Menu em imagem

Image Map

06 agosto 2016

{Resenha } ~ O sol perdido - As lendas de Illusa - Luiz Henrique Mazzaron ~

Oie pipow!
Como estão?

Hoje eu vim pra falar de um livro que eu adorei! Quem nos segue no Instagram (@pausaparapitacos) sabe até que assim que eu terminei o livro, mandei uma mensagem pro Luiz pedindo encarecidamente que ele escreva o próximo volume PRA ONTEM! Rs.
Esqueci de pedir a ele pra que eu seja uma Raposa Prateada... >.<
Mas ainda dá tempo! - Luiz, fala com o Olímpio que eu quero fazer parte do bando! Fala com ele que eu sou ágil e esperta, e que posso desenvolver altos planos para roubos que entrarão para a história! Eu tenho uma mente brilhante que pode ser muito útil ao bando. Posso ajudar a Bliss com suas invenções... e sou silenciosa como uma pluma!

Ok. Tomei meu remédio. Parei. Mas pode falar com ele mesmo assim, Luiz!

Então, pipows! Trata-se de um livro que foi gentilmente cedinho pelo Luiz Henrique Mazzaron (ele tem nome de príncipe!) e que me conquistou logo nas primeiras páginas! Espia só o por quê.


Quando li: Julho, 2016.
Título: O sol perdido - As lendas de Illusa #1
Autor(a): Luiz Henrique Mazzaron
Editora: Arwen
Páginas: 372
Avaliação: 
Onde comprar? Editora Arwen
Sinopse: Erik é órfão e faz parte dos Raposas Prateadas, grupo de ladrões infame do Reino do Norte. Em meio à tensão política e econômica vigente no reino, decidem fazer o roubo do século. O alvo? O castelo real.
Tudo parecia perfeito, mas as coisas não saem como planejado: a missão falha e o grupo de Erik é capturado. Seria o fim de todos, mas Aleshandra, a rainha regente, revela que o rei Corben Leindrast desapareceu e propõe uma troca: a vida do bando pelo rei, ou simplesmente pelo anel real, indispensável para resolver a questão da sucessão do trono. Sem escolhas, Erik parte em uma jornada tortuosa pelas terras de Illusa junto aos Raposas e a escolta da revolucionária princesa Taíssa, Leindrast, desbravando terras perigosas e enfrentando de mercenários a grandes dragões.
Mal sabia ele que aquela aventura se desdobraria em algo muito maior e mais perigoso, que mexeria não só com suas crenças sobre aquela sociedade movida pelo poder e pela fé distorcida, mas também com seu coração solitário e com o destino de todos os povos.
Intrigas, traições, um romance proibido e o despertar de um mal antigo permeiam a busca pelo rei, abrindo caminho para aquela que seria conhecida como a mais fantástica das Lendas de Illusa.

E bota fantástica nisso!
O resumo feito na sinopse da obra já é bem sucinto e explicativo, por isso pouco me sobrou para contar sem dar spoilers. Mas me esforçarei para contar um pouco mais e convencer vocês de vez a lerem essa delícia!

Erik e sua irmã Bliss perderam os pais ainda jovens. Sem ter para onde ir, o garoto aceita a oferta de Olímpio para se juntar ao bando dos Raposas Prateadas. Ele precisa resguardar a saúde de Bliss, que é extremamente delicada, e na toca, tudo foi arranjado para que ela pudesse ter uma qualidade de vida melhor. Ela acabou sendo útil ao bando também, mesmo não saindo em missões. Ela se mostrou uma inventora muito talentosa. Bliss passa seus dias criando novas ferramentas, armas e uma série de dispositivos que são vitais para o sucesso das missões dos Raposas.

Erik se tornou um dos preferidos de Olímpio, o bravo líder dos Raposas, e não é à toa. Ele é talentoso, ágil, esperto e de confiança. Está sempre envolvido nas mais importantes missões, sendo uma peça fundamental em todas elas. Na verdade, todos os membros do bando são importantes, cada um deles com seu talento e particularidade. Kat, uma habilidosa feiticeira, é o braço direito de Olímpio. Segunda na linha sucessão na liderança do bando, ela é doce e responsável, dura porém humana. Hugo, um cigano que se juntou aos Raposas após seu bando ser dizimado, é um exímio atirador. Tem verdadeira paixão por suas armas, uma mira excepcional e um humor que faz com que tudo nessa aventura fique mais leve. E o meu preferido, o enigmático e sombrio Uriel, um cavaleiro negro que tem uma história complicada e sede de vingança, mas um coração que, depois de alguns acontecimentos, mostra-se leal e bom. Esses são somente alguns dos integrantes. Ainda há outros, muitos outros, todos eles com suas particularidades, especialidades e importância.

Olímpio ousa ao planejar um ataque ao castelo real, que está sendo gerido pela rainha Aleshandra, uma mulher de bom coração mas sem pulso para governar, por isso ela tem passado maus bocados desde que o rei Corben desapareceu. A data do ataque foi escolhida com esmero. Ele acontecerá no dia da grande festa e aniversário da princesa Taíssa, momento em que, segundo fontes seguras, a segurança estará mais focada na festa do que nas demais partes do castelo. Só que, como já sabemos, algo dá errado, os Raposas são capturados e precisam partir rumo a uma jornada perigosa em troca de sua liberdade.

E essa foi uma das jornadas mais bacanas de todos os tempos! Gente, quanta aventura! Quanto frio na barriga! Eles se deparam com dragões, aranhas - metade aranha, metade humana - gigantes e canibais; um grupo de mercenários inimigos dos Raposas há anos e anos, que tem em sua equipe uma necromante que faz coisas horripilantes; um mosteiro cheio de monges que se tornaram assassinos... é acontecimento pra mais de metro!

E em meio a tantos perigos, eis que o amor desabrocha. Aos poucos, timidamente, mas logo se mostra forte e valente. Erik e Taíssa acabam se apaixonando, e mesmo sabendo que um relacionamento entre eles é inviável, eles arriscam e se entregam à paixão.

A guarda que acompanha a princesa também merece destaque. Miranda, a feiticeira real, é fria e distante, mas dentro de si bate um coração cheio de amor e compaixão. O templário Marco é um cara durão, sábio e fofo, que me conquistou logo de cara mesmo tendo feito algo que me chateou. No início a guarda real e os Raposas se estranham, mas logo eles propõem uma trégua, pois ali todos são necessários e eles precisam contar um com o outro, sempre.

Eu tô precisando me frear aqui, pois acreditem ou não, eu sou uma máquina de spoiler! Falar sobre um livro que nos agradou é extremamente complicado pois a chance de contar uma passagem importante sem querer é grande... mas posso dizer sem medo que o livro é fantástico. A narrativa é fluida, a linguagem usada é simples, o que colabora para a fluidez da história. Tudo é bem amarrado e bem explicado e, apesar de se tratar do primeiro  livro de uma trilogia, ele não fica o tempo todo explicando coisas aqui e acolá, apesar de tudo ser muito bem apresentado. A diagramação do livro é maravilhosa, tem uma fonte agradável aos olhos e, como presente, há uma série de ilustrações de muito bom gosto. E ao início de cada capítulo, somos brindados com o brilho do sol. Quesito capricho: 10! Quesito revisão: 10!

Como eu sempre digo quando leio um livro do gênero, fantasia boa é aquela que te faz acreditar que tudo o que tem ali é de verdade e não ficção. É aquela que te transporta para aquele mundo e te envolve do início ao fim. Uma boa fantasia é aquela que não fantasia, que se torna real. E O sol perdido tem tudo isso.


33 comentários:

  1. Olá Fabíola, tudo bem? Adorei a resenha, que livro é esse hein? Já li algumas análises positivas dessa obra, ainda não li, quem sabe algum dia terei a oportunidade de lê-lo. A estória me parece sensacional. Forte abraço!

    Marcas literárias
    leootaciano.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luciano! Eu estou bem, obrigada! E vc?
      Eu espero que tenha a oportunidade de lê-lo pq olha, ele é sensacional de verdade, rs!

      Beijos

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Esse livro tem tudo que eu gosto muita ação, aventura e peraí? vc disse dragões? definitivamente colocar na minha lista do preciso ler!
    ah, não li o livro, mas eu tb quero ser uma raposa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiiimmmm Mari! Dragões!
      Menina, tem tudo pra se apaixonar!
      E agora que sou uma Raposa - sim, Olímpio me aceitou no grupo - eu vou ter uma conversa com ele pra que ele te aceite tb! Hahahah

      Beijos!

      Excluir
  4. Oi.
    É a primeira vez que leio uma resenha desse livro e amei. Adorei a premissa, tem tudo para ser uma ótima leitura. E assim confirmei com suas palavras. Gosto muito desse gênero, mas nem sempre histórias com fantasia conquistam de verdade. E esse parece ser um livro daqueles que realmente vale a pena ler. Dica anotadíssima.Perfeita resenha. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Márcia!
      Eu adoro fantasias e por isso sou chata quando se trata do gênero. É preciso que o autor me faça acreditar pra que eu goste... e foi exatamente o que aconteceu aqui! Espero que vc realmente o leia, pois é um livro bacaníssimo!

      Beijos!

      Excluir
  5. Livro de fantasia tem que ser muiiiito bom pra me pegar viu. Mas Fabi vc fala com tanta empolgação desse livro que me empolga tbm hahaha
    Fiquei curiosa, confesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu espero que tenha empolgado meeeeesmo, Crissie! Pq ele vale muitooo a leitura! Vc tá aqui com a gente desde o início e sabe o quanto sou chata com fantasia, né? Então, pode se jogar de cabeça e sem medo! Rs

      Beijos

      Excluir
  6. Oi!
    Estou bem curiosa sobre esse livro, achei a historia bem interessante e parece ser cheia de aventuras essa jornada dos personagens, gostei muito dos personagens e parece que a autor consegue criar pessoas secundários interessante e marcantes, se tiver oportunidade com certeza quero ler esse livro !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até mesmo os personagens secundários são bem construídos, Suzana! É tudo bem amarrado e bem imaginado. Sem dúvida, uma leitura maravilhosa!

      Beijos

      Excluir
  7. Fabíola eu nem li e já quero ser uma raposa prateada também porque com a sua animação pode até ser ruim ser esse negócio, mas tô dentro. hihihi, a capa achei bem sem graça, mas a sua resenha me fez pensar em como será mágico e divertido ler esse livro! E mulher, contenha essa máquina de soltar spoiler porque eu já tô aqui tendo um troçooooooooo. Adoro quando os personagens secundários tem um bom papel na trama

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adriana, o Olímpio me aceitou no bando! Agora sou uma Raposa! Eu vou conversar com ele pra que ele te deixe entrar tb! Pessoas espertas são sempre bem-vindas! Hahahha

      Menina, quando a gente empolga falando de um trem que gostamos fica difícil demais da conta de num soltar spoiler, meu Deus! shIUAhsiuHAs
      Ainda bem que eu consegui terminar a resenha sem nem um spoilerzinho sequer! Vivaaaa!!!! ^^

      Beijos

      Excluir
  8. Eu quero muito ler esse livro!!!!
    Quando vc apresentou a parceria com esse menino que tem nome de príncipe eu já fiquei animada pra ler, depois vc começou a ler e a falar bem do livro e a vontade só aumentou, agora com essa resenha... #Senhormedadinheiro
    Quero ler pra ontem!
    Fabi meu aniversário já ta chegando, aceito de presente, faltam só 7 meses, quase nada hahahahaha
    Enfim, sua empolgação como sempre me contagia, sempre que vc ama um livro seu amor por ele atravessa a tela do celular/computador, atravessa os estados e chega até aqui. É sempre bom ver vc divulgando o que tem de bom aqui na nossa terrinha brasileira.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alleh, vem ser uma Raposa tb!
      E, só pra constar, meu niver é antes que o seu... pode ir preparando o presente! Anota aí: dia 08/12. HOHOHO

      Não é segredo o quanto eu adoro falar sobre a literatura brasileira... e adoro quando o meu amor por livros ultrapassa as ondas do rádio, da internet, do mar... ele tem que chegar a todo lugar!
      shIAUhsuiAHSIUAHs

      Beijos, serumaninha!

      Excluir
  9. Oi Fabi! Adorei a resenha!
    Eu não conhecia o trabalho desse autor, mas já fiquei muito curiosa pela leitura desse livro. Eu adoro histórias de fantasia e aventura, e achei o enredo diferente e envolvente. E a sua empolgação e elogios a obra me deixaram ainda mais curiosa pela leitura :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oba, Anna!
      Fico feliz por minha empolgação desenfreada ter te deixado animada, rs!
      Pode acreditar, não é sempre que me empolgo assim... por isso, pode se jogar na leitura desse livrão sem medo! :D

      Beijos

      Excluir
  10. Boa tarde Fabi :)
    Que resenha empolgante! Deu vontade de começar a ler agora mesmo, de tão curiosa que fiquei. Confesso que se tivesse passando e olhasse por alto só a capa do livro, não me interessaria muito. Mas esse é mais um dos grandes exemplos daquele ditado: não julgue o livro pela capa hahaha
    A história é exatamente aquela das minhas preferidas, ação; aventura; fantasia e romance <3 Como uma romântica de carteirinha, na hora que você citou "começam a se apaixonar" , pronto,me ganhou!
    O sol perdido já tá na minha grande wishlist kkkkkkkk
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah menina... as capas nos enganam de vez em quando mesmo, viu! Não podemos nos deixar levar por elas! E O Sol perdido é um exemplo disso!
      Se vc gosta de um romance, vai ficar ainda mais empolgada com a leitura! Eu não sou fã do gênero, confesso, mas o amor que nasce entre o casal protagonista é tão puro e fofo que me fez torcer por eles até sem sentir, rs!
      Eu espero que vc possa ler esse livrão em breve! Hehehe

      Beijos

      Excluir
  11. Oi Fabi !
    Nossa , que resenha empolgante e instigante foi essa ?!
    Mulher eu nem tô tão a fim , ultimamente, em ler fantasias mas ,admito que ,sua empolgação pela história me contagiou . Sim ,eu fiquei mega curiosa em saber mais sobre a obra é ,claro ,já adicionei a lista de desejados...
    Sei bem o quanto você deve ter se segurado para não soltar nenhum spoiler rs , porqueeu sou exatamente como você: se gosto demais da história, tem que me amarrar pra eu não sair contando as melhores partes haha ...
    Emfim, amei a resenha.
    Beijos <3 !!!






    www.emcadapáguna.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dani, sou dessas que quando gosta do livro fala dele por mil anos e que deixa a empolgação sair sem freio! kkkkkkkkkkk
      Eu espero que vc leia o livro... ainda mais por eu ter conseguido terminar a resenha sem dar spoiler - brilhei demais! Hahahhaha
      Quase que preciso de uma mordaça pra terminar a resenha.... como eu sofro! Ainda bem que vc me entende! hsIAhsiuHAs

      Beijos

      Excluir
  12. Oi Fabíola

    Eu não conheço o autor e nem o livro, mas sua resenha me convenceu de que é uma aventura incrível, fiquei bem curiosa!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mi, vale a pena conferir a estória e a narrativa delícia que esse livro traz! Se joga, rs!

      Ah, tô adorando seus mini vídeos no "Snapgram"... sHIAUhsUIAHs

      Beijos

      Excluir
  13. Sem dúvida quero! Já está até na listinha dos queros! kkkkkk Aguardava muito a essa resenha! Por que demorou tanto?!!!! kkkkk Como sempre atrasada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, o tempo tá escasso, Carlinha! SEN OR!
      Sem contar que eu estava tão empolgada com o livro que foi bom esperar um pouco... as chances de soltar spoiler são menores assim!
      shIAHsiuHAs

      Beijos, sua linda!

      Excluir
  14. Miga, sua louca!!
    Hahaha
    Olha, fiquei muito empolgada com o livro! O único que me fez sentir como você foi HP. Aliás, minha carta está 11anos atrasada, maaaas eu entendo... O mundo dos trouxas é bem complicado, então a carta pode ter sido extraviada, é raro, mas estou treinando pensar sempre no melhor.
    Voltando para o livro, eu amo fantasias! Só que quando é uma série gosto de esperar todos serem lançados para começar a ler... Sou um tantinho ansiosa, sabe?!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Miga, minha carta tá atrasada tb... acho que a minha coruja não tem um bom senso de direção! :(
      Mas eu ainda estou esperando... ela vai chegar em breve, to sentindo! Assim como a sua!
      Aí vai ser mais lindo ainda! Vamos pra Hogwarts juntas!
      Hahahhaha
      Eu era assim no passado. Só lia quando tinha todos os livros da série... mas acabei me entregando à livros que eu nem sabia que eram séries, daí aprendi (acho) a esperar... mas dói no fundo do meu pobre coração! shIHAis

      Beijos

      Excluir
  15. Oi, Fabi! Tudo bem?
    Eu não tinha visto nenhuma resenha sobre o livro ainda, mas me surpreendi.
    Apesar de não ler muitos livros de fantasia, ainda é um assunto que me atrai bastante!
    Quem sabe eu não dou uma chance para esse, né?! Ainda mais depois de uma resenha tão apaixonante, né?! hahaha
    Beijinhos

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Mari, sua linda! Eu espero que eu a tenha empolgado a ponto de ler o livro mesmo, pois pra quem curte o gênero, ele é um prato cheio!

      Beijos!

      Excluir
  16. Opaaa! Ameeei esse livro, não conhecia pq ainda meu Deus!
    Gostei bastante do enredo, dos personagens tbm, a capa está uma graça! Qro conferir!!
    Bjs Fabi!

    ResponderExcluir
  17. sei nãoooo.... nao sei se curti... ando meio chata..... hahahahahhhaha acho que é minha dieta de livros.... ou o tanto que tenho que estudar..... mas nao me pareceu meu gênero... mas sua empolgação é contagiante

    ResponderExcluir
  18. Nossa, mas agrada tanto assim? Faz tempo que não pego nada do gênero e até me animei com todos esses elogios. Adoro uma boa aventura que dê frio na barriga, faça ficar roendo unhas e devorando páginas para saber mais. E se ele tem tanta emoção assim parece que vale a pena se jogar. Deu vontade de ir ler logo pra ver se é tudo isso mesmo!

    ResponderExcluir
  19. Gostei da aventura e gostei dos personagens. Eles são fortes e bem diferente. Não é um tipo de leitura que eu faço, mas vou colocar na minha lista, quem sabe um dia! :)

    ResponderExcluir

© PAUSA PARA PITACOS - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: RENATA MASSA | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo