Menu em imagem

Image Map

09 dezembro 2016

{Resenha } ~ Belo Sacrifício - Jamie McGuire ~

Oi oi, pipows!
Como estão?

Faz tempo que eu não apareço por aqui pra fazer uma resenha, né? Acontece que, como já repeti duzentas mil vezes, está tudo muito corrido por aqui. Mas a partir dessa semana vamos ter mais resenhas pois pretendo continuar falando sobre a série Os legados de Lorien. O último livro que compõe a série chegou essa semana e eu pretendo lê-lo em breve, por isso preciso deixar todos vocês por dentro do assunto, né?

Hoje eu vim pra falar de um dos meus amores literários: os Maddox. Há mais ou menos uma semana ou duas (acho que foi na semana passada...), eu comi o penúltimo livro com farinha. Eu o li em um dia! Eu queria ter vindo falar dele assim que eu terminei de ler, mas estávamos rebobinando... por isso resolvi deixar pra depois. Ps: Se estávamos rebobinando quer dizer que li o livro há mais de uma semana. Enfim. Minha memória não anda das melhores.

Prontos para suspirar?

Quando li: Novembro, 2016.
Título: Belo Sacrifício - Irmãos Maddox #3
Autor(a): Jamie McGuire
Editora: Versus
Páginas: 293
Avaliação: 
Onde comprar? Amazon | Americanas | Submarino
Sinopse: Falyn Fairchild abandonou seu carro, seus estudos e até seus pais. Filha do próximo governador do Colorado, ela está de volta à sua cidade natal, falida e trabalhando como garçonete num café. Ao fim de cada turno, ela guarda o que recebeu, esperando um dia ter o suficiente para comprar uma passagem para o único lugar onde pode encontrar redenção: Eakins, Illinois.
No instante em que Taylor Maddox entra no café, Falyn sabe que ela terá problemas. Taylor é charmoso, não cumpre promessas e é lindo mesmo coberto de fuligem, fazendo dele tudo o que Falyn acredita que um bombeiro de sucesso deve ser. Mas ela não está interessada em se tornar mais uma em sua lista - e, para um dos Maddox, uma garota desinteressada é o desafio mais atraente de todos.
Belo Sacrifício é o terceiro volume da série sobre os irmãos mais barulhentos e irresistíveis da literatura new adult. O foco agora é Taylor, um dos gêmeos, que se envolve com uma garota cheia de segredos - e, pela segunda vez, pode ser ele quem sairá machucado dessa história.

Falar de um Maddox é sempre muito complicado. Primeiro por eles serem fofos demais - principalmente Travis, meu amor eterno -, segundo, por sempre protagonizarem estórias malucas e extremas e, por último, por causarem muito rebuliço e mimimi. Peraí que eu já explico o que quero dizer com isso.

Antes de falarmos sobre o mimimi, vamos conhecer Falyn Fairchild. Uma garota que, devido às circunstâncias do passado, é um tanto quanto fria, calculista e fechada. Ela é filha de dois figurões da cidade, os médicos mais famosos da região e, de quebra, seu pai é cotado para ser o futuro governador do Colorado. Seus pais são rígidos e fúteis ao extremo, fazem tudo o que podem para manter as aparências, e tal fato acabou transformando a vida de Falyn num inferno. Por isso, ela toma a difícil decisão de abandonar a família, a vida de luxos, a faculdade. Ela sai em busca de liberdade, e para tanto, leva somente a roupa do corpo e algumas (muitas) feridas no coração.

Como pessoas boas atraem pessoas boas, ela conhece Phaedra e Chuck Niles, um casal adorável que, além de lhe dar um emprego, um lugar para morar cobrando um precinho amigo pelo aluguel e que, de quebra, a adota como uma filha. Eles sabem seus segredos, conhecem suas dores. a protegem de tudo e de todos. A protegem principalmente de seus pais.

A Falyn vive de forma humilde e guarda todo o seu rico dinheirinho para comprar uma passagem para Eakins, Illinois. Acontece que ela quer se acertar com o seu passado... quer botar os pingos nos is. E para isso, é para lá que ela deve ir. E, por ironia (ou não) do destino, eis que ela conhece um atalho para Eakins. Esse atalho se chama Taylor Maddox. Bombeiro de elite e comedor de mocinhas desavisadas nas horas vagas, Taylor carrega todo o charme, sensualidade, beleza e bom humor típicos da família. Eu me perderia nesse atalho para todo o sempre, viu... aiai! Mas vamos voltar ao assunto.

Assim que Taylor e sua equipe entram na lanchonete em que Falyn trabalha, ela sente cheiro não só de fuligem, mas também de problema. A atração e a pequena faísca que rola entre eles no momento é inegável, pois os olhos de ambos reconhecem suas almas, mesmo que as barreiras para tanto sejam inúmeras, quase intransponíveis.

Falyn não facilita as coisas. Ela sabe da fama de todo e qualquer bombeiro - imagina um bombeiro Maddox  -, e por isso não quer ser mais uma garota que cai nas graças (e na cama) dos mesmos e depois passa a ser um mero número. Pouco a pouco ela conhece Taylor, vai se envolvendo aos poucos.... até que ela descobre de onde ele veio e vê nele seu passaporte para Eakins.

E é aí que sua frieza e calculismo ganham espaço. Ela elabora um plano para fazer com que Taylor a leve à Eakins, mas as coisas não saem exatamente como ela queria. Ela se apaixona. Ele também. Ela descobre que ele não cumpre suas promessas... e vê o quão bom isso é.

Eu odiei Falyn por algum tempo. Fiquei indignada por ela querer usar o Taylor tão descarada e friamente. E essa sensação só foi embora quando eu soube de seu segredo.

Taylor se mostra gentil, carinhoso e protetor mesmo sem deixar o lado canalha pra lá. As coisas demoram um pouco a engrenar entre eles, e isso nos deu mais tempo de conhecer a ambos. O sentimento deles foi crescendo gradativamente, não foi nada passional e imediato como foi nas estórias anteriores. Arrisco dizer que apesar de extremamente e assumidamente mulherengo, até agora Taylor foi o mais tranquilo e "normal" dos Maddox. Tão apaixonante quanto os demais... mas ele tem um jeitinho particular, peculiar. Ele é diferente... mais real.

Esse livro vem com uma pegada diferente. A narrativa de McGuire continua deliciosa e viciante, porém, como temos uma narradora mais fria e observadora, os fatos nos são mostrados de outro ângulo, por assim dizer. Toda aquela sensualidade típica dos Maddox não é tão bem explorada como nos livros anteriores, apesar de a autora ter deixado claro que Taylor era um safadão de marca maior.  - #VaiSafadão
Diferentemente dos anteriores, aqui temos uma visão distinta do moreno alto, bonito e sensual. Sim, ele é pegador; sim ele é cretinão; mas o que mais vemos é seu lado fofo. Em Belo Sacrifício temos um Maddox mais sensível apesar de todos os músculos, tatuagens e da profissão perigosa.

Mais uma vez temos uma mocinha problemática e difícil - o tipo preferido dos Maddox -, e dessa vez todas as atenções foram voltadas para ela. Além de seus dilemas do passado, novos aparecem, e isso deu uma cara diferente à trama.

E agora vamos ao mimimi.
Os Maddox são famosos por serem extremos. O que são pessoas extremas? Bem, eu poderia escrever mil linhas exemplificando diversos comportamentos extremos, mas nosso foco aqui é nos garotões barulhentos. Eles são possessivos, eles são mais ou menos controladores, eles fazem cagadas coisas que podem magoar suas amadas... e hoje em dia isso é motivo de rebuliço. Acontece que as feministas de plantão (não tenho nada contra, entendam) tomam as dores das personagens principais e destilam todo o seu veneno na hora de falar dos bonitões. Dizem que eles são machistas, que tratam suas parceiras como objetos... bla bla bla... mimimi. A autora gosta de botar o amor à prova, e para tanto, envolve traição, segredos e afins. E o que que o povo do mimimi faz? Julga a estória e ainda têm a pachorra de dizer que a mesma está romantizando a traição e encorajando as mulheres de serem capachos de seus companheiros; e por aí vai.

Estou falando tudo isso por que foi o que andei lendo nas resenhas por aí. As pessoas se esquecem de ver os por menores... se esquecem de ponderar a situação... se esquecem de que para o amor tudo é possível. Se esquecem de que é uma ficção. E em todos os livros da série - e também nos  livros dedicados ao casal Abby e Travis Maddox - a autora faz questão de fazer exatamente isso: envolver assuntos delicados para mostrar que o amor é sim capaz de tudo. E este livro é um exemplo de tal fato.

Ao contrário do que esse povo mimizento acha, eu achei brilhante. Achei a atitude de Falyn adulta e assertiva. Ela foi firme! E Taylor se mostrou merecedor desde o início. A autora mostra que todos estamos sujeitos a cometer erros, e que cabe a nós mesmos decidirmos se vale ou não a pena tentar novamente. Cada caso é um caso, claro, mas ela sempre deixa claro que seus personagens merecem sim mais um voto de confiança. E só para constar, não são só os homens que erram nessa série, não. No livro anterior, Bela Redenção, quem comete erros é a mocinha... e quem tem o coração partido é o mocinho. Então, antes de acreditar nos mimimis espalhados por aí, leia a estória. Tire suas próprias conclusões.

Voltando à trama - essa resenha tá ficando gigante, socorro! -, eu achei super bacana. Não é o meu preferido da série, mas isso não tira o seu brilho. Taylor tem toda aquela malemolência apaixonante dos Maddox, o romance é discreto mas sempre presente. A mocinha é diferente de todas que já conhecemos, o que deu ainda mais brilho ao livro. Esse livro não tem nada de meloso, pelo contrário. E, pra fechar, Maddox é Maddox. Impossível não amar!

Nem preciso dizer que eu recomendo, né?
Ande logo, leia a série e tenha um Maddox para você chamar de seu!
Ah! Só pra constar: o Travis já tem dona, ok? Prazer, Fabi Maddox. Isso aí. Ele é meu!

Se joga na trama, baby! Tente não se apaixonar...


34 comentários:

  1. Oi Fabíola, tudo bem?
    Já vi muitas mulheres morrendo de amores pelos Maddox, e falando muito bem dos livros. A história deste, parece bem desenvolvida, mas não é o tipo de livro que eu gosto de ler. Não tenho paciência para acompanhar um romance se desenvolvendo e todo aquele drama que envolve os dois. Quem sabe um dia eu me interesse, dado o tamanho do sucesso que esses livros fazem. Adorei a resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lara!
      Ó, vc é nova por aqui então preciso te contar um segredo: eu não sou nada fã de romances! Rs.
      Acontece que eu não tenho nem uma gotinha de paciência pro mimimi que normalmente rola em todos eles, sabe... mas os Maddox me surpreenderam. Num tem mimimi, sabe? É pá pum! Rs
      Espero que possa ler a série em breve e que goste tanto quanto eu!

      Beijocas!

      Excluir
  2. Oi Fabi! Ótima resenha!
    A série Belo Desastre está nas minhas metas de leitura faz tempo, mas ainda não consegui começar a ler a série. Contudo, a sua resenha me deixou muito empolgada para ler a série e começar a ler este Spin-off com os irmãos Maddox.
    Parece ser uma leitura muito envolvente e eu costumo gostar de livros com esse tipo de trama hehehe Pretendo apostar na leitura :)
    Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aiiii menina Anna!
      Corre pra ler!
      O próximo livro da série chegou aqui em casa ontem, e pretendo lê-lo e falar dele em breve. Vou ficar falando na sua cabeça até vc ler! Kkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Beijos

      Excluir
  3. Oi Fabi!

    hahahaha
    Impossível não se apaixonar antecipadamente pela história ao ler sua resenha. Amei!
    Quero a série, quero um Maddox para chamar de meu hahahaha
    Adorei!

    Nem acho que tenha ficado gigante, mas acho que ficou ótima sua resenha, principalmente por ter abordado assuntos mimizentos hahaha!

    Beijos.
    Alana Marques
    colecionadoresdelivross.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alana, num sendo o Travis, vc pode chamar qualquer Maddox de seu!
      Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Leia logoooo!
      Quero saber qual vai ser o seu preferido! Hehehhe

      Beijocas!

      Excluir
  4. Oi!
    Já li Belo Desastre e sinceramente foi a minha pior leitura, primeiramente odiei o Travis e (esqueci o nome dela haha) mas li o livro todo e decidi não continuar com os outros livros da série, acho que romance não é meu forte.
    Beijos, Squad Of Readers

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena, Aninha! :(
      Ainda bem que as pessoas são diferentes, né? Já pensou se todo mundo gostasse das mesmas coisas? Seria bem bad, né? Rsrr
      É uma pena que não tenha funcionado pra vc. Eu fui arrebatada por esses briguentos logo de cara! shAHsuiHAIUhs

      Beijocas

      Excluir
  5. Oiii Fabi

    O que seria do amarelo se todo mundo gostasse do laranja? haha, enquanto essa é uma das suas séries favoritas, te confesso que não consegui passar dos primeiros capitulos... Simplesmente não foi pra mim, ou talvez não era o momento... Enfim, não descarto tentar retomar a série, mas por enquanto ainda não me animo.

    Beijokas

    Resenha Atual

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alice, se todo mundo gostasse de laranja, o mundo seria azedo por demais! Kkkkkkkkkkkkkkk
      Como acabei de falar com a Ana ali em cima, grazadeus que somos diferentes e que temos gostos diferentes, né? Ufa!
      Mas é uma pena que não tenha funcionado pra vc! Eu adoro esses carinhas! Hahhahah

      Beijos

      Excluir
  6. Fabi, tô precisando de um livro assim, que me faça grudar nele do início ao fim, que mexa comigo, que me faça ficar torcendo desesperada a cada página hehehe Faz tempo que não leio algo tão emocionante, mas infelizmente tô fugindo de séries - pelo menos até pagar os livros que comprei nesse fim de ano. Mas essa série entra pra listinha sim, também quero um Maddox pra chamar de meu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Crissie, bora aumentar a sua lista então! Bora arrumar um Maddox pra vc!
      E nem me fale em pagar livros comprados no fim do ano... acho que eu vou ter que vender um rim pra pagar os meus! Vc num tá precisando de um rim aí não? O meu tá tinindo, menina!
      Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Beijos

      Excluir
  7. ja pensei em ler essa serie... ja que sempre tem um deles la nas promo de 9,90... quem sabe eles me ganham ahhahahahhahahahha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou ficar aqui torcendo! <3
      Espero que eles fiquem ainda mais baratos pra vc poder ler!
      shAHsuiHAIUshas

      Beijos

      Excluir
  8. Oi Fabi....
    Ainda não tive oportunidade de ler essa série... Mas sempre vejo pessoas falando muito bem dela... Essa obra já conseguiu me ganhar pela sua resenha... Não tem como não querer tê-la em mãos para ler o quanto antes.... Espero poder ler em breve para poder ser mais uma apaixonada por um Maddox.
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cris, vamos aumentar o fã clube dos Maddox! Entre para a nossa turma! sHIAhsuiHAiushAs
      Espero que possa lê-los em breve e que se apaixone tanto quanto eu!
      Lembrando que o Travis já é comprometido, hein? sHAhsuiHAs

      Beijos

      Excluir
  9. Gente, suas resenhas são sempre perfeitas. Conta o seu segredo por favor T-T Aliás, achei bem interessante você expor cada detalhe para explicar o seu ponto de vista diverso de outras blogueiras. Eu sinceramente não me interessei pela obra, mas apreciei você gostar tanto dela.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/
    Participe dos SORTEIOS de Natal que estão rolando lá no blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Duda, o segredo é o coração, rs!
      Falar de livros é um trem que me deixa feliz demais... aí fico matracando e divagando... quando assusto, saiu resenha! Rs.
      Fico feliz por vc gostar... obirgadaaaaa!
      Essa série é muito oito ou oitenta, sabe? Quem gosta, gosta demais. Quem num gosta, normalmente nem termina o primeiro livro! Extremista ao extremo! - Eita! Kkkkkkkkkkkk

      Beijos!!!

      Excluir
  10. Oi, tudo bem?
    Que ótimo ver todo seu encantamento pela leitura. E a resenha refletiu muito bem e como sempre, muito bem escrita.
    Mas, por não ser um estilo de leitura dos meus preferidos, ainda não me decidi em ler. Minha lista ainda está imensa, mas quem sabe, em outro momento, venha conferir essa história e conhecer esses personagens que tanto mexem com o coração das meninas! hahaha
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Márcia, quando eu crescer eu quero ter a mesma disciplina que vc! Quero focar no fato de que eu tenho coisa demais pra ler e quero parar de colocar mais e mais livos na lista! Hahhahah
      Eu sou uma desvairada que, quando vê um livro remotamente interessante, já quer ler e, por vezes, passa o bichinho na frente dos outros que estão na estante mais tempo.
      Taí, promessa pra 2017: ser mais organizada nas leituras e tentar ler os que estão mofando na estante!
      E eu espero que vc se encante por um Maddox qualquer dia desses! Seria lindo! Rsrsr

      Beijos

      Excluir
  11. Oi Fabi!!! Eu li apenas o primeiro livro, o segundo já está na estante e preciso me organizar para lê-lo. O primeiro da série não foi como Belo Desastre (de longe é o meu favorito), mas por ter dado a oportunidade de rever o Travis, se tornou especial rsrs.
    Belo Sacrifício parece ser melhor, fiquei com vontade ler, e com certeza irei.
    Beeijos
    http://lua-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bia, nenhum deles supera Belo Desastre, pelo menos não pra mim! Rs
      Todos são ótimos, são fofos... mas BD é o meu queridinho!
      Espero que leia logo pra gente fofocar sobre eles! hsiHAuishAs

      Beijocas

      Excluir
  12. Sempre quis ter essa serie, sempre tive curiosidade de conhecer o tão falado Travis Maddox. Essa coisa de homem cafageste mas que no fundo é um amorzinho, isso me despertou interesse mas sempre que vejo os livros eles estão muito caros e quando estão em promoção eu tô dura (vida de pobre ferrada é uma bosta rsrsrs) então nunca tive a oportunidade de ler #triste
    Espero assim que puder, ler sobre os Maddox e como tantas me apaixonar tbm. Já não é a primeira vez que te vejo falando deles e sempre leio coisas boas em relação a esses livros. Se até a dona coração de pedra se derreteu, comigo vai ser tiro e queda hahaha.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Derreti mesmo, Alleh! Eles são fofos demais.
      Espero que role uma promoção bem bombástica em breve pra vc mergulhar logo no mundo dos Maddox.
      Essa coisa de cafajeste que tem o coração mole é extremamente fofo e irresistível, né? Ai, fico toda boba! hsiuHAisAs

      Beijocas

      Excluir
  13. Fabíola!
    Li apenas o primeiro liro dessa série e realmente os Madoxx são de arrasar o coração.
    Adoro os homens que se fazem de durões e non final se mostram 'uma manteiga derretida' porque o amor os atinge de uma forma única.
    E também penso que o amor releva todas as situações e são passíveis de pequenos enganos.
    Quero demais poder ler esse livro.
    “Natal não são as luzes lá fora, mas a Luz que brilha em seu coração... Feliz Aniversário, Senhor!” (Daniela Raffo)
    Boas Festas!
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de DEZEMBRO ESPECIAL livros + BRINDES e 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os brutos também amam, né Rudynalva? shIUAhsuiAHs
      Eu adoro os Maddox por isso! E eu espero que vc goste tanto quanto eu!
      E sim, o amor perdoa, releva, cura. E esse povo que mistura as coisas e se esquece do que ele é capaz, merecem levar uns tabefes! shUIAHisuhIHAs

      Beijocas

      Excluir
  14. Acabei achando o Taylor o mais real dos garotos, o mais pé no chão e menos exagerado, ao mesmo tempo que é apaixonado e leal e todas aquelas características que a gente encontra nos outros irmãos. Mas a história desses dois foi bem forte, achei. Mais pelo segredo da garota e toda aquela coincidência de ele morar no tal lugar e "conhecer" o tal segredo. Ficou um tanto fantasioso, mas gostei de como a autora fez. Tá bom que no começo a menina dá uma certa raiva mesmo por querer usar o Taylor, mas...tá né. E nossa, como sentam o pau nessa série né não? O que vi de resenha desse e do livro 4 falando mal das coisas que a autora incentiva e troços assim....avééémaria! Eu gosto da série e não entendo pra quê tanto mimimi, mas fazer o que. Hoje em dia qualquer coisa é motivo pra "textão", então...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super forte, Cris!
      Foi a mais real! Eu adorei. Achei mais madura também...
      Mesmo ficando brava demaaaais com a guria, eu adorei o livro! E pensando bem (pensando agora), talvez se eu tivesse no lugar dela, pelos motivos que ela tem... sei não. Talvez eu faria o mesmo. Ou pelo menos pensaria em fazer. E provavelmente teria me apaixonado tb! shiUAHiushAIUhAs
      Como não se apaixonar por um Maddox? Rs

      E vc falou tudo! Hoje em dia tudo é motivo pra textão. E eu odeeeeio essa hipocrisia, viu. Quando vejo algo do gênero eu nem leio! Melhor assim... rs

      Beijos

      Excluir
  15. Oi Fabi, tudo bem?
    Tem como você me dizer aonde eu arrumo um Taylor? QUERO háhá
    Eu estou com o primeiro livro em ebook para ler, mas até agora passava longe, assim como você vi muitas resenhas dessa série, e a maioria era falando mal, então acabei desanimando mesmo sabe?
    Mas claro, que você chega, e muda meus pensamentos, e nesse momento estou pensando em ler Belo Desastre hoje mesmo e conhecer mais sobre os Maddox, mas já vou avisando, se o meu favorito for o Travis também você vai precisar dividir kkk.
    Parabéns pela resenha, eu adoro quando faz resenhas assim, com bastante detalhes e falando sobre o que gostou e não gostou, tanto na história, quanto nos personagens, e realmente quando esse povo vai aprender a diferenciar histórias de realidade? Não vejo problema nenhum em a autora querer mostrar o quanto o amor é lindo e supera tudo.
    Arrasou demais Fabi.
    Beijos!
    Lost Words

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Sua Linda! Hhahaha
      Como vc é uma linda e fofa, eu divido o Travis com vc! Mas ó, não espalha! sHAshIUAhsAs
      O Taylor provavelmente vai ser um dos seus queiridinhos também, viu... aliás, difícil não se apaixonar por todos eles!
      E eu sonho com o dia em que esse povo mimizento vai parar de dar xilique por coisas bobas como estórias de livros. E, principalmente, parar de fazer textão pra coisas tão lindas como o fato de o amor superar coisas difíceis. AIai!
      sHAIUhsUIAHs

      Beijos

      Excluir
  16. Oi, Fabi!!
    Adorei a resenha!! Mas não li nenhum livro da série Irmãos Maddox!! Sempre achei interessante os livros só que infelizmente nunca li!! Mas gostei bastante da resenha do livro e espero ter oportunidade de ler algum dia essa série!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também espero que vc possa ler, Marta! Eles são demais! Adoro!
      Tomara que isso ocorra em breve, assim, quando eu vier falar do próximo livro - que já está em minha estante - vamos poder fofocar bastante sobre os Maddox! Hahaha

      Beijos

      Excluir
  17. Oi, Fabi!
    Devo te confessar que tenho um preconceito tremendo com esse tipo de livro, incluindo essa série... Acho clichê demais e nunca consigo "me apaixonar" por esses personagens feitos pra serem lindos, sexys e canalhas... Simplesmente não simpatizo.
    Porém a sua resenha me fez ver um lado diferente com a mocinha que apesar de cair no clichê de se apaixonar, tenta usar o canalha pro próprio benefício, achei uma abordagem diferente e beeeem mais interessante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lu, quando eu comecei a ler os Maddox eu pensei a mesma coisa. Tanto que eu raramente leio romances exatamente por detestar clichês. Mas aqui temos os tão amados e odiados clichês trabalhados de uma forma diferente. A autora teve abordagens diferentes para cada caso, deixando tudo mais crível, mais bacana. Sou suspeita pra falar, pois adoro a série, mas falo com propriedade por não ser uma adoradora de romances - tanto que, não sei se percebeu, tem poucos romances resenhados aqui no blog, rs.
      Espero que possa dar uma chance à série. A pegada dela é diferente do que vemos por aí... mas tem clichê sim, claro. Mas ele é até fofo aqui. shIUAhsuiHAs

      Beijos

      Excluir

© PAUSA PARA PITACOS - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: RENATA MASSA | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo