Menu em imagem

Image Map

24 fevereiro 2017

{Li até a página 100 e...} ~ Revival - Stephen King ~

Bom  dia (fazendo este post às 07:30 da matina), pipows!
Como estão? Já estão em ritmo de carnaval?

Eu estou! Essa noite foi tão agitada no trabalho que, tô sentindo, foi uma prévia do que me espera no carnaval. Como vocês já sabem, trabalharei o carnaval quase todo - terei folga somente terça e quarta -, por isso, tô aqui tentando deixar meu psicológico feliz por isso.

Hoje eu vim pra falar do livro que vai me acompanhar no feriado. Lá no 6 on 6 deste mês eu disse que provavelmente leria The Kiss of Deception, mas acontece que comecei a ler Revival no início do mês e por conta de toda essa loucura, acabei deixando o pobrezinho de lado... mas nesse carnaval ele vai receber toda atenção do mundo, afinal, ele está me agradando por demais.

Já faz tempo que não posto nada na coluna Li até a página 100 e..., coluna esta que, pra quem não sabe, traz algumas perguntinhas a serem respondidas para que vocês saibam o que estou achando do livro até agora. Aliás, meu último post na coluna - clique aqui para ver - foi de um livro do King também. Foi de It: A Coisa. É, eu sei que estou devendo um vídeo com a resenha... mas é que terei que fazer umas gambiarras pra upar o vídeo no youtube, pois a internet daqui de casa está uma bênção, pra não dizer outra coisa.

E chega de papo! Vamos falar sobre Revival.



** Título: Revival
** Autor(a): Stephen King

1- Primeira frase da página 100:
"Ele podia usar o santo nome em vão porque mamãe estava no jardim, papai e Terry, na garagem, trabalhando no Foguete da Estrada III, e nosso irmão mais velho e carola já não morava mais conosco."
2- Do que se trata o livro?
Na verdade eu não sei ainda dizer ao certo do que ele se trata. Mas, resumindo, acho que ele conta a história de um cara que perdeu a fé quando ainda era um garoto - aos 9 anos, para ser mais exata. Mas não se trata de um garotinho qualquer. Trata-se de um garotinho vindo de uma família extremamente religiosa. E o que o faz perder a fé nada mais é do que um sermão de um padre por quem ele tem muita estima, muita mesmo. Após um trágico acidente, este padre faz um sermão na igreja, e nele, deixa claro que para ele a vida ão é justa, que Deus não é justo.Que a fé não é justa.
Prevejo que este será um livro forte, que irá dividir muito as opiniões... e que aqueles que são muito religiosos provavelmente não irão curtir.

3- O que está achando do livro? 
Simplesmente genial. King tem um jeito todo especial de abordar assuntos polêmicos, isso não é segredo, e em Revival não é diferente. Ele aborda a fé com leveza, sem aquela agressividade normalmente usada por outros autores quando eles querem falar sobre o tema, quando querem ter um personagem sem fé.

4- O que está achando do personagem principal?
Amando! Jamie está nos contando a sua história a partir de quando tinha apenas 6 anos, e sua narrativa é bem divertida, afinal, ele narra aquelas emoções, dúvidas e observações que são bem típicas de crianças nessa idade. Na parte em que estou, Jamie já está com nove anos, mas a sua pureza e simplicidade ainda estão presentes, deixando a leitura bem fofa e gostosa.

5- Melhor quote até agora:
"[...] não tenho dúvidas de que todo comportamento ruim nasce pura e simplesmente do egoísmo," Página 13

6- Vai continuar lendo?
Claro! Primeiro por estar adorando. Segundo por ser um King. Terceiro, por ser nosso livro de fevereiro no grupo de leituras Rouge Literário e, por último, por que sim. 😂 Hehehe

7- Última frase da página 100:
"[...] Ouvi a música na minha cabeça, depois recomecei."

Eu estou super animada com essa leitura, gente! 
A sensação de que algo interessante vem por aí tem me feito virar as páginas loucamente! 
Trata-se de um livro relativamente curto - algo quase inédito quando se trata de um livro de Stephen King -, e tô sentindo que quando as coisas começarem a esquentar, vai ser impossível largar esse carinha! Que assim seja, amém! shIUAhsuHAsAs

Excelente sexta-feira pra vocês, seus lindos!
Àqueles que irão curtir o carnaval e festejar horrores, divirtam-se e tenham muito cuidado!
Aos que irão aproveitar o feriado para descansar, botar a leitura e as séries em dia, nos encontraremos por aqui, hehe!
Se quiserem uma programação especial para o carnaval (algo que estou doida pra fazer, mas tô meio sem ideias), me conte aí nos comentários o que gostariam de ver por aqui durante o feriado!

Beijocas!

 

31 comentários:

  1. Olá Fabiola!!!
    Como não se apaixonar por qualquer livro do King, adorei sua explicação sobre o livro, estou lendo Salém e agora que estou tentando sinalizar o que se passa dentro da historia,enquanto mais conheço um livro do autor mais da vontade de conhecer ele realmente sabe escrever uma boa historia.
    Abraços, bom carnaval!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mari, Salem está aqui na minha lista de leitura e na minha estante! É sempre bom demais ler King... e falar dele, nem se fala!
      Espero que possa ler cada vez mais obras do mestre, se divertir e se inebriar com suas estórias loucas cada vez mais!

      Beijocas

      Excluir
  2. Oi Fabi!

    Confesso que quando eu li a sinopse deste livro, não fiquei curiosa pela leitura. Pretendo ver algumas resenhas dele para ver se me animo um pouco. Mas já tenho outros livros do King nas minhas metas de leitura, porque estou ficando viciada na escrita do autor hehe

    Bom carnaval para você Fabi! Passarei o meu lendo e estudando, e tentando descansar um pouco também ;)

    Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Difícil não ficar viciada nos livros do cara, né Anninha? Ele arrasa demais!
      Eu espero que vc anime a ler este livro, pois ele está bem bacana1

      Beijocas

      Excluir
  3. Oi Fabi.
    Adorei o post, e que quote é esse!
    Simplesmente maravilhoso , adorei a premissa do livro e gostei que o autor lida com o assunto religião com leveza, ja que se trata de um assunto muito delicado, esse vai para minha listinha com certeza.
    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que possa lê-lo em breve, Marlene!
      Esse livro está cada vez melhor! Uma pena não ter podido ler mais no carnaval... mas tô amando e não vejo a hora de fazer resenha dele pra vocês!

      Beijocas

      Excluir
  4. Olá, falta elogios para descrever Stephen King, o cara é um gênio da literatura. Somos prendidos à história e queremos chegar ao final a qualquer curso (mesmo que demore porque né). O assunto do livro é delicado e vejo que King consegue abordá-lo de forma natural, sem apelar. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente ele não apela, Alison! Não é à toa que ele é o mestre, o King! Hahahahha
      E concordo contigo, ele é um gênio da literatura!

      Beijocas

      Excluir
  5. aproveite bem o carnaval Fabi!!
    king é ótimo né?
    eu adorei o "do que se trata o livro"
    e os motivos para continuar a lendo: pq sim =)
    é sempre um ótimo motivo
    faz tempo que eu não leio nada do king, mas não sei se eu quero ler esse agora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é o melhor motivo de todos os tempos, Mari!
      sHAIushIUAhsiuHAs
      E espero que possa ler outro do King por agora, e este depois! É sempre bom ter um King como companhia!

      Beijocas

      Excluir
  6. Quero muito ler os livros do Stephen King, todo mundo fala tão bem, mas até hoje não comecei. Fiquei curiosa com Revival, não sabia do que se tratava, e esse assunto de religião e fé, é muito interessante, e com certeza o livro é bom. Mas ainda tenho vontade de ler primeiro It - A Coisa, antes dos outros livros do King. Vou esperar pela resenha de Revival pra saber se realmente vale à pena a leitura.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ingrid, li It: A Coisa no ano passado e ele foi o melhor livro do ano e, de quebra, entrou pro hall de melhores livros da vida. É sensacional! Mas se vc não está habituada a ler terror, te aconselho a começar por um mais leve, rs. It é bem intenso.

      Beijocas

      Excluir
  7. Fabíola como não amar o tio King?
    Não tem como, eu simplesmente adoro toda a narrativa que ele cria e nos envolve. Eu ainda não li esse mas está sim em minha lista de desesperadamente para ler em seguida! Adorei o seu Li até a página 100!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tio King sempre deixa meu coração quentinho - e assustado! - Dri! Realmente não há como não amar! <3
      Espero que possa lê-lo em breve, pois acho que ele promete fortes emoções!

      Beijocas

      Excluir
  8. Esse parece fugir do habitual clima de terror do qual tio King tanto gosta. Se pra nós, adultos, ás vezes nos revoltamos com o senso de justiça do universo, de Deus, sei lá, imagine pra uma criança.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O King tem mostrado em seus últimos livros que ele é um cara bem versátil, Jois! Tem nos mostrado uma pegada diferente, mas igualmente envolvente e instigante. Tô doida pra terminar, vc num faz ideia!
      E realmente o tema é complexo. A gente vive colocando tudo isso em xeque... e uma criança colocar a fé à prova tão cedo é no mínimo intrigante.

      Beijocas

      Excluir
  9. Adorei essa coluna, parece que aguça ainda mais a minha curiosidade do que as próprias resenhas.
    Fiquei bem interessada nesse livro, estou me devendo fazer uma leitura do Stephen King esse ano, e gostei desse tema e do fato dele ser curto, acho que pode ser um bom começo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todo ano precisa ter King pra ser um bom ano literário, Kris! Hahhahaha
      E essa coluna realmente deixa todo mundo com a pulga atrás da orelha... e eu adoro lê-la após terminar o livro, assim vejo se as minhas expectativas iniciais realmente foram alcançadas ou superadas... enfim, adoro!

      Beijocas

      Excluir
  10. Pensar nesse autor mexendo com religião ou alguma coisa assim já me deixa curiosa porque todo mundo sabe da fama que ele tem pra escrever, então deve ser bem interessante a forma como ele trabalha essa história.
    E se tem uma coisa que ele faz bem é deixar a gente pensando e refletindo sobre muitos temas fortes e polêmicos com o jeito que apresenta aquele assunto na história.
    Adoro a sensação que me dá ler algum livro nesse estilo, então acho que iria gostar da leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A abordagem dele é no mínimo fantástica, Cris! Juro. Ele fala sobre tudo com tanta naturalidade que a gente se sente ao lado daquela criança, sente as mesmas dores daquele padre tão desacreditado de tudo. É sensacional!
      Eu tô doida pra terminar e ver o que mais ele tem a nos oferecer. Espero te convencer a lê-lo quando eu fizer a resenha, hehe.

      Beijocas

      Excluir
  11. Oi Fabi, tudo bem?
    Eu adoro essa coluna, sempre dá pra gente ter uma noção do o que livro aguarda pra gente né.
    Eu nunca li nada do King - I Know, não me julgue! - e pretendo mudar isso o quanto antes. Ganhei de natal o livro do mestre King (reverência), Mr Mercedes e acho que vai ser um bom primeiro contato.
    Já leu esse?
    Beijokas
    http://pausaparapitacos.blogspot.com.br/2017/02/li-ate-pagina-100-e-revival-stephen-king.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aiiii Pri!
      Trata de mudar isso logo! Corre pra ler King, meninaaa! Rs
      Muitas reverências pra ele mesmo, hehe!
      Eu ainda não li Mr. Mercedes, mas está na lista infinita. Ansiosa!
      Não deixe de correr pra me contar o que achou dele quando acabar de ler, hein?

      Beijcoas

      Excluir
  12. Fabi, King é King ne?! Não tem como não ser bom. Hoje bateu aquela vontade de começar a ler It, mas o tamanho me assusta tanto kkkk E o medo maior é de gostar e querer ler mais livros dele, ai era uma vez a meta de 2017. Mas pretendo muito em breve me apaixonar pelo terror de tbm hehe
    Beijoss!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Crissie, ignore o tamanho de It, por mim. sHIUAhsuiAHsiuHAs
      Ele é fantástico demais!
      Eu vou fazer resenha dele na semana que vem, e vou pensar em vc durante o vídeo. Siiiimmmm! Pra poder te convencer a ler! hsiUAHsuHAs

      Beijocas

      Excluir
  13. Oi, Fabi!!
    Comecei recentemente a ler os livros de Stephen King, o meu primeiro livro foi Misery!! Gostei muito da leitura!! Tanto que quero ler outros livros dele!! Pensei em ler O cemitério!! Mas gostei da premissa de Revival!! Fiquei com vontade de ler esse livro!! Influenciada por quem, né!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marta, menina... O Cemitério é sensacionaaaalll! Eu amei, mas amei mesmoooo!
      Espero que o leia mesmo, e que o leia pra ontem! Rs
      E tomara que eu te influencie mais ainda! hsiUAHsuihAIUhsas

      Beijocas

      Excluir
  14. Oi Fabi!
    Já quero a resenha completa!!!
    King é King, não é?! E como você bem mencionou, ele tem um jeito especial de tratar temas polêmicos e tudo de uma maneira super envolvente. A premissa, não sei porque me lembrou um pouco alguns elementos de Carrie, talvez porque ela tivesse uma mãe devota, mas também bastante fanática, de quem ela gostaria de desafiar os valores...
    Beijos Fabi! E aproveite os dias de folga!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parece lembrar Carrie, Jacque, mas no fim das contas é bem diferente. A família é devota, mas não beira o fanatismo - pelo menos ainda não vi nada que seja tido como tal. E infelizmente não temos nenhum personagem com poderes telecinéticos! hsiUAHsuiHAUIsHAs
      Mas eu tô adorando e num vejo a hora de vir falar mais dele aqui pra vcs.

      Beijocas

      Excluir
  15. Oi Fabi...
    Adoro essa coluna do Blog... Não vejo a hora de ver a resenha completa desse livro por aqui... É uma vergonha o que vou dizer, mas até hoje não li nada do King... Com certeza quero ler esse livro...
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaaaahhhhh menina Cris! Trate de ler King logo! Vc não sabe o que está perdendo!
      E eu tô doida pra poder vir falar mais desse livro pra vcs, doida pra terminar de ler! Hehhee

      Beijocas

      Excluir
  16. Eu já tinha visto esse livro mas não fazia ideia sobre oq ele tratava. Parece ser um tema meio "pesado" mas tratado de maneira "leve". Um livro que envole como tema qualquer religião é difícil de conseguir agradar, mas parece que o King conseguiu. Fiquei aqui imaginando como deve ser a narrativa do livro de uma criança pensando sobre a existência de Deus e outros temas que não coatumam passar na de um menino...
    Deve ser no mínimo interessante a estória. Quando acabar quero resenha pra saber direitinho do que ele trata.
    Bjs

    ResponderExcluir

© PAUSA PARA PITACOS - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: RENATA MASSA | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo