Menu em imagem

Image Map

21 janeiro 2017

{Etc e tal...} ~ A difícil decisão de abandonar um livro ~

Hello, pipows, seus lindos!
Como estão?

Eu estou tooooda trabalhada na preguiça!
Sabadão é dia de fazer mil coisas, eu sei, mas depois de dois dias de folga, preciso é me concentrar na preguiça pra ver se eu consigo dormir durante o dia, do contrário, pesco baleias durante o trabalho! Rs.

Aproveitando essa vibe preguiçosa, vim pra falar sobre um assunto que está me deixando meio "avexada". Abandonar ou não um livro?



Estou lendo Alucinadamente feliz, da autora Jenny Lawson, e apesar da capa linda e da diagramação super agradável, ele não está me agradando tanto quanto eu gostaria.


Eu sinceramente achei que fosse fácil abandonar um livro. Já o fiz uma vez, inclusive, e não tive dificuldade alguma. O primeiro (e único) livro que abandonei foi A teoria de tudo, um livro autobiográfico que conta a história de Stephen Hawking. Quem conta é sua ex-esposa, Jane Hawking. Acho que foi fácil abandoná-lo pelo simples fato de ter tomado ANTIPATIA DA CARA DA AUTORA/NARRADORA. Sim, tudo maiúsculo. Perdoem-me por isso, mas é que eu queria era falar um palavrão, mas eu sou mocinha e num falo essas coisas (quem me conhece sabe, né? Hahahah).



No caso de Alucinadamente feliz, que também é uma biografia, eu até que me envolvi com a narrativa, com suas loucuras e tals... mas a leitura ainda não engrenou. Desde que eu comecei a lê-lo, venho deixando-o de lado para ler outros, e pra mim, isso é algo preocupante. Normalmente eu devoro o livro até acabá-lo, mesmo quando ele está lento e chato. Mas com este não tem sido assim.

Trata-se de da história de uma mulher que tem transtornos mentais e que usa o seu blog para falar sobre o assunto. Um belo dia ela fez um post com a imagem de um guaxinim alegre e sorridente, e disse nele, em resumo, que o que importa na vida é ser alucinadamente feliz. Segundo sua filosofia, precisamos fazer tudo aquilo que temos vontade, que nos fará feliz, por mais absurdo que seja. Tudo isso parece fofinho e tals... mas não me convenceu. A sensação que eu tenho é de que estou lendo uma espécie de livro de auto-ajuda (e eu acho que de fato ele é) ou algo do gênero, e talvez, no fundo no fundo, este seja o motivo de eu não me envolver tanto assim. Tenho uma enorme resistência em relação a livros do gênero. Sempre que me deparo com algo assim, eu torço o nariz e já fico cheia dos preconceitos. E o mesmo acontece com biografias... será que aí está o problema? O fato de o livro ser (ou parecer ser) de gêneros que não me atraem?

Vim pra debatermos o assunto. Você já abandonou um livro? Se sim, quais são os seus critérios para chegar a tal ponto? E você que ainda não abandonou... o que te faria abandonar?

Eu ainda não o abandonei, estou resistindo... mas vira e mexe, uma frase da minha amiga e parceira Bia, do Lua Literária vem à mente: - Fabi, a vida é muito curta pra lermos livros ruins e/ou que não nos agrada logo no início. Num foi bem assim não, mas foi mais ou menos isso, sabe?

Agora é a vez de vocês me darem conselhos...
Abandono ou insisto?

Excelente fim de semana pra vocês, seus lindos!
Ah! Eu ainda não consegui responder todos os comentários, mas estou trabalhando nisso, viu? Hehehe

Beijocas doces e abraços quent... não, pera.
Abraços com floquinhos de neve! Tá quente pra burro, né?
Hahahahhah


51 comentários:

  1. Abandonar ou não abandonar eis a questão...
    Eu te entendo, abandonar um livro tbm é algo que me incomoda pois sempre penso que na próxima página ele pode me surpreender e eu posso estar largando a leitura que podia mudar a minha vida rsrsrsrs, olha o exagero, mas deu pra entender a ideia né?
    Eu já abandonei alguns livros com o passar dos anos mas sempre retornei a leitura após algum tempo, e as vezes anos, pq cheguei a conclusão de que aquele simplesmente não era o momento pra ler aquele livro.
    Tbm tenho certo preconceito com livros de auto ajuda e biografias, passo longe deles pois sei que não são gêneros que me agradam. No momento tenho dois livros que larguei, não que eu tenha achado chato nem nada mas pq não tava na vibe pra eles no momento que iniciei a leitura, um deles é Prometo falhar do Pedro Chagas, o livro é em crônicas sobre vários tipos de amor, li algumas e gostei mas ele não é pra ser lido nesse momento e por isso esta guardado, o outro é O guia politicamente incorreto da história do mundo, ele é ótimo e eu realmente gostei até onde li mas tbm não era o momento pra ele então ele ta lá esperando a vez dele tbm.
    Mas tbm concordo com a Bia e a vida é muito curta pra ler livros ruins, como é um gênero que não gosto nem sei oq te dizer pra te incentivar então vou falar aquelas frases de filme "siga o seu coração" kkkkkkkkk
    Os livros que abandonei e depois retornei se mostraram gratas surpresas pois amei e alguns entraram no leu top favoritos mas como eu te disse "siga em frente, olhe para o lado..." ops frase errada, "siga seu coração" e se ele disser abandone vai fundo, se ele disser insista vai fundo tbm, se ele disser larga tudo e vai fazer um curso de sereia no Japão vai fundo tbm, eu te apoio viu! Hahahahahaha
    Mas as vezes esse só não é o momento pra esse livro, pense nisso.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Várias frases de filme para me inspirar... curti!
      sHIAhsuiAHsuihUIAhsAs
      Acho que vou esperar estar na vibe certa pra ler o livro mesmo. Vai ver não está funcionando agora, mas em breve ele engata e vai fluindo, né? Vamos ver no que vai dar. Por ora, acho que eu vou deixar ele em stand-by. Em breve falamos novamente sobre o assunto.
      Esse foi meu cérebro falando. O coração manda eu praticar o desapego e fazer o que Jesus mandou... amar o próximo! Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Beijocas

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Fabi!!
    Ainda não abandonei nenhum livro que li!! Mas já tive vontade!! Acho o que faria eu abandonar um livro é eu não me identificar com assunto, personagens ou como eu estou no momento!! As vezes quando não estou no clima de ler certo livro eu vou intercalando leituras, ou seja, leio ele e mais outro, mais sempre leio algumas páginas dele por dia!! Espero que você consiga terminar o livro mais se não conseguir não fique triste pode acontecer que não seja o momento certo para você lê-lo!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que estou ficando cada vez mais desligada dessa necessidade doida de ler o livro até o final, Marta! Antes desse post eu ficava realmente triste por não estar envolvida com a leitura, por não estar feliz com o livro, sabe. Agora estou desapegando mesmo...
      Mas por ora, acho que deixarei para lê-lo quando eu tiver com uma vibe diferente, talvez assim eu me envolva mais!

      Beijos

      Excluir
  4. Oi Fabi! Adorei o post de hoje!

    Olha, eu não gosto nem um pouco de abandonar um livro. Sei lá, dá a sensação de que eu estou perdendo alguma coisa. Por isso, mesmo que a leitura seja densa, e até um pouco chata, eu insisto na leitura até terminar, porque fico com a esperança de que até o final as coisas melhorem hehe

    O único livro que eu realmente já abandonei na vida foi uma antologia poética do Carlos Drummond de Andrade. Os poemas dele são muito bonitos e me tocam, mas eu não tenho paciência para ler poemas e poesias. Assim como os livros de auto-ajuda e as biografias não te agradam, o mesmo acontece comigo com relação as poesias. Não é preconceito, apenas falta de afinidade hahaha

    Ah, Fabi, não sei se tenho um bom conselho para te dar. Eu acho que se a leitura não está fluindo e você não está se conectando com a história ou com a narrativa da autora, você pode simplesmente abandonar, o que não é um crime! Ou você pode interromper a leitura, terminar ou dar continuidade a um outro livro que você esteja lendo, e depois, passado mais tempo, dar uma nova chance para a leitura desse livro. E mesmo assim, se a leitura empacar de novo, então é hora de abandonar. Mas tudo depende do que vale a pena para você ;)
    Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei o seu ponto de vista, Anninha!
      Realmente a sensação é de que estamos perdendo algo mesmo. Por isso que acho que vou deixá-lo em stand-by e tentar ler de novo depois. Vai que a vibe mude e eu mude de opinião sobre ele? Espero que seja o que aconteça, rs.

      Beijocas, e obrigada pelas dicas!

      Excluir
  5. Oi Fabi

    Aqui tá super quente!

    Eu tenho a maior resistência para abandonar um livro, mas acho que tenho toc em relação a isso. Se for ruim, eu continuo até o fim, nem que seja para expor uma opinião muito ruim. Exemplo, eu li os dois livros da Isabela Freitas, mesmo tendo decidido que não gostava deles ainda no primeiro livro. Não tenho lembranças de ter abandonado algum livro, a não ser aqueles que eu peguei apenas para folhear na intenção de sentir o livro, e, não gostando, eu largo mesmo, por exemplo, eu li o primeiro livro da Garota do Calendário e folheei o segundo, largando-o.
    Por isso, vejo bem, resenhas, comentários, tudo sobre os livros que vou ler. Hoje em dia existem tantos livros, clássicos, formas de acessibilidade, que é altamente frustrante em meio a tantos livros bons a gente se ver presa a um livro chato.

    Dependendo da quantidade de páginas, se for grande, larga, se não o for, termina na raça hahaha

    Beijos
    Alana Marques
    colecionadoresdelivross.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, eu não larguei o segundo livro da Garota do Calendário, eu li mesmo, lembrei depois que escrevi. Li correndo, mas li. E sim, eu não curti a série hehe

      Excluir
    2. Sério que não curtiu a série? Vez ou outra rola uma curiosidadezinha de ler... mas ela vai embora rápido, sabe? Hahhaha
      Acho que eu vou deixar o livro em stand-by por ora, depois eu tento novamente e bravamente! Quem sabe com uma vibe diferente eu não o encare de forma diferente? Rsrsr

      Beijocas

      Excluir
  6. Fabí! Que difícil decisão, né? Eu te entendo. Ás vezes eu também fico nesse impasse de leio ou não leio. E minha conclusão é: se o livro for curto e já cheguei até certo ponto, por que não termino logo? Mas se o livro for mais gordinho, eu largo. Sempre penso: Enquanto estou lendo essa história chata, eu poderia estar lendo algo incrível agora, então paro. Mas raramente essa fato acontece comigo, mas sempre encontro histórias maravilhosas.
    Uma pena que você não está gostando de Alucinadamente Feliz. O li no ano passado e posso dizer que me divertir bastante com ele, considerando até mesmo uma das melhores leituras. Mas se você não está gostando, eu acho que você não deveria insistir nele.
    Bjokas!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que eu estou numa vibe chata da vida, Alê! Tô velha.
      sHAuhsUIAhsuiHAisuhAs
      Vou deixar o livro em stand-by e voltar a lê-lo em breve. Sinto que é o certo a se fazer, hahahha. Eu tô numa vibe louca em relação às leituras mesmo... acho que por isso que eu tô tendo dificuldade de dar continuidade na leitura.
      Vamos ver no que isso vai dar! Rs

      BEijocas

      Excluir
  7. Fabi!
    Seguinte: nunca abandonei nenhum livro, sério. Gosto de ler até o final para poder analisar tudo e falar com sinceridade o que achei. Nem sei se alguma coisa me faria desistir de um livro, porque quando ele engancha, dou um tempo leio outro(s) e depois volto e continuo, comigo sempre dá certo.
    Agora, se está com dificuldade, segue o conselho da autora: "precisamos fazer tudo aquilo que temos vontade, que nos fará feliz, por mais absurdo que seja. " E se não a está deixando feliz, deixa para lá. Quem sabe futuramente, em outra etapa da sua vida, consiga lê-lo.
    E amiga, não tenha preconceito com nenhum estilo literário, todos nos ensinam alguma coisa.
    Bom final de semana!
    “Eu não procuro saber as respostas, procuro compreender as perguntas.” (Confúcio)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de JANEIRO dos nacionais, livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que farei como vc, Rudy!
      Vou dar um tempo, ler outras coisas... depois eu volto e continuo a leitura. Vai ver a minha vibe não está condizente com a vibe do livro.
      Vamos ver no que vai dar! Rs

      Beijocas

      Excluir
  8. Fabii, super te entendo! Eu sou super resistente em relação a abandonar leituras, porque acho que a gente tem que conhecer o livro como um todo pra dizer que não gostou, ter argumentos ne, o que não dá pra ter sem ler todo. Mas sim, eu já abandonei um livro kkkk Em minha defesa, eu ganhei ele num sorteio do Skoob e ele é terrível. Era um daqueles do Minecraft (não lembro qual exatamente). Assim que recebi, eu contei a uma amiga e ela super me desaconselhou a lê-lo, mas como boa leitora que eu sou, insisti e comecei a ler, mas juro, não passei da primeira página. Ele é muito ruim mesmo, não sei como as crianças gostam daquilo hahaha No dia seguinte dei pro meu sobrinho, mas nem ele quis ler, ai tá na entocado em alguma estante na casa dele hehehe
    Sobre o seu livro, acho que você deveria ler até o fim, de repente ele te surpreende ne, nunca se sabe. Eu ouvi falar dele no Turnê Intrínseca ano passado, mas como não curto biografias, nem fui atrás, mas pelo jeito que eles falaram, pareceu um pouco interessante. Se você ver que tá sofrendo demais de graça, pula fora, mas se der pra aguentar, lê até o fim que dá certo.
    E como assim tu abandonou "A teoria de tudo"???? Esse livro super tá na minha lista, eu assisti o filme um dia desses e adorei. Não me desanima não, eu tinha expectativas sobre o livro kkkkk
    Beijiinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, acho que eu vou deixar o carinha no cantinho por enquanto, depois eu volto a lê-lo. Vamos mudar a minha vibe, assim a vibe dele muda tb!
      sHAIushUIAhsAs
      Então... Crissie de Deus. A teoria de tudo foi um saco. Enfadonho. Chato. Fiquei com raiva da mulher! Tipo, era pro cara ser o centro das atenções, afinal, ele é O cara, mas a ex dele ficou o tempo todo reclamando do trabalho que ele dava e bla bla bla. O filme é fantástico, amei. Achei lindo, bem feito e de super bom gosto. Mas o livro... SEN OR. Espero que a sua experiência com ele seja melhor que a minha, rs.

      Beijocas

      Excluir
  9. Que dilema, em Fabi?! Eu não me lembro de ter abandonado um livro que já tivesse iniciado a leitura oficialmente, já deixei alguns no limbo por algumas semanas antes de retomar. Geralmente eu sempre me obrigo a terminar um livro, principalmente se já estiver chegando ou passando da metade, mesmo que meu desejo seja atira-lo às cobras ou em um bueiros!
    No ano passado peguei um livro na biblioteca da faculdade chamado Os Valorosos, só porque achei a capa bonitinha e a sinopse interessante, mas foi a leitura mais enfadonha da minha vida!!! Me obriguei a lê-lo até o fim antes de devolve-lo, no final eu estava com uma baita dor de cabeça e quando alguém me perguntava sobre o que era o livro, eu simplesmente, não sabia (e continuo não sabendo) responder! Ou seja não tenho tanta certeza se vale mesmo à pena se obrigar a ler um livro que não está te deixando feliz ou que tem entediado você!
    Normalmente eu não desprezo nenhum gênero literário, inclusive auto ajuda (já li livros que me ajudaram bastante e até me d uma nova visão do mundo) mas também, já topei com livros de gêneros que amo que tive que deixar a leitura por alguns dias para depois retomar, nem que fosse para falar mal.
    Sério que você não gostou de A Teoria de Tudo? Bem, eu não li o livro, mas amei o filme, e geralmente os livros costumam ser melhores que os filmes (e eu tenho um fraquinho por física e cosmologia). Caso você esteja querendo desapegar só enviar aqui pra casa, tá!
    Super beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jacque, essa coisa de gênero virou um trem doido, né? Nem podemos mais julgar um livro por causa do gênero. Já aconteceu de ler livros de gêneros que adoro e no fim das contas não ser nada do que eu esperava... assim como já li de outros que eu não curtia tanto e no fim das contas, gostei.
      Enfim, vou deixar o livro de lado por ora, depois retomo a leitura. Assim minha vibe muda, e posso encará-lo de frente com mais afinco, rs.
      Acho que é triste ler um livro e ele ser enfadonho a ponto de nem sabermos do que se trata depois, rs.
      Quando à Teoria de Tudo, eu adorei o filme também. Achei lindo, sensível, bem feito e rico. Mas o livro é completamente diferente. A autora só foca sem si mesma, se esquece que a intenção era falar sobre o Stephen, não sobre ela e suas mimizeiras. Espero que funcione mais pra vc do que funcionou pra mim, rs.

      Beijocas

      Excluir
  10. Eu realmente sou o tipo de pessoa que se cobra demais quando deixa de fazer qualquer coisa, então eu iria insistir na história só pra pensar depois: foi chato esse livro, mas consegui terminar. Kkkk tanto que só abandonei um nessa vidinha (e com muito custo).
    Mas se tu não tem esse costume de se cobrar tanto (espero que não tenha pq é horrível), simplesmente deixa ele de lado e investe em um melhor!!! Não vai doer tanto, já que tem vários outros livros interessantes para serem descobertos.

    E meninaaaa pq tu achou a autora de A Teoria de Tudo ruim??? Ganhei um exemplar recentemente e agora PRECISO saber isso!! Me conta maaaais, por favor!!

    Beijos e uma ótima semana pra ti. :D :D :D :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabi, sua linda... eu já fui dessas que se cobrava demais e sofri muitooo por isso. Quando cheguei a certo ponto do meu curso na faculdade que eu passei a me controlar mais. Hoje ainda me cobro, mas nem tanto quanto antes. Hoje já sei até onde a cobrança deve ir. Espero que vc encontre esse equilíbrio tb!
      Então, vou deixar o carinha descansando, em breve darei atenção a ele de novo, rs.
      E quando à Teoria de tudo, eu ameeeeiiii o filme. Achei lindo demais. Mas o livro é enfadonho. Achei a autora extremamente chata e egoísta. E egocentrista. Mas já te adianto que ele é oito ou oitenta. Ou vc ama, ou odeia. Espero que fique no time dos que amam, rs.
      Leia e vem correndo me contar o que achou!

      BEijocas

      Excluir
  11. Oiie!
    Aaah Fabi sou mto suspeita de flar...Já abandonei alguns livros ano passado, não consegui me concentrar na leitura, mto menos me interessar pelas histórias, talvez eu tenha colocado mta expectativa em cima, aí na hora não rolou, mas eu espero voltar um dia nesses abandonados e ler até o fim.
    Boa sorte na sua decisão!
    Bjs e boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que o fator expectativa também influencia demais, viu.
      Esse pode ser um dos problemas tb.
      Bem, por ora, vou deixar o livro de lado e me dedicar a outras leituras. Espero poder retomar depois com uma vibe diferente!

      BEijocas

      Excluir
  12. Oiie! Sinceramente, eu já abandonei alguns livros sim. Eu acho assim, porque vou continuar lendo um livro que não me agrada, sendo que posso aproveitar outros que talvez seja bem melhor ? Se não está gostando parte pra outra ué Kk As vezes tenho uma peninha de fazer isso, mas as vezes é bem melhor; vai que tal livro chato te deixa numa ressaca braba?!
    Espero que consiga tomar uma boa decisão Fabi :)
    Boa sorte!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mylla, meu coração é um cara maluco que me diz: Não tá bom, então faça como Jesus mandou - ame o próximo! shIAHsuHAusihAs
      Mas meu cérebro é o cara dominante da relação... e ele tem dito pra eu deixar o livro de lado e tentar novamente mais tarde. Afinal, a leitura é muito importante para nós. (Sentiu a referência com o telemarketing? kkkkkkkkkkkk)
      Eu espero que essa decisão seja a mais acertada por ora. Amém
      shIAhsuIHAs

      BEijcoas

      Excluir
  13. No meu caso eu abandono de vez. Eu fico entediada na leitura e não consigo prestar atenção , quando começa a ficar assim pulo fora, nem perco meu tempo. Te entendo totalmente .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mulher prática, decidida!
      Quando eu crescer eu quer ser igual a vc, Pham! sHAIshiUAHsas
      Por ora eu vou deixá-lo de lado. Se der vontade no coração, retomo a leitura em breve. Vamos ver no que vai dar... rs

      Beijocas

      Excluir
  14. Fabi, acho que entendo muito bem você, eu não sou de abandonar leituras, leio até o fim mesmo que ache cansativo ou não me envolva nada, mas a sensação de abandonar um livro me deixa super angustiada. Então o que costumo fazer é: deixo um tempo bem longo passar, esqueço o bendito livro no meio de outros e super não faço mesmo questão de ver (para não deixar a sensação dele li me observando - sou louca), e depois quando realmente não lembro uma hora ou outra encontro ele e dou uma nova chance. Mas livros com pegada de auto-ajuda eu não leio nem sobre tortura!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dri, vou fazer como vc disse: deixar o cara de lado, escondido nas montanhas. Assim, quando eu o encontrar de novo, a gente se esbarra e vê no que vai dar, rs.

      Beijocas

      Excluir
  15. Oi, tudo bom?
    Realmente é chato abandonar um livro, mas eu vejo a sim, a leitura é para ser algo prazeroso, tem que te cativar, se não esta satisfeita com a leitura, não tem porque insistir, pois as vezes ficamos frustadas por causa da insistência, as vezes não é o momento certo para você ler ele, eu tenho dessa de começar um livro, parar e depois de um tempo voltar a ler novamente. Já abandonei 3 livros, e fico triste por isso, mas não vejo o motivo para continuar uma leitura que não me agrada e só vai ma atrasar ler coisas melhores, que realmente me prendem.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou tudo, Camilinha!
      Tem que ser lindo, prazeroso e nos deixar felizes. Por isso que deixarei o cara de lado por ora e, mais pra frente, tento de novo. Se não rolar mais uma vez, aí parto pro desapego! Rs
      Fico triste por isso tb, mas também acho que uma leitura chata nada mais faz do que nos atrasar de conhecer outras fantásticas!

      Beijocas

      Excluir
  16. Concordo que abandonar um livro não é tão fácil como parece.
    Os últimos que abandonei foram Loney e Aristóteles e Dante descobrem os segredos do Universo (nem tenho certeza se é esse o nome)
    Nesses casos eu estava sentindo que a leitura não estava indo pra lugar nenhum, que nada fazia muito sentido e eu estava perdendo meu tempo. Mas demorei pra abandonar, li mais de 100 páginas de cada um e tal.
    Eu procuro insistir quando parece que vai melhorar, mas se não melhora já abandono rs
    Alucinadamente feliz é um livro que eu quero ler! Pena que não tenha engrenado. Será que agora você já terminou de ler? Ou abandonou?
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kemmy, deixei o carinha de lado por ora.
      Pretendo retomar a leitura em breve, assim a vibe muda e, possivelmente, minha opinião sobre ele pode mudar tb, vamos ver. shIUAHsuiHAs

      Beijcoas

      Excluir
  17. Olha, eu não largo um livro nem odiando o bendito (ou maldito). Só larguei um na vida, um tal de Pé na estrada...Teve até um filme uns anos aí pra trás com aquela menina de Crepúsculo, e fui tentar ler quando vi o anuncio do filme...Não deu. Larguei mesmo e ficou por isso. Não sabia nem o que tava lendo de tão interessante que achei...
    Mas depois não larguei mais. Sei lá, não consigo deixar as coisas incompletas assim. Mesmo não gostando vou ler pra ver onde isso dá.
    E li esse que você largou, achei até interessante. Mas é um tipo de livro que não leio muito e acabei ganhando e foi aquela coisa né: vamos ver no que dá. Achei interessante, mas demorei uma vida pra ler. E só li porque fiquei querendo ver o filme (o filme é bem melhor....)
    Mas esse Alucinadamente achei uma surpresa! Vi tanta coisa legal sobre esse livro que fiquei com vontade de ler. Não li ainda e nem sei se leio mais, mas...bem, uma pena né. Quando não funciona pra gente não funciona mesmo.
    Não vou dizer nem pra largar nem pra continuar porque aí a coragem é sua de tentar a sorte! Se tivesse passando isso com um livro acho que tentaria ler por ler mesmo e que acabe logo, faria uma maratona de tortura pra acabar xD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coisa difícil demais, né?
      Mas resolvi que o deixarei de lado por ora, Cris! Assim eu tento de novo mais tarde. Eu tenho dificuldade de deixar coisas inacabadas tb, por isso que eu fico doida quando o livro num tá bom. Espero que eu mude de visão em relação ao Alucinadamente feliz. Mas ó, não retomo a leitura de A teoria de tudo nem a pau, mesmo tendo amado o filme, rs.

      Beijocas

      Excluir
  18. Fabi, querida!
    Que chato essa sensação! Eu não lembro de ter abandonado uma leitura, mas já acelerei, para terminar mais rápido, em partes que eram muito paradas e eu já estava sem animo. Mas vou até o fim, mesmo que com muita força de vontade! Mas graças a Deus, quase todas as leituras que eu tenho escolhido, nesses últimos tempos, tenho sido razoavelmente feliz nas escolhas.
    Também não gosto muito desse estilo de leitura, da qual parece ser o seu livro. E a capa é tão fofa!
    Mas, decida-se pelo que vai fazer você se sentir bem, acima de qualquer opinião. O que importa é o prazer pela leitura!
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu vou insistir na leitura em breve, Márcia, só pra poder ver a cara desse guaxinim fofinho mais vezes! shIAhsuIHAsiHAs
      Acho que isso pode ser a atitude mais acertada no momento. Vamos ver, né?

      Beijocas

      Excluir
  19. Oi Fabi, tudo bem?
    Eu odiava abandonar livros, eu insistia até terminar, nem que demora-se um mês mas eu lia o bendito livro. Mas em 2016 isso mudou, eu abandonei dois livros ano passado. Eu parei e pensei: Poxa, enquanto estou 'presa' nesse livro tem milhões de histórias lindas e maravilhosas me esperando, porque perder tempo com algo que não está me agradando.
    E isso fez eu perceber que as vezes aquele não era o momento certo para aquela leitura sabe?
    Eu sempre leio dois livros por vez, um em e-book, e um físico, e em ambos os formatos se algo não me agrada eu não deixo pra lá. Quem sabe em outro momento, em outra vibe eu retorne a leitura.
    Leio porque eu amo, porque me faz bem e me deixa feliz, faz eu sair desse 'mundinho' que no momento está sendo bem complicado. A partir do momento que eu ler por obrigação em terminar um livro, ou me sentir mal lendo aquilo já não vou estar fazendo algo que me deixa feliz. Então sim, eu abandono livros, e isso faz bem as vezes kkkk
    Também não gosto de livros de auto-ajuda, tenho alguns aqui que a minha vó me deu, vou tentar ler, porque na verdade nunca li, é como você falou, tipo um preconceito mesmo, mas vou tentar, se não der certo abandono também kkkk.
    Beeeeijos!
    Lost Words

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Penso o mesmo que vc, Line sua linda!
      Ler é amor. É alegria. Se num tô feliz e amando, não compensa continuar.
      Por isso vou deixá-lo de lado e tentar em uma nova oportunidade. Em breve, talvez. Tem tanta coisa linda pra eu poder ler ainda! Rs

      Beijocas

      Excluir
  20. Oiiii.
    Eu já abandonei sim, não consegui até hoje terminar "O teorema Katherine " nem sinto vontade. Parei também "... para Leibowtz" (esqueci o nome do livro). Mas vou retomar Esse último em breve. Já o teorema, acho que vou deixar de lado por enquanto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre ouço falar que O Teorema Katherine é chato.. sHIUAhsuiHAs
      Mas espero que vc tenha vontade de voltar a ler um dia. Sei lá. Vai que te dá uma doida? Isso é bem sua cara.. sHAUhsuHAs

      Beijocas

      Excluir
  21. Oi Fabí!
    Eu concordo plenamente com a Bia. Se o livro não está me envolvendo e eu estou sofrendo para finalizar a leitura, prefiro parar. Afinal, não é um trabalho, não é mesmo?
    Se é lazer, temos que fazer o que nos deixa bem e feliz! Apesar de ter abandonado poucos livros, alguns deles eu voltei a ler depois de alguns anos e conseguir finalizar sem sofrer... As vezes é só o nosso período que não ajuda... Deixa pra depois, quem sabe ele te pega em um período que você goste da leitura!
    Beijinhos

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Mari!
      Por isso que vou deixar o carinha de lado e, quando eu estiver mais disposta, volto a lê-lo! Assim fica mais fácil, né? Ler tem que ser prazeroso! E lindo! Rs

      Beijocas

      Excluir
  22. Queria ser dessas que quando não gosta parte logo para outro, mas não sou, reluto muito antes de abandonar um livro, paro leio outro e depois volto. Leio pulando alguns parágrafos, enfim, tento termila-lo de qualquer jeito. Talvez essa insistência toda seja porque sou muito curiosa e depois de começar quero saber o final. Mesmo assim já abandonei alguns. Ah, e biografias e livros de auto ajuda nem começo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já fui assim, Kris! E nem é bom, viu.
      Acho que o melhor mesmo é deixar de lado e voltar a ler depois, por isso é o que farei agora. Vamos ver se minha vontade de lê-lo volta, rs.

      Beijocas

      Excluir
  23. Eu já abandonei alguns. Claro, fiquei com uma dorzinha no coração, mas eu prefiro parar de ler do que continuar e gostar ainda menos. Se você ver que está forçado continuar a ler, não leia, pois vai que no futuro você passe a gostar menos de uma coisa que você nem gosta tanto?

    Assim, tem livros que não gosto muito, e abandono. Mas depois me dá vontade e eu leio novamente, e acabo gostando mais que da primeira vez. Você pode tentar também. Às vezes é o momento errado para ler tal livro.
    É como sempre digo a alguma amiga minha. Ela gosta de me indicar livros, e eu AMO que ela faça isso. Mas conforme ela vai indicando e falando sobre, eu preciso me sentir chamada a ler. Uma certa vez eu forcei a leitura (e eu gostei muito do que ela falou sobre o livro), e acabei não aproveitando como deveria. Então, outro dia desses, ele me veio a cabeça eu o peguei para ler novamente, e, meu Deus, foi uma coisa totalmente diferente. Então, o meu conselho é que se você não está confortável e não se sentiu chamada a ler, deixe para outra hora. Isso não é abandonar, e sim dar o valor certo que o livro merece e a você também, porque se sentir triste por abandonar um livro é bem ruim. BEIJOOO!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É como sempre digo a uma amiga minha************

      Excluir
    2. POr isso que eu estou oficialmente deixando-o de lado, Thaís! Em breve eu volto a ler...
      E também sou dessas que precisa sentir-se chamada a ler. Não adianta insistir se não está rolando, num é? É chaaato!
      Vamos ver quando a vontade de voltar a ler este vai voltar, rs.

      Beijocas

      Excluir
  24. Oi Fabi...
    Nunca abandonei um livro... Mas se a leitura não me envolver e eu não sentir o prazer da leitura naquele momento, pode ter certeza que vou abandoná-la... Não direi que nunca mais darei a chance ao livro que estiver lendo, mas deixarei ele guardadinho na estante para quem sabe retomá-lo em um outro momento...
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o que farei, Cris!
      Deixarei o carinha de lado pra outra oportunidade dar outra chance a ele. Quem sabe isso acontece em breve, né?

      Beijocas

      Excluir
  25. Oi!
    Também tenho o mesmo problema, não abandono um livro e sempre acabo abandonado fala que irei depois pegar para ler e muito depois de um tempo peguei para ler e acabei devorando a historia, mas outros até hoje ainda não voltei a ler, e como acabo lendo muita serie, tem varias que estão em aberto e está faltando a continuação para ler, ainda mais agora que não estou tendo muito tempo para leitura, então agora fiquei mais cuidadosa com minhas leitura, estou vendo que tem historias que sei que não irei gostar, mesmo que todo mundo tenho gostado ou que esteja vendo o livro varias vezes !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EU estou ficando mais seletiva também por causa da falta de tempo, Su! A gente precisa arrumar um jeitinho aqui e acolá pra ler, então é preciso aproveitar bem o tempo, né? Por isso que deixarei este em Stan-by para que, em outra oportunidade eu possa lê-lo!

      Beijocas

      Excluir

© PAUSA PARA PITACOS - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: RENATA MASSA | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo