Menu em imagem

Image Map

17 novembro 2016

{Resenha } ~ Eu sou o Número Quatro - Pittacus Lore ~

Oie pipows!
Como estão?

Curtiram muito o feriado? Morreram de preguiça de voltar pra rotina? Eu sim! Rsrsr.
No último post eu disse que voltaria pra falar de uma das minhas séries preferidas, no entanto, me esqueci que ontem faria uns exames meio chatinhos, e por conta deles, acabei ficando prostrada o dia todo. Confesso que nem mesmo me lembrei de passar por aqui. Sorry! Mas hoje eu vim pra tirar o atraso!

Dando uma navegada pelos arquivos aqui do blog, descobri que eu falei sobre o último livro dessa série - aliás, penúltimo, pois o último foi lançado na semana passada - mas não falei sobre os outros. Na época fiquei com medo de fazer resenhas ruins por tê-los lidos há muito tempo, mas ainda assim, resolvi arriscar. Quero que vocês tenham ao menos uma ideia do que se trata a trama, para que, quem sabe, tornem-se fãs assim como eu sou. Bora lá?

Quando li: Não me lembro! Mas acho que foi em 2012.
Título: Eu sou o Número Quatro - Os legados de Lorien #1
Autor(a): Pittacus Lore
Editora: Intrínseca
Páginas: 352
Avaliação: 
Sinopse: Nove de nós vieram pra cá. Somos parecidos com vocês. Falamos como vocês. Vivemos entre vocês. Mas não somos vocês. Temos poderes que vocês apenas sonham em ter. Somos mais fortes e mais rápidos que qualquer coisa que já viram. Somos super-heróis que vocês idolatrariam nos filmes e nos quadrinhos, mas somos reais.
Nosso plano era crescer, treinar, sermos mais poderosos e nos tornarmos apenas um, e então combatê-los. Mas eles nos encontraram antes. E começaram a nos caçar. Agora, todos nós estamos fugindo.
O Número Um foi capturado na Malásia.
O Número Dois, na Inglaterra.
E o Número Três, no Quênia.
Eu sou o Número Quatro. Eu sou o próximo.

Seu nome original é "I am Number Four", o livro foi publicado nos EUA em agosto de 2010, e no Brasil, como sempre, demorou um bocadinho mais. Ele foi publicado pela Editora Intrínseca em março de 2011. Escrito originalmente por James Frey e Jobie Hughes. O uso do pseudônimo foi uma jogada de mestre para dar mais veracidade à trama - jogada que, ao meu ver, deu super certo! #Arrasaram
Este é o primeiro de sete livros. É assustador começar uma série grande, eu sei, mas tendo em vista que todos já foram lançados e que trata-se de livros relativamente curtos e viciantes, o número de livros passa a ser mero detalhe.

O planeta Lorien foi cruel e brutalmente invadido pelos mogadorianos, uma raça que se apossa de planetas com o intuito de explorar - e acabar! - todos os bens naturais que ele tem a oferecer. Enquanto os lorienos lutavam para proteger seu planeta, nove crianças foram enviadas à Terra para que, em segurança, pudessem desenvolver seus poderes, e assim, no futuro, restaurarem Lorien. Cada criança foi confiada a um cêpan - uma espécie de guardião e professor - e enviada à Terra separadamente. Cada um para um canto diferente. Eles estão protegidos por uma magia que impede que eles sejam mortos fora da ordem. É preciso matá-los em ordem crescente - primeiro o Número Um, depois o Número Dois... e assim por diante - mas, quando estão juntos, a proteção cai por terra. Os lorienos têm consigo uma arca que só pode ser aberta pelo Garde (lorienos capazes de desenvolver legados - poderes - são chamados de Garde) e seu cêpan. Essas arcas os ajudarão e muuuuito durante sua luta.O que tem dentro delas? Segredo. Vocês vão precisar ler para descobrir.

Daniel Jones, o Número Quatro, sente uma dor absurda quando a terceira cicatriz aparece em seu tornozelo. Isso quer dizer que o Número Três está morto, e que agora eles virão atrás dele. Por causa disso, eles precisam se mudar mais uma vez. A cidade escolhida é Paradise, e agora ele é John Smith. Sua história? Nada demais. Filho de um escritor que viaja o mundo em busca de inspirações, órfão de mãe, asmático - desculpa boa para não participar das aulas de Educação física - e um cara sem amigos.

Mas isso logo muda. Apesar de fazer de tudo para ser invisível, ele é notado por Sarah - uma menina bonitinha, popular e nojentinha (é, não gosto dela) - que tem um ex-namorado brigão - que novidade! - que, ao ver que sua ex está se engraçando para o novato, logo dá um jeito de infernizar a vida de John. Eles se apaixonam, e esse sentimento vai crescendo gradativa e fofamente. Ah! Não posso me esquecer de Sam, um carinha gente fina, nerd ao extremo e bitolado quando o assunto é alliens. Ele até mesmo assina uma revista chamada Eles Estão Entre Nós. Toda essa nóia com os ET's se deve ao fato de que ele jura de pé junto que seu pai foi abduzido por eles. Será que ele está ruim da cabeça?

John agora tem a vida que pediu a Deus. Tem treinado cada vez mais, se descobrindo. Agora ele tem uma namorada. Ele tem um amigo. E a melhor parte: ele tem um cachorro! Bernie Kosar é um beagle fofinho que tem feito dos dias de John os mais felizes, ever. Mas nem tudo são flores...

O tal do Mark - ex de Sarah - começa a pregar peças cada vez mais cabulosas em John, e mesmo tentando se conter, ele acaba enfrentando o valentão e toda a sua horda. A treta está montada! Durante a tal luta, John acaba se mostrando super forte - super mesmo! - e também mostra um de seus mais novos legados, o Lúmen. Agora todos em sua volta estão em risco, pois os mogadorianos já sabem onde o Número Quarto e seu cêpan estão. Como temos certeza disso? Simples. Aquela tal revista de alliens que Sam assina publicou uma matéria falando sobre a invasão mog. E agora John precisará colocar à prova todo o seu treinamento e toda a sua força.

Esse livro foi uma agradável surpresa. Eu o encontrei em promoção - o comprei por R$9,99 - e, confesso, como ele tem a capa feia pra caramba (todos os livros da série têm a capa bem feinha!), não dei nada por ele. Comecei a ler e me vi envolvida de uma forma que não acontecia há muito tempo. A narrativa é feita em primeira pessoa, é muito descritiva, envolvente, rápida. Apesar de os primeiros livros de uma série serem, normalmente, uma introdução de tudo o que está por vir, e tal fato acabar fazendo deles teórico demais, o clima de "era uma vez" que temos no início deixa as coisas mais leves.

John teve uma nítida evolução e amadurecimento durante a estória. Ele passa a tomar decisões de forma mais racional, passa a pensar mais antes de agir, e acompanhar esse crescimento foi ótimo, pois eu estava achando-o um molequezinho rebeldezinho que não escuta quem tem mesmo razão. No fim das contas, o mimimi inicial foi o que deu brilho ao seu crescimento.

Como falei, o romance vai acontecendo devagar... timidamente. Mas no fim das contas, se mostra sólido e proveitoso, acreditem. Infelizmente não consegui me simpatizar com a mocinha. Ela é decidida, bem resolvida, tem atitude. Mas ainda assim, fiquei com aquela pulguinha me incomodando... e depois tudo fez sentido! Rs. Mas não se aflijam. Foi implicância infundada, acho. Ela é até bacana. Hahhaha

Sam ganha cada vez mais espaço e importância durante os acontecimentos bombásticos que se seguem, e eu adorei isso. Ele merece! O cara é simpatia pura.

A sequência de ação do livro demora um pouco pra acontecer, mas quando acontece, minha gente, é impossível largar o livro! Podem acreditar em mim.

Trata-se de uma ficção danada de envolvente. É difícil não querer ter legados maneiros, não imaginar o quão bacana seriam se tais seres estivessem mesmo vivendo entre nós... e é impossível não torcer para que os mogs - apelido carinhoso dado aos mogadorianos - levem uns bons catiripapos!

Indico pra quem está em busca de uma leitura rápida, gostosa, fluida, divertida e diferente. Ideal pra ler depois de um livro que te deixou na bad, Eu sou o Número Quatro dá início a uma série que promete aventuras, risadas, torcida e vício - promete e cumpre.


23 comentários:

  1. Oi Fabi! Adorei a resenha!
    Eu conheço esta série, mas ainda não li nenhum livro. É que eu assisti a adaptação para os cinemas do primeiro livro e gostei muito. Mas não sei por qual motivo, eu não me empolguei para ler a série, o que é algo triste, eu sei hahahaha
    Mas após ler a sua resenha, e lembrar um pouco mais da história, fiquei curiosa para ler o primeiro volume e conhecer essa série por completo.
    Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anninha, a adaptação é super inferior ao livro, como sempre! Eu assisti depois de ter lido o livro e me senti feliz por isso, rs. O livro é mais detalhado. Apesar de que as cenas de ação do filme são fantásticas! Mas nada melhor do que as cenas de ação criadas pela nossa cabecinha fértil, né? sHIUAhsuiahs

      Beijos

      Excluir
  2. Fabi, concordo com a parte da capa, é bem feinha mesmo kkkk mas que bom que você deu uma chance a ele e nos deu a chance de conhecer ele tbm
    Eu meio que tô fugindo de séries no momento, tô cheia de livros pra ler por causa delas, mas quando esse sufoco passar, ele é uma boa pedida pra uma futura leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tô cheia de sufoco aqui, Crissie! Muita série inacabada... também estou tentando fugir, mas quem disse que consigo? Hahhaha
      Eu espero que essa série possa figurar nas suas séries do futuro! Rs

      BEijos

      Excluir
  3. Oi Fabi.

    Já assisti ao filme, mas faz um tempinho...
    Confesso que sempre vejo esse livro (e os outros), mas nunca me interessei para ler. Sempre pensei: ah, não preciso de mais uma série inacabável na minha vida, que eu nem sei se é boa hahahaha
    Mas é sempre ótimo encontrar uma ótima resenha!
    Parabéns por ela.

    Ah, depois posta (ou me diz aqui) quais são e qual a ordem dos livros da série?

    Espero ler em breve, e para isso, se possível, prefiro ter todos da série :)

    Beijos.
    Alana Marques
    colecionadoresdelivross.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Alana!
      Farei outra resenha essa semana daí eu posto a sequência direitinho pra vc!
      E essa série nem é inacabável mais! shIAUhsiUAHs
      Espero que qualquer dia desses vc dê uma chance a ela!

      Beijos!

      Excluir
  4. Hey Fabi.
    Julguem-me, mas eu gostei do filme. Kkk.
    Não sabia que tinha os livros, que o filme foi "baseado"no livro. Depois pesquisando, soube do livro. E agora eu morro de vontade de ler a série,sei que vou amar.
    Todo mundo fala que o filme é péssimo e tal, mas eu gostei e ponto. Kkkk.
    Quando comecei a ler, pensei logo: um livro tão bom, com a capa tão horrorosa. Kkk. Deixaram a desejar no design, mas pelo que vejo, não faz diferença, pois o conteúdo é incrível.
    Bjinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adorei o filme também, Andlas! shIUAhiuHAs
      Achei as cenas de ação super bacanas! Gostei demais. Apesar de que o livro é melhor, claro!
      E as capas são horríveis mesmo!
      A diagramação dele é bem bacana, e a estória compensa a capa, grazadeus!
      shIUAhsuihas

      Beijos

      Excluir
  5. Ai gente, um beagle *-*, assim eu não aguento (sim, a resenha incrível, e a primeira coisa que a pessoa vêm comentar é sobre o cachorrinho, sou dessas kkkk, saudades do meu :'(.
    Eu sou a louca das capas, então como você falou essa nunca me chamou a atenção, sempre via e passava longe, nunca fui atrás para ver sobre o que o livro falava e tals. Mas dai vêm você com essa resenha maravilinda, e faz eu querer ir ler na mesma hora, como não amar esse blog <3
    Gosto de começar livros que sei que todos os outros estão lançados, porque começo e não paro mais de ler háhá
    Já coloquei na lista aqui, vou ler com certeza. Obrigada pela indicação *-* e parabéns mesmo pela resenha, super completa.
    Beijos!
    Lost Words

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou dessas que o cachorro é sempre a parte mais importante de seja lá o que for, Aline! shIAhsiHAiuhAs
      Toca aqui! \o
      Também sou a louca das capas e até hoje num sei pq comprei esse livro. Foi o destino, grazadeus!
      sHIAUhsiuAHsiuHAs
      O livro é realmente bom demais, viu. Uma série super bacana!
      Espero que a leia em breve!
      E obrigada! Fico feliz por ter gostado da resenha! Eu estava morrendo de medo de que ela fica meia boca! kkkkkkkk

      Beijos

      Excluir
  6. Confesso que quando vi tive certa vontade de ler, mais ainda por causa do filme, mas nunca peguei de fato. Hoje em dia já não me chama muita atenção...
    Mas a história parece ser boa mesmo. A escrita é boa e tem romance legal e muita adrenalina na história. Ele parece ter momentos pra rir, torcer, ficar grudado no livro e tudo mais. Só que sei lá, ainda não estou muito no clima pra essa história. Talvez algum dia acabe lendo...
    E ahh, essas capas...se fosse só por elas nem olharia esses livros xD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As capas são de fato horrorosas, Cris! shIAUhsiHAs
      E espero que qualquer dia desses a sua vibe mude e vc possa lê-los! Eles são realmente tudo isso! Divertidos, com ação, romancinho e tudo o mais! Boa pedida, de verdade! Heheh

      Beijos

      Excluir
  7. Oi, Fabi!
    Eu tenho esse livro e quero muito comprar o restante da série. Gostei do filme, então, sabendo que os livros sempre são muito mais ricos em informações e emoções, com certeza, será uma leitura feliz! Tenho ótimas expectativas. Espero poder ter a coleção toda, em breve, mesmo porque, já tenho encontrado boas promoções dos livros.
    Amei a resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As promoções estão boas demais nessa BF, Márcia! Aproveita pra completar a série e se divertir com esses lorienos queridos!
      Espero que goste tanto quanto eu!

      Beijos

      Excluir
  8. Oi, Fabi!
    Eu fazia uma ideia completamente diferente dessa série! Já assisti partes do filme e achei que era algo mais infantil, não sei. Mas fico feliz por estar errada, achei bem interessante esse envio das crianças no estilo Superman, e achei a história do número 4 bacaninha. Vou procurar assistir o filme, e se gostar, corro atrás dos livros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu espero que goste, Lu!
      O livro é realmente muito bacana. Como sempre, ele foi bem melhor do que o filme - e eu adorei o filme tb!
      Tomara que ele se torne um queridinho pra vc, assim como se tornou pra mim! Hahhaha

      Beijos

      Excluir
  9. Oi Fabi, concordo com a parte da capa, é bem feinha mesmo (e olhe que para mim essa parte é deveras importante ser atrativa), mas que bom que você deu uma chance a ele. Assim como algumas meninas eu tô fugindo de séries no momento, tô cheia de livros pra ler por causa delas, e é um saco ficar esperando o próximo e o próximo. Isso me desgasta, mas acho que esse dá para encaixar(porque fiquei muito na vontade de ler).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dri, ainda bem que o último livro da série foi lançado esse ano, e eu já até garanti o meu! Pelo menos pra isso a BF serviu, rs.
      Essa série é super bacana! É algo que eu quero ler pros meus filhos quando eles chegarem, ehehhe. Me lembra muito os livros de aventura que eu lia quando era mais nova, mesmo tendo uma pegada mais moderninha e adulta!

      Beijos

      Excluir
  10. Fabi, não conhecia o livro, já ouvi flar mas ainda não tinha lido nd sobre ele, me agradou bastante, realmente a capa não é lá aquelas coisas, mas o bom é q o enredo ajudou né..
    Bjs!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todas as capas dessa série são de dar medo, Aline!
      Kkkkkkkkkkkkkkkk
      Bem feias mesmo!
      Mas o recheio compensa! Juro!
      sHAUIhsiuHAs

      Beijos

      Excluir
  11. Sempre tive curiosidade de ler esse livro mas sempre fico com medo exatamente pelo fato da série ser muito grande (em número de livros) e fico com receio de me jogar de cabeça e acabar me decepcionando. Já vi algumas resenhas de pessoas falando que com o passar dos livros a estória se perde um pouco e fica até cansativo em alguns momentos. Mesmo eu sendo do tipo que tenho que ler pra tirar minhas próprias conclusões fico com pé atrás. Acho que na verdade tenho medo de me jogar em série de mais de 4 livros, tá aí Harry Potter pra comprovar que tenho a anos e só tomei coragem de começar a ler esse ano.
    Mas a estória do livro sempre me pareceu bem legal, mas como nem tudo é perfeito, tinha que ter uma mocinha sem sal?? Mas no geral parece ter personagens apaixonantes... Quem sabe um dia supero meu medo e compro pelo menos o primeiro e vejo oq acho ;)
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ao meu ver, mesmo sendo uma série grande, até que ela não se perde muito. Se eu disser que não tem encheção de linguiça vai ser mentira, claro, mas fora isso, até que há bastante adversidade. Cada livro reserva um acontecimento muito bombástico, sabe? E geralmente o autor joga a bomba no final do livro. Ou seja: o livro seguinte fala sobre aquela bomba do livro anterior... e depois lança mais uma bomba.
      Eu sou chata pra cacete com série pq não tenho muita paciência, mas essa sem dúvidas é uma das queridinhas! Espero que um dia dê uma chance a ela!

      BEijos

      Excluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

© PAUSA PARA PITACOS - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: RENATA MASSA | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo