Menu em imagem

Image Map

07 outubro 2017

{Resenha} ~ Ficções e possíveis realidades - Marcos Ferraz ~

Olás,  seus lindos!
Como estão?

Hoje é dia de conto aqui no PPP. Dia de falar sobre o que temos de melhor em terras tupiniquins, dia de falar sobre contos bem escritos e marcantes.

Dando continuidade ao Mês do horror, no post de hoje conversaremos sobre Ficções e possíveis realidades, do autor Marcos Ferraz. Trata-se de uma coletânea com cinco contos recheados de mistério, horror e um bocado de violência.


Quando li: Agosto, 2017.
Título: Ficções e possíveis realidades
Autor(a): Marcos Ferraz
Páginas: 147
Avaliação: 
Onde comprar? Amazon
Sinopse: Fantasmas à procura de um pupilo; lendas brasileiras vistas com outros olhos; mentiras e segredos que destroem toda uma família e uma sociedade. "Ficções e possíveis realidades" mistura fantasia, ficções e realidades às quais todos estamos suscetíveis. Violentos, passionais, amorosos, amedrontadores; os contos aqui reunidos são uma mistura de tristeza e felicidade, e o leitor, com certeza, vai dar risadas, emocionar-se e se arrepiar.
Adentre-se a estas páginas e descubra por conta própria o que é realidade e oque é ficção. E não se assuste caso não consiga defini-las. 

Conforme dito, Ficções e possíveis realidades é um livro de contos, contendo cinco contos relativamente curtos, por isso, falarei de cada um deles, separadamente, de forma sucinta e, claro, convincente. A intenção não é só falar sobre, mas também convencê-los do quão bom esse carinha é. A verdade é que quero convencê-los não só por ser um excelente livro, mas também por ele ser especial para mim. Acompanhei de pertinho o "nascimento" de cada um desses contos, fui uma espécie de beta, os li antes mesmo de o autor ter a intenção de publicá-los. Estou extremamente orgulhosa por vê-los reunidos em um livro tão bem diagramado e principalmente, por ver que o autor tem conquistado o seu merecido espaço no mercado literário nacional.

O substituto

Aqui temos a história de um garoto que sempre quis ter seu próprio quarto, pois seu irmão era super bagunceiro. Ele queria um cantinho só seu, com paredes vermelhas e prateleiras com miniaturas de carrinhos e action figures de seus personagens preferidos. Após muito tempo, acabou conseguindo o cantinho que tanto almejou. Ele ficava longe da casa principal, bem no fundo do quintal, e para chegar até sua casa, era preciso uma boa caminhada. Mas ainda assim ele ficou extasiado com seu novo quarto. Mas nem tudo são flores.

O garoto não estava só...
E aquele não seria seu quarto por muito tempo. Em breve, ele teria um cantinho diferente para chamar de seu.

É impossível não sentir a mesma inquietação e o mesmo medo que o garoto sentiu durante o desenrolar deste conto, minha gente! Tamanha é a agonia narrada. Em alguns momentos temos a errônea impressão de que já sabemos o que vai acontecer em seguida, mas no parágrafo seguinte, vem uma surpresa. E que surpresa!

"Você tem medo de fantasmas? Tente não olhar para a porta antes de se deitar..."

Cidade estranha 

Um conto piegas - mas extremamente surpreendente! - sobre uma mulher bem sucedida que, durante uma de suas viagens de negócios, se depara com uma cidade mágica - ou será amaldiçoada?

Quem entra na tal cidade fica preso nela por 5 dias. Não importa o que você faça para tentar sair dela, ela sempre dará um jeitinho para que você fique pelos tais 5 dias. Passado o tempo estipulado, você pode ir embora, seguir seu rumo, sua vida, mas muitas coisas mudarão após sua estadia ali.

Ela quer que você fique para que você possa conquistar aquilo que mais almeja e, por seja lá qual for o motivo, ainda não tem. Seja um amigo, um amor, oportunidades para realizar aquele feito grandioso no trabalho; enfim, ela está te dando uma chance extra, aquela chance que, por vezes, a vida nos dá mas por uma série de fatores, acabamos deixando passar.

Este conto foi surpreendente! Quando comecei a lê-lo, logo pensei que as coisas ficariam beeeem feias, que o sangue fosse jorrar solto. Mas, depois de mais alguns parágrafos e diálogos, vi que eu estava redondamente enganada - e fiquei super feliz por isso. Além da surpresa, veio o orgulho, afinal, trata-se de uma evolução e tanto do autor, visto que o mesmo tem uma enorme inclinação para o horror - e eu adooooro isso, claro. Mas vê-lo se aventurando por outros gêneros foi deveras surpreendente e maravilhoso. Mesmo escrevendo sobre algo fora de sua zona de conforto, ele se saiu super bem.

É provável que você tenha ficado com aquela pulguinha atrás da orelha, querendo saber qual é esse tal gênero abordado, mas, abiguinhos, vocês precisarão ler para saber do que se trata. Já adianto que este é um dos meus contos preferidos do livro! 😉

"Definitivamente o nome da cidade era irrelevante. O mais importante de tudo isso, continua sendo a resposta da pergunta: O que você pode fazer em cinco dias?"

Sob mentiras e segredos 

A prova concreta de que as aparências enganam, minha gente.
Sob mentiras e segredos conta a história de Daniel, um cara influente e bem de vida que resolve seus problemas de forma extrema, decisiva.

Sua irmã foi levada ao hospital às pressas com claros sinais de estupro coletivo, e após saber de um detalhe importante, uma possível pista, ele sai em busca dos responsáveis por esse ato hediondo. Mas ele não estava pronto para as inúmeras surpresas que essa busca lhe proporcionou e, pior ainda, não estava pronto para as surpresas e revelações acerca de sua própria vida.

Estupro. Tráfico. Dinheiro. Corrupção. Homossexualidade. Vingança. Sexo, drogas e rock'n roll - mentira, o rock'n roll foi por minha conta, hehe. 😂 Então, voltando... Prepare o seu coração para reviravoltas de tirar o fôlego, e principalmente, prepare-o para uma série de relatos nada leves.

Este foi o meu conto preferido, pipows. Ele tem uma narrativa um tanto confusa no início, mas a medida que as coisas vão acontecendo, toda aquela confusão inicial vai sendo esclarecida, vai fazendo total sentido. Vocês sabem que eu sou famosa por ser uma danada que descobre logo de cara qual o mistério envolvendo a trama, mas neste caso, fui totalmente enganada! Só fui saber realmente o que estava acontecendo quando autor quis que eu soubesse, e tenho certeza de que o mesmo acontecerá com vocês. Somos ludibriados do início ao fim, e este, sem dúvidas, é o ingrediente que deu a liga para esse conto sensacional.

"[...] Só quero que saibam que vocês vivem numa sociedade facilmente corrompível. E que o dinheiro compra muita coisa. E tira muita coisa também. Dinheiro é um vírus, um câncer, ele mata. Tira vidas. E vocês todos serão vítimas dele um dia."

Queimando

Você acredita que os animais podem sentir a essência das pessoas? Acredita que eles podem sentir quando alguém é bom ou mau?
Você acredita que seres do nosso folclore podem ter esse poder? Acredita que são capazes de tudo para proteger a natureza?
Eu sim.

Queimando conta o infortúnio de um grupo de homens que tinha a intenção de desmatar nossa maravilhosa Floresta Amazônica. Suas intenções eram as piores possíveis, mas a natureza, como sempre, deu um jeito de se vingar do homem que é mau. Ela, com a ajuda de botos cor-de-rosa, criaturas marinhas que os acompanhavam e até mesmo a mula sem cabeça, deram um jeitinho de mostrar que com eles não se brinca. Mas um desses foi poupado. Aquele que tem boas intenções, coração puro e honesto, sempre se salva no final.

Me senti vingada quando li esse conto. Apesar de sangrento, ele é lindo, libertador. Fez com que eu ficasse desejando e torcendo para que toda aquela fantasia ali descrita se tornasse realidade, assim, aqueles que querem o mau do nosso planeta seriam punidos como merecem. Que sonho bom, né?

"Eu sou do bem! Nada vai acontecer comigo hoje!"

Seria pertinente dizer que, no final, algum tipo de justiça é sempre feita? Bem, eu acredito que sim. Pena que nem sempre essa justiça vem do homem, não é mesmo?


Quando tudo acabar

Eu não sei bem como falar desse conto, de verdade. Ele me deixou com o coração partido! Mas, blogueirinha que é blogueirinha, se vira e fala sobre, né? Hahaha. Então, bora.

Um homem se muda para outra cidade, por insistência de sua esposa, a fim de encontrar um emprego melhor para ajudar a família. Até aí, nada demais, é algo até comum hoje em dia. Após sua mudança, sua família é acometida por uma série de infortúnios, e ele, vive o inferno na terra em busca de emprego. Ele passa fome, frio, dorme ao relento, mas ainda assim, se vê cheio de esperanças de que coisas irão melhorar e que ele conseguirá voltar para sua cidade, para sua família.

As coisas não estão nada boas para a sua esposa também. Além de sofrer com as dificuldades financeiras, aqueles já mencionados infortúnios a deixam sem chão. Ela está arrependida de ter insistido tanto para que seu marido saísse de perto dela e dos filhos, mesmo sabendo que suas intenções eram as melhores. Agora, ela nutre a esperança de que em breve ele retornará para casa. Mal sabe ela que o pior ainda está por vir...

Este conto é poeticamente trágico. Apesar de todo o sofrimento que causa, é algo lindo de se ler. Ele nos mostra que aquela fé de que as coisas em breve irão melhorar, acaba movendo o ser humano, e que a força vem sabe-se lá de onde em momentos de desespero, basta querer e lutar para não se deixar abater.

Infelizmente, nada é tão ruim que não possa piorar... mas quem tem força de vontade, consegue ultrapassar todo e qualquer obstáculo. Ou será que não?

"Deite e descanse, dizia para si mesmo. Deite, descanse e deixe que essa noite acabe logo. É só deitar... deitar, descansar... deixar que a noite acabe..." 

Um livro curto, mas impactante. Cada conto tem a sua particularidade e personalidade, e essa diversidade de assuntos faz com que a leitura seja agradável e rápida, mesmo alguns deles sendo um tanto quanto pesados. Se você quer se aventurar pelo gênero do horror mas ainda não sabe por onde começar, este livro é um excelente ponto de partida!

Apesar de simples, ele tem uma diagramação super organizada e caprichada. No início de cada conto há uma citação famosa pertinente ao mesmo, demonstrando o carinho que o autor teve ao finalizar este livro.

Sou suspeita para falar, eu sei, mas minha sinceridade já é velha conhecida aqui, então, podem seguir a minha dica sem medo. Tenho certeza de que Ficções e possíveis realidades será uma excelente companhia. Palavra de escoteira! 😉


24 comentários:

  1. Oi Fabi tudo bem?
    Amei a indicação, e fiquei curiosa para ler os contos. Gosto bastante de estórias deste estilo, mas não sou muito acostumada a ler contos, acho que quando a coisa ta ficando boa ela acaba hahaha
    Vou me aventurar e procurar conhecer este livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lara, sou obrigada a concordar com vc pois eu pensava a mesma coisa até antes de ter o blog, hahahahah!
      Ficava super indignada quando ia ler um conto e ele acabava do nada!
      Mas ultimamente eu tenho dado a sorte de ler coisas bem escritas, com começo, meio e fim, então, fica tudo certo!
      E este é o caso desse livro. São bem estruturados, então não rola essa frustração, hehe.

      Beijocas, e boa leitura!

      Excluir
  2. Confesso que sou uma menina muito medrosa quando se fala em ler ou filmes de terror, é um gênero que tenho medo e estou tentando perder essa pânico, minha leitura atual é algo do gênero e estou me adaptando bem! Ainda não não conhecia o livro, mas sua proposta me pareceu incrível! E faz faz tempo que não leio contos, então fiquei bem empolgada por esses dois fatores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que consiga se empolgar com o gênero, Mi! Ele é o meu preferido, e minha vontade é ficar falando e falando para que todos o amem também! Hahhahha
      Esse livro será uma boa pedida para você ir se adaptando cada vez mais com o tema, pode ter certeza!

      Beijocas

      Excluir
  3. Gostei muito da indicação, nunca fui muito fãs de contos mais confesso que esses me deixaram muito curiosa,adoro livros de terror, então estou muito empolgada de ler esses contos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que goste tanto quanto eu, Ju!
      Não sou muito de ler contos, então, pode ter certeza de que se eu indiquei, é pq o troço é bom mesmo! Hhahaha

      Beijocas

      Excluir
  4. Pra ser sincero, nem me lembro de já ter lido contos. kkk Já ouvi falar que por serem textos mais curtos é mais complicado se aprofundar na história e os personagens mas acho que é tudo questão do domínio do autor, assim como há livros que em poucas páginas já te deixam grudado. Pelo que entendi se trata de histórias muito bem feitas. Sério, fiquei muito interessado, e ainda mais por se tratar de uma obra nacional! Super curti! Espero ter a oportunidade de ler em breve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também espero que tenha a oportunidade de ler em breve, Marcos!
      Sem dúvidas, o que manda é a imaginação do autor, e aqui, imaginação é o que não falta!
      Eu não sou muito de ler contos, quando o faço, faço de autores já conhecidos por mim, mas me aventurar por este livro foi uma surpresa super feliz!

      beijocas

      Excluir
  5. Oi Fabi.
    Sexo e rock on roll foi demais, não consigo parar de rir kkkkkkk.
    Enfim, eu adorei a premissa dos contos e confesso que o que mais me chamou a atenção foi O substituto, ja fiquei com medo só pela sua descrição e quero muito ler para ver o que acontece.
    Enfim eu quero muito ler, apesar de não ser nenhuma fã de contos.
    Essa capa é bonita.
    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. POde ter certeza de que esses contos irão te envolver, Marlene!
      Principalmente O Substituto. Ele é bem agoniante, rs!

      beijocas

      Excluir
  6. Oi, Fabi! Infelizmente eu não sou muito fã dos contos, e por isso é pouco provável que eu pegue o livro para ler. Mas confesso que o conto "Cidade estranha" despertou bastante minha curiosidade. Imagina que louco ir para uma cidade e não poder sair de lá durante cinco dias? Acho que eu ficaria maluca hahaha beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabi, essa treta de não poder sair de lá me deixou super instigada a continuar a leitura também, menina! E quanto mais eu lia, mas eu pensava como vc: que coisa louca!
      Mas deliciosa, rs!

      Espero que qualquer dia desses se entregue aos contos. Eu demorei a me render a eles, mas quando o fiz, foi amor à primeira vista!

      Beijocas

      Excluir
  7. Eu sou apaixonada por contos, ainda mais quando trazem essa pegada de terror e suspense! E oh, sendo nacional? Aí não tem como não querer ler e urgente!
    Queimando foi o que mais me chamou a atenção, por acreditar sim, que animais sintam essa essência de nós, humanos!
    Cidade Estranha também fez meus olhos brilharem. Sempre adorei esse cenário, cidades abandonadas, literalmente, estranhas e o desconhecido ali, na sua frente.
    Vai para a lista de desejados, com certeza!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc vai se deliciar com este livro, tenho certeza!
      Ele tem tudo o que um bom horror precisa ter, e aquele conhecido e amado friozinho na barriga fica sempre presente!

      Beijocas

      Excluir
  8. Oi Fah!
    Não vou mentir, contos não é meu forte, não costumo ler livros nesse estilo.
    Sob mentiras e segredos parece bom, ao ponto de dar uma história para um livro único!
    O nome do livro que é interessante né? Bem instigante ..
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato, Sob mentiras e segredos daria um livro sozinho sim, Vi!
      Inclusive, darei a sugestão para o autor! Vai que ele goste da ideia e resolva desenvolver ainda mais essa trama? Eu iria amar!

      Beijocas!

      Excluir
  9. Olá...
    Bom mais um livro nacional para adicionar na minha lista...todos os contos parecem ser incríveis mas o que me chamou a atenção foi o conto Queimando gente essa coisa de natureza se vingando parece ser o máximo...bem não conhecia o livro então obg Fabiola pelo post...
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Karol, esse conto realmente tem uma aura especial. Acho que vc vai gostar muuuuito!
      Espero que possa lê-lo em breve!

      BEijocas

      Excluir
  10. Olá...
    Bom mais um livro nacional para adicionar na minha lista...todos os contos parecem ser incríveis mas o que me chamou a atenção foi o conto Queimando gente essa coisa de natureza se vingando parece ser o máximo...bem não conhecia o livro então obg Fabiola pelo post...
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Nossa, me amarei nesse livro! Não leio muitos contos, mas esse parece prender a atenção. Apesar que sou um pouco medrosa, mas a curiosidade fala mais alto. Com certeza vou querer esse livro.

    ResponderExcluir
  12. Tá de noite, tô sem nada pra fazer e pensando no que me ocupar, então eis que me lembro que estou com os comentários todos atrasados aqui. Vou conseguir por tudo em dia? Provavelmente não, mas vamos lá que é muito post lindo pra ler e comentar né?!
    Sobre esse livro de contos nem tenho muito o que dizer, acho que posso resumir em "eu quero pra ontem". Isso já mostra que esses resumos de cada conto me deixaram pra lá de curiosa.
    Agora vamos pro próximo post, bjs.

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Oi, Fabi!!
    Gostei muito desse livro nacional recheado de contos de terror!! Todos os contos são bem interessante mas o que mais gostei foi o Queimando, também me senti bem vingada!! Adorei esse postagem!!
    Bjoss

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Bom, eu não sei se dará tempo de colocar comentários em dias, mas tentarei..Literalmente tinha esquecido.
    Eu gostei muito do livro, não tinha conhecimento nada sobre ele. Eu não sou fã de contos mas esse me deixou bem curiosa para ler, ainda mais sendo terror. Os contos me agradaram muito porém alguns que me chamaram atenção. Espero ler esse livro em breve!

    Meu Blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir

© PAUSA PARA PITACOS - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: RENATA MASSA | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo