Menu em imagem

Image Map

11 abril 2017

~ Às vezes é preciso desabafar... ~

Oi,  pipows!
Bom dia! (09:34 agora, rs!)
Como estão?
Como foi o fim de semana de vocês?
O meu foi horrível. E é sobre isso que falarei neste post. Ele nem vai contar na contagem do top comentarista (resultado vai sair já já), eu queria era desabafar mesmo. E, de quebra, deixar um alerta pra quem está sempre por aqui - e também "praqueles" que aparecem de vez em quando.

Meu fim de semana foi horrível devido a um acontecimento que me deixou muitooo abalada. Passei esses dias vagando pela casa, sem conseguir absolver o que estava acontecendo ao meu redor. Sempre que eu começava a fazer algo eu me dispersava, os pensamentos voavam pra longe... voavam pra um determinado estacionamento de shopping.

Na sexta-feira por volta das 20:30hr a esposa de um amigo muito querido foi sequestrada no estacionamento de um shopping famoso aqui da minha cidade. Ela estava saindo do trabalho quando foi abordada por dois malditos - um deles, menor de idade (15 anos) - que entraram em seu carro e a fizeram dirigir, ao que tudo indica, sob ameaça de uma arma. Eles queriam o carro dela para irem a um baile funk. Seu marido ficou extremamente preocupado e começou uma busca incessante pela esposa, busca essa que não obteve sucesso. Foi uma noite de agonia e desespero pra todos nós.

No sábado de manhã o carro dela foi encontrado na porta de uma loja de som. Um dos envolvidos no sequestro estava ali para colocar um som mais potente no carro. Os vizinhos avisaram a polícia, que imediatamente foi ao local e o prendeu. Sob custódia, ele acabou entregando a localização dos demais envolvidos. Ao serem presos, eles, juntos, contaram para a polícia que queriam o carro para ir ao baile funk... e que tinham matado a moça.

O corpo da Adriana foi encontrado na madrugada de sábado pra domingo numa lagoa famosa aqui na cidade. Famosa por ser um local de lazer... famosa por ser uma "desova" de corpos. A Adriana foi enforcada com o cadarço de um tênis.

Nem preciso dizer o quão chocante e doloroso foi tudo isso, claro. Ela deixa um marido que é apaixonado por ela.. Deixou um filho pequeno que, provavelmente, jamais será o mesmo. Deixou enteados - inclusive um que tem quase a mesma idade de seu filho, que morava com o casal - que a amam e respeitam como uma mãe. Deixou amigos que estão revoltados e de coração partido.

Aonde vai parar esse país? Aonde vai parar esse mundo? Que país é este em que não temos segurança nem mesmo no estacionamento de um shopping onde, erroneamente pensamos, deveríamos estar seguros pois pagamos - e caro! - para deixar nossos veículos enquanto termos alguns momentos de lazer? Que mundo é este onde crianças (pra mim, 15 anos ainda é criança!) cometem atrocidades como essa e ainda saem impunes? Que porra porcaria de lugar é este onde nem ao voltar do trabalho temos paz???

Como eu disse lá em cima, o intuito do post é não só desabafar (eu estava precisando!), mas também deixar um alerta. Um alerta principalmente para as mulheres, que são alvos mais fáceis. Tenham atenção! Fiquem atentas a todos os movimentos do ambiente em que você se encontra. Se tem alguém suspeito próximo ao seu carro, não vá até o seu veículo. Deixe pra ir embora depois. Se seu carro está parado ao lado de uma van e a mesma estiver estacionada do lado esquerdo (lado do motorista), espere ela ir embora. Quando entrar em seu carro, arranque imediatamente. Não fique "fazendo hora" após entrar. Ao entrar, tranque as portas imediatamente e só abra as janelas quando você já tiver alcançado certa velocidade. TENHA ATENÇÃO A TUDO QUE ESTÁ AO SEU REDOR!

Pode parecer bobagem... pode parecer exagero. Mas sinto que minha parte eu fiz. Acho que todo cuidado é pouco, e toda dica para tanto é bem-vinda. Sei que esse espaço não é destinado a este tipo de coisa, sei que a proposta do blog é diferente, mas acho que coisas assim precisam ser faladas e abordadas por todo canto. E, claro, meu coração precisava falar tudo isso pra vocês.

Não sei qual a religião de vocês e, honestamente, esse detalhe não faz a menor diferença pra mim. Mas acredito num Deus que é bom e justo, e peço a Ele todos os dias para que proteja cada um de vocês.



5 comentários:

  1. Oi Fabi...
    Meu Deus, que tristeza... Como você disse, onde vamos parar com tanta crueldade e brutalidade... Só pedindo a proteção de Deus e confiando na justiça divina mesmo... É o que podemos fazer...
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
  2. Meu Deus do céu, mulher. Tô chocada aqui. Que covardia! Que bando de desgraçado pra fazer um negócio desse com alguém e pra ir numa me#$a de baile. Não tem noção mesmo, não tem coração. P#%a m#$da cara, meu Deus. Tem razão em ficar abalada, uma coisa dessas acontecendo com alguém que nem conheço me deixou boba, nem imagino como foi pra você. Força para a família aí e que Deus conforte a todos, porque só ele mesmo =(

    ResponderExcluir
  3. Fabi, que triste! Super entendo você querer desabafar. É muito revoltante a gente ter que viver com medo de sair de casa, definitivamente não é justo. Que Deus conforte a família e os amigos da moça, tenho certeza que nenhum deles merecia o que aconteceu. E que a justiça seja feita, se não pela lei, mas que Deus possa cuidar disso, porque ninguém sai impune, embora muitos pensem que sim. Beijo no coração!

    ResponderExcluir
  4. Fabi!
    meu pêsames, nem sei o que dizer. fiquei me perguntando que sociedade é essa que as pessoas matam outras: "porque queriam um carro para ir para um baile funk".
    às vezes eu comento isso: que esse mundo (é só ver as noticias do mundo inteiro, a diferença é que em alguns cantos eles são punidos) que dá mais valor as coisas do que a vida, só dá esse resultado.
    força para você e a familia da sua amiga!
    e eu tb rezo que todos os que eu conheço e principalmente aqueles que eu não conheço possam viver em paz

    ResponderExcluir
  5. Oi, Fabi.
    Que tristeza. Sem palavras. Infelizmente essa é a realidade de nosso país e parece que cada vez piora mais, principalmente nos grande centros. Não tem como compreender, não há palavras para apaziguar a dor e o sofrimento da família e amigos.
    E esse é mais um caso de inúmeros outros, tão cruéis quanto, em todos os Estados, em muitas e muitas cidades. Vizinhos, amigos, parentes, conhecidos...quando menos esperamos, uma notícia chocante dessas nos abala e nos tira todas as forças.
    Mas precisamos continuar. Pedir a uma força maior, ao nosso Deus interior, por melhores dias e proteção.
    Fé e força.
    Beijos.

    ResponderExcluir

© PAUSA PARA PITACOS - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: RENATA MASSA | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo