Menu em imagem

Image Map

30 maio 2017

{Resenha} ~ A prisão do rei - Victoria Aveyard ~

Hey,  hey, pipows!
Como estão?

Eu tô aqui curtindo uma madrugada fria, cheia de neblina... meus dias preferidos da vida! Pra ficar ainda melhor, só faltou fazer mais frio! Hahhahaha #FabiPinguim

Como puderam perceber, ficamos dois dias sem passar por aqui. Nem preciso dizer as causas, motivos, razões ou circunstâncias, né? É isso aí. O tempo apertou. E apertou a mim e à Bia ao mesmo tempo, ora pois. Mas acontece. Vida que segue, rs!

Hoje eu fiquei sem saber sobre que livro falar. Eu não sei se vocês viram na nossa fanpage outro dia, mas eu descobri que eu tenho nada mais, nada menos, do que nove fucking livros para resenhar. É isso aí, minha gente. NOVE LIVROS. E, dando uma passeada pelos rascunhos aqui do blog, vi que eu comecei essa resenha e, sei lá porque, não terminei. Por isso, senhoras e senhores, vamos falar sobre esse carinha que me surpreendeu muito. Tipo muito MESMO. Preparados?

Ah não, "pera". Antes, deixa eu fazer um convite!
Já curtiu a nossa fanpage no Facebook? Não? Então clica aqui e corre lá pra curtir! É bem rapidinho! 😉


Quando li: Abril, 2017.
Título: A prisão do rei - A Rainha Vermelha #3
Autor(a): Victoria Aveyard
Editora: Seguinte
Páginas: 552
Resenhas anteriores: A Rainha Vermelha | Espada de vidro
Avaliação: 
Onde comprar? Amazon | Americanas | Submarino
Sinopse: Mare Barrow foi capturada e passa os dias presa no palácio, impotente sem seu poder, atormentada por seus erros. Ela está à mercê do garoto por quem um dia se apaixonou, um jovem dissimulado que a enganou e a traiu. Agora rei, Maven continua com os planos de sua mãe, fazendo de tudo para manter o controle de Norta - e de sua prisioneira. Enquanto Mare tenta aguentar o peso sufocante das Pedras Silenciosas, o resto da Guarda Escarlate se organiza, treinando e expandindo. Com a rebelião cada vez mais forte, eles param de agir sobre as sombras e se preparam para a guerra. Entre eles está Cal, um prateado em meio aos vermelhos. Incapaz de decidir a que lado dedicar a sua lealdade, o príncipe exilado só tem uma certeza: ele não vai descansar enquanto não trouxer Mare de volta.

ATENÇÃO! PODE CONTER SPOILERS DOS LIVROS ANTERIORES!

Esse livro deveria se chamar "A redenção de Mare Barrow". Tá, A prisão do rei também é um bom nome, mas esse que sugeri também super viria à calhar, pois o inacreditável aconteceu: Mare se redimiu.

Em Espada de vidro ela se entrega à Maven achando que o reizinho mau caráter irá acabar com todo o pandemônio que vem causando, mas ela estava enganada. Eu vibrei com o final do livro anterior, como vocês bem lembram, pois Mare foi tão arrogante e prepotente durante toda a história que, vê-la presa e humilhada, meio que aquietou meu coração. E em A prisão do rei vemos que essa condição fez um bem danado a ela, pois assim, ela teve tempo para pensar no quão errada ela estava.

Maven a mantém no palácio, em uma gaiola dourada, rodeada por pedras silenciosas e sob vigília de dois prateados que têm o poder de silenciar as habilidades daqueles que as têm. Todos os seus conselheiros querem vê-la morta, mas o amor que o rei sente pela garota elétrica o impede de fazê-lo. Ele a obriga a se pronunciar vez ou outra, a fim de fazer com que a Guarda Escarlate recue, mas na verdade, isso não passa de um mero blefe para calar todos aqueles que a querem morta em praça pública.

Ela sabe que ainda mexe com ele, assim como ele mexe com ela - não da  mesma maneira, claro, mas mexe. Como sabemos, Mare já foi apaixonada por Maven, e parte de todo ódio que a garota de sangue vermelho sente pelo rei vem daí: ela o amou, e ele a traiu - mesmo amando-a também. Na época ele foi influenciado pela rainha Elara, sua mãe, mas hoje não há desculpas. Elara está morta, mas Maven continua botando em prática todos os seus planos diabólicos, e vem somando mais e mais maldades às demais, afinal, desgraça pouca é bobagem. Ele quer acabar com a Guarda Escarlate. Quer que os vermelhos sejam escravos novamente. Quer ver seu irmão mais velho, Cal, morto.

Enquanto Mare está presa, Cal está bolando estratégias para tirá-la de lá. Ele sabe que pode contar com a Guarda, mas a sensação que temos é de que ele quer fazer tudo sozinho, pois ainda não confia totalmente em seus novos aliados. Aliás, essa desconfiança e recíproca. Ter um prateado - o príncipe exilado - ao lado da Guarda é algo que causa muito burburinho em todos os acampamentos, mas Cal é fundamental para eles, e eles são para Cal. Ele tem consciência de que, sem a Guarda, nunca conseguirá salvar Mare.

Uma investida grandiosa é realizada. Mare é libertada. Pessoas que eram inimigas, misteriosamente, ajudam Mare a fugir. Os sanguenovos estão sendo treinados. Há prateados lutando ao lado da Guarda. Uma nova guerra começa. As casas mais fortes e mais famosas se dividem: uns estão a favor do rei Maven. Outros, querem que o verdadeiro rei suba ao trono. Querem Cal no poder. E agora, José?

Bem, e agora, vocês precisam ler para saber!
O que posso adiantar é que esse livro foi extremamente surpreendente. Além de termos a redenção de Mare, temos outros acontecimentos que nos deixam tipo "WTF Man???"! Há muita ação, e apesar de tudo demorar um pouco para acontecer, mesmo as partes lentas nos trazem certo deleite, pois tudo foi muito bem medido. Fiquei feliz com a leitura, pois adorei o primeiro livro - A rainha vermelha - e acho que aquela má impressão deixada em Espada de vidro até se dissipou um pouquinho.

Ao meu ver, a série poderia ter terminado neste livro, pois muito do que aconteceu poderia ter sido resumido, mas acho que entendi qual foi a jogada da autora. Mais uma vez a estória termina num grande ápice, deixando o leitor sedento por mais. Ela foi inteligente, disso não há dúvidas. E também não há dúvidas de que, se ela continuar com essa pegada, o final da série será de tirar o fôlego. Sinto que vem coisa boa por aí.

Antes de encerrar, queria fazer uma ressalva/reclamação. Por que diabos, senhora dona Editora Seguinte, fizeram esse livro com a capa azul? Por que, meus queridos, não mantiveram as capas prateadas? Têm noção do que isso causa numa pessoa com TOC? E o que diabos o azul tem a ver com a trama? Se queriam mudar, poderiam pelo menos ter feito uma capa vermelha, não? Eu fiquei chateada. A edição está linda? Está. A capa ficou linda? Sim! Tá tudo lindo, bem revisado, com páginas amareladas e com textura delicinha. Mas a capa é azul!!! Sim, eu amo azul! Mas eu fiquei triste. E tá, parei de reclamar.

Voltando.

Redenção. Amor. Ódio. Decepção. Gente virando a casaca. Rebelião. Guerra. Família. Força. Essas palavras resumem o que A prisão do rei é e o que nos proporciona. Eu terminei a resenha anterior amaldiçoando esta série, e aqui, termino indicando-a fortemente. Tenha paciência com o segundo livro, tenha estômago. Vai valer a pena! Ainda há ressalvas, claro, mas eu acredito que tem tudo pra ser uma série super marcante - e no bom sentido.


18 comentários:

  1. Olá dona Fabíola. Como estas? De boas? Que bom rsrsrs.
    Dias corridos acontecem mas 2 dias de "sumiço" a gente supera ;)
    Sobre a resenha, eu não li toda, só uns pedacinhos, pq não li os livros anteriores. Tenho receio por essa série pq é muita gente falando dela e eu não sei se isso é bom ou ruim, fora que tanta gente reclamou do segundo, inclusive vc, que eu fiquei mais pé atrás ainda.
    E como assim não termina nesse livro? Eu jurava que era uma trilogia. Sobre a capa ser azul eu tbm não entendi, como não li os livros achei que pudesse ter algo a ver com a trama, mas pelo que vc disse não tem #TôConfusa
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estou bem, obrigada! E vc, dona Alleh!? Tá bem? Então tá bom.
      sHIAUshuiahs
      E pra quem já superou quase uma semana de sumiço, dois dias é danado de normal, né? Rs

      Essa série vai ser daquelas que vai dividir opiniões - aliás, já é. Uns amam, outros odeiam. Eu tô no meio do caminho... ainda mais perto dos que não gostaram, mas querendo caminhar pro próximo grupo.
      Fiquei feliz com o terceiro livro? Fiquei. Mas isso não quer dizer que ela caiu nas minhas graças, rs!
      #TôConfusaTb #MIMAbraça

      Beijocas

      Excluir
  2. Oi Fabi! Ótima resenha!
    Eu confesso que não sinto muita vontade de ler esta série. A premissa e a trama parecem ser muito boas e envolventes, mas não despertaram muita curiosidade em mim.
    Acho as capas muito lindas e também não entendo quando a editora muda o padrão das capas sem um motivo aparente.
    Talvez eu dê uma chance para essa série no futuro ;)
    Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa série tá meio maluca pra se chamar a atenção mesmo, Anninha! Pra quem curte uma distopia/fantasia/loucura, ela é bacana. Pra quem não curte tanto assim, melhor ter uma vontade de louca de ler pra poder ler e gostar! HHahaha


      Beijocas

      Excluir
  3. Oii Fabi!!
    Adorei sua resenha, excelente!
    Eu tenho A rainha vermelha, mas ainda não li :(
    Eu chego lá.. kkk
    Essa série que cada vez que leio sobre ela tá melhor ainda...
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. #Oremos Aline! Kkkkkkkkkkkk
      Vc ainda chega lá. Amém!
      Hahhaha

      Beijocas

      Excluir
  4. Oi Fabi!!!
    Eu ainda não li nem ao primeiro livro mas ainda pretendo começar esse ano, mas enquanto isso vou acompanhando as resenhas e lançamentos, achei todas as capas lindas e a editora está de parabéns por continuar com a publicação dos livros acho muito triste quando nunca terminam e nem sabe se vai publicar ou não.
    Parabéns pela resenha, abraços!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Triste mesmo, Mari!
      Tem uma série/trilogia que eu to esperando ser "completada" há anos e nada até agora. Pensa numa pessoa que fica #chateada com isso! Eu Meeeeiiiixma!

      Beijocas

      Excluir
  5. Aiiin, Fabi! Dia desses eu vi A Rainha Vermelha na livraria e fiquei morrendo de vontade de comprar, mas a lista gigante que eu tenho pra ler me segurou. Eu sou muito curiosa com essa série, quero muito conhecê-la, mas por enquanto não vai rolar =/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu queria ser controlada como vc, Crissie! Pensar em tudo que eu tenho pra ler e fazer com que isso me impeça de comprar mais livros! Ainda chego lá! shIUAhsuiHAs

      Beijocas

      Excluir
  6. Lendo tua resenha é o tipo de livro que iria amar ler, ainda não tinha ouvido falar.
    #Gostei!

    Abraços


    http://www.cherryacessorioseafins.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que ele entre para a sua lista de leitura então, Simone! <3

      Beijocas

      Excluir
  7. Tenho os primeiros livros da série, mas ainda não inicie a leitura, pois percebi que a autora consegue escrever finais, que deixa o leito sedento para o próximo livro, e como ainda não adquirir os exemplares de todos as obras publicadas, e por não ter esta certa paciência prefiro esperar. E notória o quando a estória e bem construída e envolvente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu era assim também, Lana! Só conseguia ler séries caso tivesse todos os livros em mãos. Mas depois acabei me desapegando, daí fico sofrendo enquanto o próximo livro não é lançado. Coisa de leitora masoquista! hIUAhsuiHAs

      Beijocas

      Excluir
  8. Oiii,
    Eu acho essa coletânea um lux, eu só tenho o primeiro, mais preciso ler os outros urgente .... kkkk
    Adorei a resenha ^_^

    Beijos :**

    Literatura Por Amor
    Top Comentarista

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, precisa mesmo! Eles estão bem bacanas. E as edições são um show à parte! Hahhaha

      Beijocas

      Excluir
  9. Oi, Fabi!!
    Adorei a resenha e tenho que ler essa série pois já tenho o primeiro e segundo livro mais ainda nem encostei o dedo neles !! Mas vou ler sim!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então se apresse, Marta!
      E tenha paciência com o segundo, pois ele é bem chatolino. Hahahha

      Beijocas

      Excluir

© PAUSA PARA PITACOS - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: RENATA MASSA | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo