Menu em imagem

Image Map

12 junho 2018

{Resenha} ~ Um Planeta em seu giro veloz - Madeleine L'Engle ~

Oi  gente, tudo bem?!
Como vocês estão passando o dia dos namorados, heim? Espero que estejam todos bem!
Dia desses eu contei pra vocês o que achei de Um vento à porta, e hoje vou contar o que achei do terceiro livro da série, bora lá?!


Quando li: Maio, 2018.
Título: Um planeta em seu giro veloz - Uma Dobra no tempo #3
Autor(a): Madeleine L'Engle
Editora: HarperCollins
Páginas: 272
Avaliação: 
Onde comprar? Amazon | Americanas | Saraiva | Submarino


É dia de ação de graças e a família Murry está fazendo todos os preparativos para o almoço, estão todos presentes. O Sr. e Sra. Murry, os gêmeos,  Charles Wallace e sua irmã mais velha Meg, que está grávida!

Os preparativos seguem à toda, e de repente o telefone toca: é o presidente dos Estados Unidos, e a ligação é para o Sr. Murry – ele é um físico renomado e está sempre em contato com a Casa Branca. Assim que ele começa a ouvir o que o presidente tem a dizer, a família percebe que a notícia não pode ser boa.



Mad Dog Branzillo, presidente de um pequeno país nesse nosso pequeno planeta chamado Terra, está pronto para iniciar um ataque nuclear. E ele não parece ter intenção de voltar atrás. O presidente dos Estados Unidos está desesperado. Ele pede ajuda pra o pai de Charles Wallace para tentar encontrar um jeito de reverter essa situação sinistra.

Assim que a ligação é encerrada, percebemos que o clima na casa mudou. O ar está pesado, as conversas descontraídas acabaram. Em meio a esse silêncio, surge uma voz.  É  a avó de Calvin – marido de Meg – que até então estava calada na cadeira de balanço.



Num rompante, ela praticamente voa até Charles Wallace e conta uma runa antiga para o garoto e diz que ele deve partir imediatamente para impedir Mad Dog. Por mais absurdo que isso possa parecer, Charles Wallace, com toda sua inteligência e sensibilidade, entende que isso pode ser a única maneira de impedir o ataque.

Ele vai para a rocha de observação, que fica no quintal dos Murry. E de lá que ele invoca a runa e um grande unicórnio aparece - seu nome é Gaudior. Juntos, eles vão viajar no tempo e no vento a procura de um momento, um Pode-Ter-Sido que pode mudar um evento do passado e, consequentemente, resolver problemas futuros.



As primeiras viagens no tempo e no vento são tranquilas, é um Quando muito distante onde tudo era praticamente paz e amor. Isso dura pouco, e à medida que a viagem vai se aproximando do fim – se é que podemos falar de fim quando estamos viajando no tempo – os perigos vão aumentando.  Mesmo assim, garoto e unicórnio avançam, na esperança de salvar o nosso pequeno planeta em seu giro veloz.

O livro narra uma corrida contra o tempo através do tempo. Doido né? Mas é isso: tudo se passa em um minuto e em anos ao mesmo tempo. Eu pessoalmente gosto desse tipo de história, principalmente quando ela não é muito viajada e confusa demais ao ponto de deixar milhares de pontas soltas.



Não é o que acontece em Um planeta em seu giro veloz. Muitas vezes a gente nem percebe que está viajando junto com Charles Wallace, e isso me agradou muito. Essa é uma história cativante, emocionante  e que em alguns momentos faz a gente refletir se estamos vivendo em harmonia com tudo que nos cerca... Não estamos! #ProntoFalei

“Vocês, seres humanos, tendem a querer que as coisas boas durem para sempre. Elas não duram. Não quando estamos com o tempo.”
    - Gaudior

Não é obrigatória a leitura dos dois primeiros livros. Se vocês quiserem partir direto pro terceiro livro, não vão ficar boiando. Mas se puderem, leiam na ordem. No segundo livro, por exemplo, Charles Wallace tem 6 anos, já nesse ele tem 15 e é praticamente o protagonista da história.

Novamente, as fotos foram feitas pela Fabi. Obrigado, sua linda!

Eu vou ficando por aqui!
A gente se vê por aí, no tempo e no vento, num Quando e num Onde...
Eu heim, rs.

9 comentários:

  1. Oi, André.

    Essa nova missão e a ambientação (e seus rumos) da mesma, me parece ser bastante envolvente.

    É também interessante acompanhar, agora, um Charles mais amadurecido, tendo mais destaque e que torna-se crucial para o desfecho final.

    Gosto quando o autor(a) nos entrega uma história como essa, complexa e com personagens desenvolvidos.

    Enfim, hoje, tô de "boas", lendo...

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Danada de trilogia que morro de vontade ler :/ Mas ainda não consegui! Acompanho a saga desta família desde o primeiro livro e é até engraçado ver o quanto cresceram e também evoluíram durante todas as aventuras que viveram. Sem nunca perderem o ponto principal:cuidarem uns dos outros!
    Os títulos, capas e resenhas são emocionantes e eu espero sinceramente poder conferir todos os livros em breve.
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Oi André.
    Não tenho muito interesse em ler essa série. A premissa não me interessou.
    Que bom que a trama desse livro é bem envolvente e que há algumas surpresas na história.
    Deve ser interessante acompanhar o amadurecimentos dos personagens através da passagem do tempo ao longo da série.
    Acho as capas lindíssimas!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oie...
    Finalmente apareceu heim hehehe... gostei da resenha e de algumas colocações... mas as fotinhas estão "Mara"... parabéns Fabi... o André sabe da minha paixão por fotografias rs...Voltando o foco... cada resenha que leio aqui só aumenta meu vício por leituras e tenho um grande incentivador né rs...
    Apaixonada pelo livro e mais ainda pelo autor da resenha <3
    Boa tardinha.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Oi André, tudo bem?

    Estou muito curiosa pra conhecer essa história. Só leio boas opiniões sobre os livros.
    Acho as edições lindíssimas!
    E as fotos, parabéns Fabi, arrasou!

    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi, André!
    Como assim Meg tá casada e grávida em Um Planeta em seu giro veloz?! Que passagem de tempo grande, hein?!...
    Eu sempre fico meio que confusa quando se trata de tramas sobre vagens no tempo, por isso é bom saber que Um Planeta em seu giro veloz não é uma história viajada e confusa demais ao ponto de deixar pontas soltas... Não sei se vou gostar de acompanhar as aventuras de Charles Wallace, mas vou arriscar a leitura sim... Valeu pela dica. Abraços!

    ResponderExcluir
  8. Eu gostei muito dessa premissa, achei que eu ia ficar confusa com essa coisa de viajar no tempo entre minutos e anos mas que bom saber que o autor conseguiu deixar o livro bem explicado. Não foi uma leitura que me prendeu a primeira vista mas como ando querendo fugir da zona de conforto vou coloca-lo na minha lista.

    ResponderExcluir
  9. Oi André, tudo bem?
    Primeiro preciso confessar que não sabia que Uma Dobra no tempo era uma série, li pouquíssimo sobre ele, e apesar de me despertar certa curiosidade, ainda não parei para pesquisar melhor sobre. Lendo essa resenha fiquei mais empolgada ainda, já que os livros funcionam também como livro independente e eu não ficarei presa em uma sequência. Espero ter oportunidade de ler em breve! Ótima resenha!

    Obrigada pelo carinho.
    Um super beijo :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita e pelo carinho! <3
Deixe sua opinião sobre o post e também um pouquinho de amor!

© PAUSA PARA PITACOS - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: RENATA MASSA | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo