é leitura. Eu tenho um nome para cada gênero, rsrs.
Vou indicar meu queridinho M R Terci. O cara é incrível, resgata completamente nossa língua portuguesa, e o conteúdo de seus livros é algo que ainda não encontrei um adjetivo para elogiar.


* Eu não indico: um livro que você não recomenda a leitura.
Não indico a leitura de Quando uma garota entra em um bar, de Helena S. Paige. Isso para as pessoas que se identificam com meu estilo de leitura. A forma do livro é legal (ou seja, tem pontos positivos), o leitor quem decide o rumo da história, mas achei muito vulgar e sem criatividade os desfechos.


* Clichês que adora.
Eu amo clichês de filme de terror. Acho que é quase obrigatório: os primeiros que transam são os primeiros que morrem, o monstro sempre está atrás do personagem, aquele silêncio para depois vir um sustão.
Nos livros, particularmente adoro os clichês românticos, rsrs. Aquela separação que ocorre no meio do livro, a gravidez secreta, o namoro proibido.


* Clichês que odeia.
Odeio aquela frase clichê dos livros eróticos “porque você é minha”. Broxante, vamos falar a verdade, né?


* Um quote literário.
“Algumas pessoas escondem suas verdadeiras personalidades... As vezes, da pra perceber que elas estão usando máscaras, mas nem sempre. Até pessoas com intuições poderosas podem ser enganadas.” Joyland, Stephen King.




* Algum livro já mudou a sua vida de alguma maneira?
Extraordinário, de R. J. Palacio. Eu trabalho na área da saúde, e se tinha uma coisa que fazia sempre, era olhar com piedade para alguém com alguma deficiência ou doença grave. Quando li esse livro, numa parte narrada por August, ele conta como percebe esse olhar, e o quanto é negativo pra ele. Depois disso, aprendi a olhar com normalidade, pois vi o quanto poderia machucar alguém, mesmo sem a intenção.


* Conte pra gente como surgiu o seu amor pela leitura.
Leio desde muito nova. Minha mãe sempre me incentivou muito a ler, e ela colocou isso como um lazer, então se estava entediada com meus brinquedos ou com a TV, ia ler. Assim surgiu o amor, era uma forma de viajar. Até hoje enxergo a leitura como uma grande viagem.



Rapidinha! 

* Qual o seu gênero literário preferido?

Horror.

* Um autor que você tenha vontade de conhecer através de suas obras.

Sinto vontade de conhecer a escrita de Collen Hoover.


* Melhor momento pra ler?

Pra mim, o melhor momento pra ler é antes de dormir.

* Cantinho preferido de leitura.

Atualmente é meu quarto.

* Para o livro acompanhar, café, leite ou chá?

Café (sou uma viciada em café). 
* O que mais te desanima na blogosfera hoje?
As inúmeras mentiras a respeito de obras literárias apenas para agradar o autor ou grupo editorial. Você não pode confiar na opinião de todos os blogueiros acerca de um livro. Não estou dizendo que uma mesma obra não pode despertar opiniões divergentes, a minha irritação é para com livros com erros ortográficos gritantes, sem contar a incoerência. E estes são aclamados apenas com o intuito de agradar quem está envolvido em sua criação e/ou publicação.


* E o que mais te anima?
 Me animo em conhecer blogueiros que realmente são apaixonados pela leitura. Trocar opiniões, participar de ações em conjunto, enfim, o amor pela leitura faz com que criemos um vinculo. Sem contar que foi através da blogosfera que pude conhecer duas pessoinhas maravilhosas, você e o Paulo. Isso é muito animador.


* Deixe um recadinho para os leitores do Lua e do PPP!
"Que grande família que formamos né? Muitos seguidores do Lua conheceram o blog a partir do Pausa para Pitacos sabia?

Bem, quero primeiramente agradecer pelo carinho, se você está me conhecendo agora, agradeço por ter lido sobre meu vício literário (eu realmente falo muito). E agora que trintei, acho válido deixar um conselho pra terminar: leia por prazer, nunca por outro motivo.

Fabi linda, muito obrigada pelo convite, eu amo participar de tudo que envolve você e o PPP. Me sinto completamente em casa. Amo você ♥"


Fofura sem fim, né gente?
Eu espero que tenham gostado de conhecer um pouquinho mais dessa pessoinha tão linda e especial.
E Bia, mais uma vez, tudo de melhor em sua vida! Que esse novo ano de vida seja repleto de alegrias, saúde, excelentes livros e muito amor!

E no mesmo dia que a Bia completou mais um ano de vida, uma pessoinha mega especial, que também é parceira do PPP, ficou mais velhinha também! A Luiza Helena (Luuuu!!!), do Balaio de Babados, completou mais uma primavera junto cm a Bia! Olha que trem mais lindo?
Luuu! Tudo de melhor pra você também! Tudo aquilo que desejei à Bia, desejo pra ti também, sua linda!

E por hoje eu vou ficando por aqui, seus lindos!
Eu estava morrendo de saudades... aiai!
Vou ali responder vocês e volto amanhã, viu?

Beijocas!


20 comentários:

  1. Oi Fabi...
    Confesso que aproveitei meu Carnaval para descansar muito e ficar com a família (tem coisa melhor?)... Adorei esse "Etc e tal..." com a Bia... Conhecer um pouquinho mais dela e do seu amor pelos livros... Conheci o Lua Literária através do PPP e desde então adoro acompanhar as postagens dela... E a parceria de vocês é sempre um sucesso...
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aiii Cris, fiz tantos planos pra esse carnaval! Achei que poderia ler no trabalho - os chefes estão de folga até amanhã, rs -, achei que poderia dar um passeio com meu pai... mas num deu pra fazer nada! Ainda bem que acabou, viu.
      E fico feliz por ter curtido conhecer um pouco mais sobre a Bia e, principalmente, por hoje ser leitora daquele cantinho danado de lindo que ela tem!

      BEijocas

      Excluir
  2. Olá, uma pena que nossos momentos de folga estão chegando ao fim, mas deu pra aproveitar. Adoro esses post nos quais alguém compartilha coisas sobre leitura e super concordo com a Bia, Jogos Vorazes foi tão bem adaptado que ficamos até orgulhosos, que esses produtores façam as adaptações de mais livros porque eles arrasaram. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Preciso dizer que amei o quadro e que acho que vc deveria "roubar" ele mais vezes kkkkkk
    E amei mais ainda porque teve Extraodinário sim, melhor livro do mundo, só amor!
    Quero de novo, digo logo hahaha
    Beijos Fabi!

    ResponderExcluir
  4. Ai ai...Meu carnaval foi arrumar pepino pra minha cabeça e conseguir terminar um livrinho. Só mesmo. Mas tá valendo né...
    Legal poder conhecer mais da Bia. Tem muita coisa que me identifiquei ^-^
    Menina, às vezes tenho até dificuldade pra dizer qual meu livro preferido. Acho que já não tenho mais. São tantos que amo que nem sei o que escolher.
    Sobre filmes de livros adorei os de Jogos Vorazes também. Foi o que achei mais bem feito, pegaram bastante coisa do livro, aquele clima maravilhoso e tenso...achei bem legal. Dos filmes do Sparks é quase tudo a mesma coisa. Adoro os filmes dos livros dele. Acaba sendo mais emocionante mesmo e fica bacana poder conferir aquilo que leu e até sentir mais quando vê a história assim.
    Clichês....gosto de muito clichê por aí, mas tem coisa que dá nos nervos também. É aquele negócio né: 8/80. Gosto, não gosto, tem lado bom, tem lado ruim...
    Esse livro de Extraordinário dá um baque mesmo, não é? Pra quem trabalha com alguma coisa relacionada deve ser bem impactante, verdade.
    Collen Hoover, essa mulher é demais! Tá aí uma autora que indico pra meio mundo xD
    E é outra viciada em café! Adoro *-*

    ResponderExcluir
  5. Oi Fabi!
    Eu passei o Carnaval estudando, lendo (é claro!) e dormindo hehehe
    Adorei esta coluna! Gostei muito de conhecer mais sobre a Bia! O Lua Literária é um Blog muito legal que conheci através do PPP mesmo.
    E concordo com ela: "Extraordinário" também mudou a minha vida, e para melhor. Eita livro lindo! *_*
    Bjos!

    ResponderExcluir
  6. Oi, Fabi! Oi, Bia!
    Imagina a minha alegria ao ver que fazia aniversário no mesmo dia da Bia *----*
    Aí gente, nem lembra essa adaptação do Número Quatro. Sou super brochada até hoje!
    Eu amei Extraordinário e esse quote de Joyland realmente bate na alma.
    Adorei ver a Bia por aqui e espero mais hein
    Beijos
    Balaio de Babados
    Sorteio Literário de Carnaval
    Resenha Premiada Paixão e Crime
    Sorteio Três Anos de Historiar

    ResponderExcluir
  7. Oi Fabi.
    Nesse carnaval eu descansei muito, adorei o post e infelizmente em tempos de festa o número de acidentes duplicam o que é muito ruim porque muitas pessoas perdem suas vidas.
    Eu não sou fã da série Jogos Vorazes não, mas fiquei curiosa para conferir a adaptação de Eu sou o número quatro apesar de você não ter gostado, Eu sou apaixonada pela escrita da Collen Hoover, espero que quando der uma chance goste!.
    bjs.

    ResponderExcluir
  8. Oi Fabi!!
    Meu Carnaval foi só Netflix e muita pipoca e também não poderia faltar os meus livros que não deixei de lado nem por um minuto deu pra descansar até demais.
    Adorei conhecer sobre a Bia espero acompanhar mais o blog dela porque adorei as interações entre os dois blog e acho que a união faz a força.
    Abraço!!!

    ResponderExcluir
  9. Meu Carnaval foi só sol e piscina, ai que vida boa! Hahahaha
    Que post mais amorzinho esse aqui. Para a Bia os meu Parabéns atrasado e muitas felicidades, adorei conhecer esse cadinho dela e do seu amor pela leitura.
    Que esse amor dos blogs cresça e fique cada vez mais lindo.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. oi Fabi,
    é uma pena que um feriado tão gosto e com tantas festas as pessoas não saibam aproveitar sem exagerar. mas que bom que vc está de folga
    eu passei o feriado estudando/trabalhando
    adorei a entrevista
    parabéns atrasado
    quando a questão dos erros eu já percebi que se a pessoa gosta ela ignora muita coisa e as vezes quando não gosta acaba detonando tudo, já fiz algumas ressalvas em livros que o povo disse que era o melhor livro blá... e a pessoa disse: é... você tem razão...
    agora quando é só para agradar ai é complicado
    as vezes eu gosto quando separam a parte de diagramação/revisão de um livro na resenha isso é mais técnica do que simples gostar/ não...
    espero que tenhamos mais e mais amigos "literários"
    beijos
    ps. kaichou!!! eu adoro esse anime

    ResponderExcluir
  11. Oi, Fabi!
    Meu carnaval foi muito tranquilo aproveitei para dormir, assistir algumas série e filmes!! Adorei conhecer um pouco mais sobre a Bia. Ainda quero muito ler Extraordinário!! E também adorei a adaptação de Jogos Vorazes!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  12. Aiii meu coração não se aguenta de tanto amor!! Fabi eu preciso dizer que amei a homenagem? Muito obrigada sua linda, é um prazer imenso tê-la como parceira e uma honra sem igual poder dizer que sou sua amiga.
    E a coluna ficou ainda melhor aqui viu, só acho que você deveria aderir.
    Beeijos!!

    ResponderExcluir
  13. Oi Fabi!
    No Carnaval não consegui fazer muito coisa do que tinha planejado, mas consegui dormir um pouquinho mais e fazer uma viagenzinha rápida para visitar uma amiga.
    Adorei conhecer mais da Bia, o Lua Literária eu conheci aqui no PPP durante o rebobina desse ano e amei a vibe da Bia!
    Acredita que nunca li Macunaima?! Mas depois da dica da Bia fiquei tentanda a procurar por ele e por Mythos. Eu também adoro filmes de terror clichés e antigos e já disse muitas vezes aqui que meu gênero literário favorito é horror, foi bom descobrir que tenho coisas em comum com a Bia. E parabéns a Bia também pelo aniversário!!!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Fiquei super curiosa pra ler Macunaíma e Mythos. Gosto muito do folclore brasileiro, mas também só conheço pelos contos infantis, e tem outro livro que também trata disso, pelo que sei, é O Oitavo Vilarejo, pretendo ler esse também. E também amo os filmes dos Jogos Vorazes, são quase tão bons quanto os livros, foram muito bem adaptados. E não sabia que tinham feito Eu sou o número quatro super diferente do livro, pretendo ler com certeza, e quero ver o que acho. Concordei muito com a parte dos clichês kkkkkk adoro os filmes de terror. E o Extraordinário com certeza mudou a vida de muita gente, ele nos faz pensar bastante. Enfim, adorei o quadro, muito legal conhecer mais a Bia!!

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  15. Oi, o meu Carnaval foi ótimo! Li muito, fui para o sítio e li mais um pouco.
    Parabéns atrasado para a Bia e a Luiza Helena.

    ResponderExcluir
  16. Prazer Bia kkk eu amo vc é minha kkk frase favorita
    Extraordinário é um livro que li e amei muito. Livros de terror eu nunca tive a chance de ler pq tenho medo, mas ainda assim fico curiosa rsrs

    ResponderExcluir
  17. Oi Fabíola,
    No meu carnaval fiz um pouco de tudo. Curti a festa com os amigos, li (bastante) e descansei.
    Adorei este post, minha adaptação cinematográfica favorita é a de Jogos Vorazes, os filme realmente me surpreenderam.
    Não conheço o Lua Literária, mas já vou dar uma passadinha lá para conhecer o conteúdo!!

    ResponderExcluir
  18. Ela gosta de livro clássico, Macunaíma dizem ser muito bom. Porém tenho certa dificuldade com livro clássico, pois é leitura muito mais trabalhada e pensada. AH... é concordo alguns blogueira mentem em relação aos livros, apenas pra agrado do leitura, ou melhor, da editora principalmente. Triste isso. Mas enfim, adorei conhecer um pouco mais de voce, sempre, descobrir coisa em comum e saber melhor sobre quem escrever no blog

    ResponderExcluir
  19. Ainda não conhecia o blog da Bia, mas já fui lá uma espiadinha, também odeio quando blogueiras falam super bem de um livro e quando vou ler ele depois de tantos elogios fico super decepcionada, acho que os blogs literários foram criados para expressar a opinião de leitor, não para ficar puxando saco de autor ou editora.
    Também odeie a adaptação de Eu Sou o Número Quatro, acho que só me decepcionei mais com Divergente, que era uma trilogia que eu já era super fã e quando fui assistir não conseguia entender de onde tiraram todas aquelas coisas, mas fazer o que, não é mesmo?
    Parabéns pra Bia e parabéns pelo blog, adorei tudo.
    Beijos!

    ResponderExcluir

© PAUSA PARA PITACOS - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: RENATA MASSA | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo