Menu em imagem

Image Map

23 novembro 2016

{Etc e tal...} ~ Rebobina - Brinquedos das antigas ~

Oie pipows!
Como estão?

Cá estamos para relembrar o passado mais uma vez! A Bia do Lua Literária e eu nos unimos novamente para promover a 2ª Edição do Rebobina. Se você acabou de chegar e está mais perdido do que cego em tiroteio, eu explico do que que se trata. Trata-se de um projeto que tem o intuito de fazer agradáveis e nostálgicas viagens ao passado. Elas são informativas, divertidas e cheias de amor!

Nessa edição vamos abordar a saudade, coisinhas antigas que estão de volta nos dias de hoje e, é claro, micos que já pagamos e que hoje nos fazem rir à beça!

E então, bora rebobinar?


















Hoje vamos relembrar aqueles brinquedos que eram super hiper master maneiros. Tão maneiros que alguns deles foram até repaginados! Infelizmente nem todos cairiam nas graças da criançada de hoje por mais modernizados que fossem... mas ainda assim, vamos recordar alguns deles pra deixar nossos corações quentinhos!


Tamagotchi


Esses bichinhos virtuais foram uma febre nos anos 90!
Eles nos davam uma trabalheira do caramba... tinham hora pra acordar, hora pra dormir; era preciso dar banho, limpar o cocozinho, dar comida e brincar! Querendo ou não, era uma responsabilidade ter um amiguinho desses consigo. Caso você não desse atenção, eles morriam.
Rodolfo, o meu brinquedinho - mesmo quando o dinossauro que nascia era fêmea, se chamava Rodolfo - me deu um bocado de trabalho. Assim que o brinquedo foi lançado, meu irmão e eu ganhamos um de presente, e a criançada ficava doida pra brincar com ele. O problema era que eu não estava acostumada a ser rodeada por pessoas... e o bichinho do mato aqui saía correndo para a biblioteca a fim de se esconder dos humanos. Sim, queridos amigos, sou dessas.

Hoje em dia ainda temos bichinhos virtuais por aí, mas não precisamos pagar uma fortuna para tê-los. Basta baixar um app para o seu celular!
Tem gatinho, tem cachorro... tem o Pou, que não sei se é uma semente, um ET, um cocô... bem, eu falo que é semente! Rs.
São divertidos... as crianças adoram... mas eu não vejo graça! Hahhaha
Eu sei que eles são mais interativos e tals, mais ainda assim, não vi graça não. Sou fiel ao Rodolfo. #Saudades



Mini game



Pense num jogo viciante! Aposto que este veio à sua memória!
Tetris, corrida, tiro ao alvo e mais num sei quantos mil jogos dentro de um negocinho que precisava de somente duas pilhas. Aqui em casa esse cara era motivo de constantes brigas. Acontece que meu pai pegava pra brincar e não devolvia nunca mais! E pior: ele fazia mais pontos do que a gente e ficava nos chamando de franguinhas molengas por isso! Vê se pode? Hahaha

Hoje temos outros joguinhos viciantes... mas nada se compara a este.
Também podemos jogar baixando um app pro celular - Candy Crush, Bubble Shooter e por aí vai -, mas também temos "mini games portáteis", como o PSP - PlayStation Portátil.



São legais? Claro! Acharam que a aficionada por jogos aqui diria o contrário?
Adoro PSP! Adoro poder levá-lo pra onde eu for... mas sinto falta daquele game antigo e dos seus 999 joguinhos.



Consoles de vídeo game





E por falar em games...
Eu não podia deixar de falar dessas gracinhas, né?
Como eu já disse mil vezes, amo vídeo game. Sempre gostei. 
Tínhamos em casa mas tínhamos regras. Meu irmão e eu tínhamos hora pra tudo. Pra estudar, pra comer, pra dormir, pra brincar na rua, pra jogar vídeo game. Meu pai sempre foi rígido quanto a isso!
E o engraçado é que mesmo amando games, eu não abria mão de brincar na rua. E ainda bem que foi assim...
Fico triste ao ver que hoje em dia não se pode mais brincar na rua como antigamente. Mas nem isso justifica o tempo que a criançada passa na frente da TV, do computador e de outros equipamentos eletrônicos, né?

Os consoles hoje são mais modernos, os jogos são cada vez mais reais e interativos. Essa evolução foi muito bem-vinda para as eternas crianças da nossa época, mas ao meu ver, acabaram sendo prejudiciais às crianças de hoje. Cadê o limite, papais? Bora cronometrar o tempo dos pequenos?





Jogos de tabuleiro / mesa







Esses caras e muitos outros ainda são presenças constantes aqui em casa.
Mas será que a criançada de hoje se diverte como nos divertíamos (ou, no meu caso, como ainda me divirto) com esses jogos? Eu sinceramente duvido muito...



Brinquedos que deixaram saudade
Vamos deixar o coração quentinho?

































Saudades de brincar de Power Rangers!
Eu queria ser a Ranger Amarela! #FabiDiferentona






























Como eu amava esse brinquedo... me sentia uma verdadeira cheff!
Hahahha #AindaMeSinto #Segredo



Quem nunca colocou uma mola maluca pra descer as escadas, que atire a primeira pedra!







Só eu que nunca consegui completar esse negócio? 😐



Ostentação nos anos 90 era ter um desses... ou caixa de lápis de cor da Faber Castell de 24/36 cores! 










La... Le... Li... Lo... Lu Patinadora!









Uma das minhas bonecas / coleções preferidas da vida! Saudade...


- Aqui era pra ter uma foto da Caloi Ceci das antigas... aquela com cestinha e tudo! Mas como não encontrei, vamos todos mentalizar o quanto ela era linda e barulhenta... e o quão felizes fomos por ela ter existido! -

Bateu saudades aí? Aqui siimmm!
Eu sei que o post ficou enorme... mas quem disse que eu resisti? E acreditem: era pra ter muitas outras imagens! Eu me controlei! Hahhaha

Como em todo especial, vai rolar sorteio de mimos pra quem participar conosco!
A Bia escolheu um livro mara pra vocês - Nu, de botas, do Antônio Prata.


















Para participar, basta seguir aquelas mesmas regrinhas de sempre:

*Seguir pelo GFC os blogs Lua Literária e Pausa para Pitacos;
*Comentar em todas as postagens, nos dois blogs no Rebobina;
*Os comentários deverão ser elaborados, nada de comentários do tipo "gostei". Por favor, vamos caprichar. Os ofensivos e de baixo calão serão automaticamente desclassificados;
*Serão eliminados todos que não seguirem as regras;
*Ter endereço de entrega no Brasil;
*Teremos apenas um(a) vencedor(a);
*Em caso de empate, realizaremos sorteio pelo Sorteios PT;
*A divulgação do resultado será no dia 03/12/2016 nos três blogs;
*O(a) vencedor(a) terá o prazo de 48 horas para entrar em contato através do e-mail pausaparapitacos@gmail.com;
*Caso não entre em contato, um novo sorteio será realizado;
*O prazo para envio dos livros é de 60 dias a contar da data de envio do endereço do(a) vencedor(a).

Tudo bem facinho como sempre, né?
Espero que tenham gostado, pipows!
O Rebobina se tornou um projeto especial pra gente, e ver vocês felizes, saudosos e, principalmente, ouvir as histórias de vocês, é que fez com que repetíssemos a dose. Por essas e outras, vem rebobinar com a gente! Vai ser chuchu beleza! Chama a patota toda e não perca nem um post!

Beijos!


35 comentários:

  1. Oi Fabi! Que bom ver este especial por aqui de novo! Pelo jeito, essa segunda edição do Rebobina vai me deixar mais nostálgica do que a primeira! hahahaha Já bateu uma saudade da minha infância ao ver todos estes brinquedos e jogos *_*
    Eu tinha um Tamagotchi e não desgrudava dele de jeito nenhum haha era uma relação de mãe e filho hahaha Eu também tinha um mini game e era tão divertido ficar jogando aquela infinidade de joguinhos. E falando em jogos, eu era viciada em jogos de tabuleiro. Eu tinha vários e, aos domingos, lembro de que eu reunia quem estivesse em casa para jogar comigo. Era muito divertido! Eu também brincava de "pega varetas" e, infelizmente, nunca consegui resolver um cubo mágico #traumadeinfância hahaha Ah, eu também era viciada em tudo relacionado com a Moranguinho, especialmente nas revistinhas de colorir e nos álbuns de figurinhas :)
    Ai, ai... Como o tempo passa! Vai ser muito bom acompanhar esse especial de novo. E eu adorei o livro escolhido para o sorteio! Com certeza vou participar ;)
    Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando a gente começa a ver coisas do passado assim, tudo parece ter sido ontem, né? A gente se lembra das brincadeiras, de como a gente brincava com cada brinquedo... de chamar a família toda pra brincar!
      Acho que por essas e outras que o Rebobina é tão querido!

      Beijos!

      Excluir
  2. Oi, Fabi!
    Nem vou comentar nada porque me senti super arcaica com metade desses brinquedos que apareceram aqui hahhaha
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção seis anos de Caverna Literária

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      #LuDinossaura

      SHAIuhsiHAs

      Beijos

      Excluir
  3. Oiii Fabi

    Amava meu Acqua PLay, o joguinho legal de se jogar. Obvio que, talvez hj em dia ele seria super sem graça, mas na época era o must.
    Meu bichinho virtual vivia morrendo... de fome pq eu esquecia de alimentar... era um desastre com aquilo e vivia estressada.
    Que saudade do gravador da Gradiente, acho que quase todo mundo que conheço teve um! Lembro que o microfone era tão pequeno, do tamanho de uma mãozinha de criança mesmo... e aquela cor berrante era muito legal

    Beijos

    unbloglitteraire.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu me sentia mãe daquele dinossauro de brinquedo, Alice! sHIUAhuHAIshAs
      Quando ele morria, eu quase morria junto!
      E eu morro de saudade dos gravadores da Gradiente.. e daqueles microfones da Xuxa, lembra? Que tinham um cabelinho dos lados? Hhahahahha
      Show!
      Beijos

      Excluir
  4. Oi Fabi!! Eu sou mega hiper super fã do Rebobina <3 Amei o retorno!! Eu matei várias vezes o meu Tamagotchi, o que demonstra que eu realmente não deveria ter bichos de estimação rsrsrsrsr E meu primeiro vídeogame foi um Mega drive, super antigão heheheheheehhe e sempre sonhei em ter essa maleta da Faber Castell rsrsrsrs

    Amei o post!!!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também tive Mega Drive, Mi!
      Amava!!! Pra mim - o povo vai me bater por isso - ele era melhor do que o Nintendo. Eu amava o Mickey no Castelo da Ilusão... Sonic... Flippy... Gente que saudade!
      Eu ganhei uma maleta dessas no meu aniversário no ano em que fiz uma cirurgia meio bad na mão esquerda. Meu professor de desenho da época que me deu.... e quem disse que eu usava? Ficava com medo de gastar! Kkkkkkkkkkkkkk

      Beijos

      Excluir
  5. Eu adorava meu bichinho virtual <333 eu deixava ele morrer de semana em semana, mas tudo bem! Nossa, lembrei de muita coisa agora ein, adorei mesmo esse post, ficou incrível!!

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Lilian!
      E dentro de todos nós mora um assassino de bichinhos virtuais!
      sHAIhsiUAHuisHAs

      BEijos

      Excluir
  6. hey sua linda!! Estou amando reviver o passado novamente. E esses brinquedos que você ressuscitou, me deixaram cheia de nostalgia e rindo horrores. Rindo pq, eu improvisava alguns deles, já que não tinha grana. Sabe essa boneca que só tinha a parte de cima? meu sonho de consumo, mas nem tinha aqui pra comprar rsrs, e se tinha, o dinheiro não dava. Assim sendo peguei aquela bonecona feia, que todo mundo tinha (uma loira de cabelo espigado), dei fim ao seu corpo e fiquei com sua cabeça. Pronto, era minha diversão. Mas, fiquei decepcionada quando cortei seus cabelos e eles não cresceram.
    Beijos
    http://lua-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa boneca que tinha só a parte de cima era meu sonho de consumo tb. Daí como num tinha ela, eu usava meu irmão! Fiquei de castigo dois meses quando cortei o cabelo dele de verdade!
      Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Aquele ali sofreu, viu... sHAIUhsiHAs

      Beijos

      Excluir
  7. Hey Fabi!!!
    Fazer um pronunciamento aqui:Pra mim Pou é um cocô, desde a primeira vez que vi achei isso. Eu detesto aquilo, é irritante e chato. Credo. Estou irritada só de falar dele.
    Esses brinquedos traz uma nostalgia tão gostosa. Eu não tive grande parte, pois a maioria de brinquedo de menina, era boneca, e é meio chato brincar de boneca. Adorava quebra-cabeças, eu me matava montando várias vezes. Aquele aquário de argolas??? Colocava uma por uma. Era fera!! Kkk. Sempre tive vontade de aprender xadrez, mas nunca ninguém me ensinou. 😢😢.
    Eu sempre gostei de brinquedos que envolvia inteligência, memorização, esforço mental. Kkk. Era a estranha.
    Como dizem hoje em dia, eu sou uma inteligência desperdiçada!! Aff.
    Bjinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, eu ficava meio assim de pensar que estava cuidando de um cocô, por isso sempre o vi como uma semente! shIUAHsuiHAs
      E eu gostava. Só deletei pq comia a bateria!
      Aqueles joguinhos que tinham nele era demais! Adorava!

      Vem pra cá que eu vou te ensinar a jogar xadrez! Nem é tão difícil assim! ;)

      Beijos!

      Excluir
  8. Oiee
    Que momento nostalgico, ameiii recordar!! Eu adorava tamagotchi... ai acho que brinquei com todos estes brinquedos heheheh.

    Beijinhos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Fabi.

    Quase chorei de nostalgia.
    Sei que é desnecessário o comentário, mas blogueiras não seguem regras: O meu Tamagotchi era diferentão do dos meus primos, mas a diferentona aqui finalizou ele derrubando ele na privada hahahaha Sim, chorei muito e demorei para ter outro hahaha.
    Mini game era vida, comer e dormir, não hahaha
    E essas molas malucas? Que eu quebrava em alguns dias...
    Quando dava um nó, até perdia a graça da brincadeira hahah
    Nunca gostei de bonecas hahaha
    Mas o ioiô, aff!
    Nunca pude ostentar com a maletinha da Faber, mas eu inventava de tudo pra brincar.

    Tem brinquedos aí que eu nem lembro o nome, mas que fizeram minha infância.
    Ótima postagem.

    Beijos.
    Alana Marques
    colecionadoresdelivross.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alana, como eu disse ali em cima, dentro de todos nós há um assassino de tamagotchi! HSIUAhsiuHAIushas
      Mas vc se superou... na privada? Que morte cruel! Kkkkkkkkkkkkkkk
      Eu quebrava as molas tb... pq colocava pra descer as escadas! E as minhas viviam emboladas!
      Uma vez meu pai arrumou uma de ferro! E o que eu fiz? Usava como pulseira! shIAHsiuHAUihsIUAHs
      Aiii que saudade!

      Beijos

      Excluir
  10. Oi, Fabi!
    Menina, que emoção relembrar desses brinquedos. Na época de alguns, eu já não era tão criança assim, mas d qualquer forma, gostava muito dessas novidades. Venho de uma família que passou por muitas dificuldades financeiras, então, quando eu era criança, não tive o prazer de ter muitos brinquedos, mas de qualquer forma, fui criada com muito amor e proteção, então, era feliz com os que eu tinha. Nunca tive uma bicicleta ou vídeo game, quando criança/adolescente, mas nem por isso deixei de curtir minha infância.
    Dessas suas imagens, mini game eu tive e amava, mas já era na adolescência. Fofolete, Moranguinho e bonequinhas pequenas, eram minha paixão! Eu sou da época que começou a surgir as Barbies e Susis e eu amava, tinha uma Susi, as Barbies ainda eram muito caras!
    Pequeno arquiteto, menina flor, io-io, coleção Kinder, bichinhos de pelúcia, outros joguinhos, brincar de cozinha, comidinhas...nossa, boas lembranças! E para completar, quando bem pequenina, ganhei meus primeiros gibis e desde então virou paixão. Na época, ainda não sabia ler, mas não desgrudava das figuras. Depois vieram as paixões por colecionar álbuns de figurinhas (Amar é, Garfield, Moranguinho e muitos outros.
    Enfim, obrigada pelo espaço e desculpe o desabafo. kkkk Mas as memórias vieram a tona. Foi ótimo.
    Muitos beijos e um abraço carinhoso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando vc falou das coleções só me veio uma à mente, Márcia: coleção de papéis de carta! Como eu amava isso!!!
      A minha família também nos encheu de amor! Meus pais não tinham condições de comprar tantos brinquedos pra gente, mas temos uma tia avó que sempre nos paparicava com brinquedos. Mas no fim das contas, brincávamos mais com eles a noite ou em dias de chuva. A gente gostava mesmo era de brincar na rua! Queimada, pique-esconde, pega-pega, rouba bandeira, pular corda, pular elástico... ai, que tempo bom!
      Eu tive muitas Barbies, mas não gostava muito. Eu gostava de bonecas de pano! Minha mãe comprava as Barbies mais pra ela do que pra mim! Rs. Eu gostava era das bonecas de pano que minha avó fazia e algumas de uma feirinha de artesanato que tem aqui em MG! Tenho algumas até hoje, aliás.
      Eu sempre curti coisas simples... elas deixavam as brincadeiras ainda melhores! Aiai.. que saudade, minha genteee! Rs
      Beijos!

      Excluir
  11. Oi, Fabi!
    Que projeto mais fofo, eu ainda não conhecia! Muita nostalgia com o teclado dos animais, eu infernizava a família com isso. E super concordo que usar apps no celular não é a mesma coisa, Tamagotchi era mais real porque era só aquilo e pronto, dependia 100% de nós, mas no celular são tantas outras coisas e que ainda depende de amigo mandar coisas, etc.
    Também bateu uma saudade boa dos bichinhos da Parmalat, do pirocóptero, do aquaplay, do mini-game...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ia ia ôôôô!!!
      Kkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Quem nunca infernizou a família com o teclado do fazendeiro que atire a primeira pedra! Hahhaha
      A saudade aqui correu solta nesses últimos dias, né? Rs

      BEijos

      Excluir
  12. Que post maravilhoso Fabi! Eu sou muito nostálgica, tô tão emocionada aqui que não sei nem o que comentar. Eu tive quase todos os brinquedos que você mostrou ai e cada um deles traz uma lembrança especial. O Tamagotchi eu tive dois, um sumiu aqui em casa e o outro quebrou, ai a mamãe não quis comprar outro pra mim (e eu fiquei bem chateada com isso). Tinha o super nitendo tbm, só tinha o jogo do Mario, mas tava valendo. E o iôiô da Coca-Cola???!... eu tinha esse dourado com cinza e rosa, lembro como se fosse hoje... Ain vou parar de falar pq se não vou chorar. A infância nos anos 90 foi a melhor de todas. Queria que meus filhos crescessem longe de toda essa tecnologia e tivessem uma infância igual a minha, seriam tão mais felizes...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também queria que meus filhos crescessem longe de tanta tecnologia! Farei de tudo pra mantê-los o mais longe dela possível! Brincar com brinquedos bacanas e interativos, brincar de correr e se esconder não tem preço!

      Beijos

      Excluir
  13. Tem um olho na minha lágrima :'(
    Nossa que post lindo Fabí, que nostalgia gostosa.
    Eu era muito ruim em relação ao meu Tamagotchi, eu lembro que ia na casa da minha tia, e não queria que meu primo pegasse para brincar, dai eu deixava no carro e toda hora ia lá ver se ele tava bem, sim eu tinha ciúmes tá bom? kkkkkkkk
    E quando ele morria eu chorava desesperadamente, quero um hoje em dia, nossa :/
    Eu já tive o Pou no celular, mas nem se compara e até desinstalei. (Eu sempre achei que fosse um cocô, hmmm kkkk).
    Esse MiniGame existe até hoje né? Já vi para comprar, nossa que saudades; Eu ri com você contando do seu pai kkkk, ele estava querendo fazer seus instintos de competidora florescer kkkk
    Referente aos video games eu super concordo com você, antigamente tinha horários para tudo, mas hoje em dia as crianças só ficam dentro de casa, aqui onde moro é bem traqnuilo e nem acreditei quando vi esses dias um monte de criança na rua brincando de pega pega, quase fui lá brincar também kkk, lembro que quando eu era pequena (até meus 15 anos vai) ficava na rua até tarde jogando bola e me divertindo. Uma pena isso estar sumindo hoje em dia.
    Nossa eu amava dominó e banco imobiliário, acredita que eu tenho um 'mini game' do Show do Milhão? E ainda funciona kkk, ligo e o Silvio fala 'Vamos ver agora quem irá ganhar 1 MILHÃO DE REAAAIS' kkkkkkkk
    Socorrooooo Power Rangers, nossa eu assistia todos os dias aquele Power Rangers força animal sabe? Eu amava demaaais.
    Esse joguinho de colocar as argolinhas era viciante demais nossa. E essa mola maluca que quando peguei na mão pela primeira vez usei como pulseira kkkkkkkkkkk, eu era bugada kkkkkkkkkk
    Pega vareta, que saudades, e eu também nunca consegui fazer esses cubos mágicos, isso não é de Deus não O.o
    Eu tinha um Ioiô da Coca Cola que acendia uma luz, e tinha muitos tazos, porque eu não guardei tudo isso?:'(
    Brinquedos de Kinder Ovo tenho até hoje, e sempre que dá compro um kkk
    Esse piano da fazendinha é nostalgia pura, ainda fica a voz na minha cabeça.
    Deixa eu para por aqui porque acho que meu comentários está enorme kkkkkk
    Amei o post, e a ideia do sorteio.
    Beeeeijos!
    Lost Words

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aline, aqui em casa as competições sempre estiveram presentes! Kkkkkkkkkkkkkkk
      Era com o MiniGame, com vídeo game... agora é com os joguinhos de tabuleiro e de mesa. Juntamos a família e jogamos cada rodada valendo R$0,25. Pensa numa festa? E meu pai rouba, meninaaaa!!! Acredita??? Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Eu tenho um Show do Milhão em CD pra instalar no computador. Adorava aquele jogo. Me sentia inteligente demais quando acertava as respostas! Tipo:Ui, nem sou universitária mas acertei isso! shIAHsuiHAIushIUAHs
      Meu pai me ajudava a fazer a coleção do Kinder Ovo... mas só me sobraram três! #Choremos
      Ai que delícia esse negócio de falar do passado, minha gente! Coisa mar linda de Deus! sHIUAhsuiHAs

      Beijos

      Excluir
  14. Tenho saudade de Mini game. Que negócio bom xD
    Destruía todos os que tive, mas adorava jogar. Meu tio tem um até hoje e acho que é igual esse porque era cinza. O mesmo com esse vídeo game branco ali. Meu tio tinha e vendeu pra minha mãe. Tá aqui em casa parado, tadinho. Mas lembro de jogar Mário e mortal kombat nele. Ahhh, bons tempos!
    Caraca! Olha só aquele radinho que eu tinha quando criança *0* Meu Deus, amava esse negócio. Tinha até microfone xD
    Bonecos de Power Rangers meu tio ainda tem.
    Agora um negócio que achava infernal era esse brinquedo de argolinhas. Jesus, custava a encaixar esses troços e passava mais raiva do que tinha diversão! Mola eu sempre quebrava, palitos eu sempre perdia e aqueles bloquinhos de montar prédios sempre me roubavam xD
    Aqueles peixinhos de pescaria! Sumia as varinhas sempre...
    A gente ainda tem esses pelúcias da parmalat. Muito lindos! Da coca cola também tenho um.
    Esse piano matava meu tio de raiva porque eu tocava isso o dia todo. E lembro de roubar tazo no bar do amigo do meu pai. Era uma delinquente mirim quando se tratava disso =P
    Ah que post gostoso. Lembrei de coisas que nem recordava mais ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cris, sua delinquente! sHIAUhsuiAHsiuhIAUsh
      Esse mini game é amor demais. Eu tô doida pra comprar outro pra mim e pro meu pai! Era divertido demais.
      E seu tio sofreu contigo, hein? Coitado!
      Esse piano do fazendeiro matava tudo quanto era adulto de raiva! Meu pai vivia escondendo as pilhas do meu pra eu não brincar mais. Daí eu ia e roubava dos controles remotos da casa! Adooooro!
      sHAIUshIUAHsiuhAs

      Beijos

      Excluir
  15. Meu Deus quanta raridade aqui, vamos começar pelos dois temidos dos meus pés e mãos, o Pogobol que eu saía feito uma louca e ficava com bolhas terríveis e o Atari que deixava a mão cheia de calos de tanto jogar! kkkkkkkkk, outro brinquedo que fez parte de minha infância foi a menina flor e essa moranguinho dessa versão linda de viver e que o cheiro durava muito nelas. eu tinha até uma casinha delas. aiaia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dri, eu vivia esfolada e regaçada por causa do Pogobol! Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Que brinquedo legal e assassino! Rsrsr
      Uma amiga minha tem uma Moranguinho até hoje. E o cabelinho dela ainda tem um leve cheirinho.... que saudade!

      BEijos

      Excluir
  16. Aaaain meu Deus Fabi!!
    Pensa na nostalgia que me bateu agora?
    Olhinhos brilhando aki!!
    Brinquei mto com Tamagotchi, Mini game, banco imobliário, tinha um Cara a cara q eu amava tbm...
    Noosssa com a maioria, eu ficaria horas aqui escrevendo a felicidade q eu fiquei relembrando ....
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que a melhor parte do Rebobina é lembrar dos brinquedinhos e brincadeiras de antigamente! Que delicinha! HSIUAhsuiHAs
      A gente sempre volta ao passado de verdade, se lembra de situações tão lindas... aiai!

      Beijos

      Excluir
  17. Me sinto um idosa toda vez que vejo um post do rebobina que me lembra que coisas da minha infância já são consideradas velhas e as crianças de hoje nem sabem oq são algumas coisas rsrsrs
    Amava os brinquedos que eu tinha, cada um deles, na minha época (olha eu já falando feito uma vovó) brincar era divertido hoje em dia não é mais a mesma coisa. Adorei relembrar a infância aqui <3
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sempre fico cheia de amor quando vejo uma criança brincando com brinquedos, ou brincando de pega-pega ou pique-esconde! Pq na nossa época (sim, somos vovozinhas!) isso era a coisa mais normal do mundo de se ver... mas hoje, nada disso é normal mais! Triste!

      Beijos

      Excluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

© PAUSA PARA PITACOS - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: RENATA MASSA | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo