Menu em imagem

Image Map

30 junho 2016

{Resenha } ~ Amante Revelado - J. R. Ward ~

Hey, pipow!
Como é que vocês estão?

Hoje eu vim pra falar de mais um livro mara da minha série preferida - a Irmandade da Adaga Negra. Os protagonistas da vez são Butch O'Neal e Marissa, e novos personagens também dão as caras nesse volume.

Quando li: Agosto, 2015.
Título: Amante Revelado - Irmandade da Adaga Negra #4
Autor(a): J. R. Ward
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 495
Classificação: 
Onde comprar? Amazon | Submarino
Sinopse: Butch O'Neal é um lutador por natureza. Ex-policial da divisão de homicídios, durão, ele é o único humano que já foi admitido no círculo da Irmandade da Adaga Negra. Ele deseja mergulhar ainda mais fundo no mundo dos vampiros e na guerra contra os redutores.
Não tem nada a perder. Seu coração pertence a uma vampira, uma beldade aristocrática inatingível pra ele. Se não pode ter Marissa, então, pelo menos, quer lutar lado a lado com os Irmãos.
O destino o amaldiçoa realizando precisamente o seu desejo. Quando Butch se sacrifica para salvar um vampiro dos assassinos, cai vítima da força mais sinistra dessa guerra. Deixado para morrer, é encontrado por um milagre, e a Irmandade recorre a Marissa para trazê-lo de volta. Mas, mesmo o seu amor pode não ser suficiente para salvá-lo...

ATENÇÃO!!! PODE CONTER SPOILERS DOS LIVROS ANTERIORES!!!

Butch O'Nel é (ou era) um policial que nos foi apresentado no primeiro livro. Ele era amigo (e tinha uma quedinha) de Beth, a atual rainha da raça dos vampiros, shellan de Wrath. Após uma série de fatos, ele acabou conquistando a confiança dos guerreiros, e hoje vive na mansão da Irmandade da Adaga Negra. Ele passou a ser o melhor amigo de Vishous, e a amizade entre eles é algo lindo e hilário de se ver. A ligação entre eles é notável, e ela será fundamental para que as coisas fluam nessa estória.

Também no primeiro livro, o Tira se apaixona por Marissa, uma fêmea maravilhosa e de linhagem aristocrática, e seu amor foi correspondido. Mas no livro anterior a este, eles estavam meio brigados e, por isso, Butch tem afogado suas mágoas com Lavignium (uma marca de whisky) e tem se esforçado cada vez mais para ser útil à Irmandade na luta contra os redutores. Ele andava se sentindo meio inútil, pois por causa de um mal entendido estava longe de sua amada, ele nunca se dava por satisfeito quando fazia algo pela Irmandade - queria fazer sempre mais - mas, da pior forma possível, ele passou a ser uma peça chave para os guerreiros na luta contra seus inimigos.

Em determinada luta, após salvar um macho, Butch é sequestrado pelos redutores e o pior acontece: ele tem um encontro com Ômega. Após esse encontro, ele é deixado para morrer, mas graças a um milagre ele é encontrado por Vishous, que imediatamente o leva para a clínica de Ravers, irmão de Marissa. Ela fica sabendo do novo paciente da clínica e, juntamente com Vishous, passa a assistir Butch de pertinho.

A reconciliação acontece, as coisas esquentam... mas os problemas do Tira ainda não chegaram ao fim. Ele ainda sente a presença de Ômega, e o pior: ele não pode dar tudo o que Marissa precisa, afinal, ele é um humano. É sabido que fêmeas só podem se alimentar de machos e vice-versa, e Butch está vinculado - sim, acreditem! Eles se vincularam mesmo ele sendo um humano! - e um macho vinculado não suporta que sua fêmea seja tocada por outro macho. E aí, como é que a moça se alimenta desse jeito, minha gente? Num dá, né?

Mas as coisas mudam drástica e rapidamente. Vishous, seu amigo de fé, irmão camarada, descobre algumas coisinhas sobre o passado - passado mesmo! ele fuçou a árvore genealógica do Tira - e as descobertas feitas por ele irão mudar a vida de Butch para sempre. Elas o permitirão ser ainda mais útil à Irmandade e, de quebra, resolverão seus problemas com Marissa.

Em termos de ação, de perrengue e de frio na barriga, esse livro, assim como os outros, não deixa a desejar, pelo contrário. Ele nos ofereceu todos esses elementos em abundância. Butch é um dos personagens mais engraçados da série, e seus diálogos com Vishous sempre nos rendem boas risadas. A amizade entre eles está ainda mais forte, eles estão cada vez mais íntimos e próximos, e foi graças a essa proximidade que Butch foi encontrado.

Apesar de ter todos os bons elementos da série, algo me desanimou um pouco. Marissa. Eu a achei bem sem sal, sabe? Ok, é preciso levar em consideração sua ingenuidade e o fato de ter em mente todas aquelas regras estúpidas impostas pela glymera, mas ainda assim, eu a achei bem chatinha. As cenas de amor entre eles foram lindas e quentes, a perda da inocência de Marissa - sim, ela era virgem! - foi bem bonitinha, sensível e, por vezes, engraçada, mas acho que o que me incomodou foi o fato de que tudo foi meloso demais. Butch é um cara durão e machão, e de repente, se tornou um mela cuecas. Aliás na presença de Marissa, ele se tornava um mela cuecas. Longe dela, ele voltava a ser o Butch de sempre. Bem típico, né não?

Apesar de ter achado o relacionamento deles meloso, o restante da trama foi fantástico, e por isso não o abandonei. Muitas reviravoltas aconteceram, e eu fiquei eufórica com todos esses acontecimentos.

Mais uma vez quero frisar o fato de que, mesmo sendo uma série enorme, até agora não encontrei nenhum livro que tenha sido repetitivo e nem chato, pelo contrário. Todos eles me prenderam de tal forma que ler devagar não era uma opção.

E temos aqui mais um livro capaz de agradar a todos os públicos por conter tudo quanto é elemento possível. Ação, suspense, emoção, aventura, romance, cenas picantes e nada vulgares, e de quebra, uma pitadinha de comédia.

Leia e corra para ter um Irmão para chamar de seu! ;)

18 comentários:

  1. Muito boa a sua resenha! Eu não li essa serie, mas tenho muita vontade de lê-la. E ao ler a tua resenha, somente fez aguçar a minha curiosidade em relação ao livro. Forte abraço!

    Marcas literárias
    leootaciano.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Muito boa a sua resenha! Eu não li essa serie, mas tenho muita vontade de lê-la. E ao ler a tua resenha, somente fez aguçar a minha curiosidade em relação ao livro. Forte abraço!

    Marcas literárias
    leootaciano.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi, Fabi!
    Tive de pular sua resenha por conta do seu aviso. Maaaaas um dia eu começo, apesar do tanto de livro que ela tem
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção de aniversário do blog Crônica sem Eira

    ResponderExcluir
  4. nossa demorou um pouquinho para sair essa resenha, mas tudo bem.
    eu desisti de ler essa série, acho q li até o 8ª, os primeiros eu amei mas começou a ficar muito repetitivo para mim( pelo menos foi o q aconteceu comigo), e eu abandonei(talvez o problema de eu ler um livro atrás do outro sem esperar um ano pelo próximo), sem falar q nenhuma expectativa de se um dia termina essa série.
    mas os cinco primeiros são ótimos!

    ResponderExcluir
  5. "Mela cuecas" hahahaha
    Oi Fabi!
    Eu nunca tinha ouvido falar dessa série, mas gostei muito da sua resenha e fiquei bem curiosa pela leitura. Faz tempo que não leio um livro que envolva vampiros na história.
    Contudo, eu adoro esse gênero que envolve aventura e suspense. Acho que vou apostar na leitura dessa série :)

    ResponderExcluir
  6. Olá!!!
    Ainda não tive a oportunidade de de ler esta séria, mas esta na minha longa lista de livros que quero ler.
    Gosto muito de livros deste gênero e sua resenha me deixou ainda mais curiosa para conhecer.

    Beijos
    Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  7. Olá!!
    Não conhecia e já amei! Pela capa a série parece mto boa e o enredo me agrada mto, com gosto de qro ler mais!!!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  8. Nunca tinha lido nada sobre essa série antes (eu acho), mas já tinha ouvido o título. Agora que já li alguma resenha a respeito, parece ser bem legal.
    Além disso, faz tempo que não leio nada de vampiros.

    ResponderExcluir
  9. Já li diversas resenhas sobre essa série, mas admito que ela não me desperta curiosidade, mesmo com resenhas incríveis. Talvez seja porque eu não curto muito vampiros, não sei ao certo.
    De toda forma gostei da resenha, apenas acho uma pena quando um personagem seja feminino ou masculino muda drasticamente de comportamento perto de seu par romântico. Tipo, eu entendo que por ser o amor da vida dele ele obviamente vai tratar de forma diferente de um amigo ou coisa assim, mas não há necessidade de mudar a personalidade para que seja possível ver demonstrações de amor.
    Abraços

    ResponderExcluir
  10. Oi Fabi,
    Eu até gosto do estilo da série mas não pretendo ler pq ela é taaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaão grande! Isso desanima muito o meu bolso, rs.

    ResponderExcluir
  11. É, Marissa é meio sem sal e chatinha em muita parte desse livro. Sei lá, não gosto muito da ingenuidade dela...
    Mas gosto da personagem (vai entender). Acho que você sabendo da história dela compreende porque ela é como é. Isso é bacana.
    O romance dos dois é meio...normal. Não é dos que mais adoro na série, mas vale a pena conferir porque ambos vão "evoluindo" e isso é bom de ver. A série toda vale a pena, eu leria e leria de novo, então não tem muito do que reclamar. Porque até aquele casal mais morno tem graça né.

    ResponderExcluir
  12. Acho legal essas séries enormes, os fãs vão a loucura! Hahaha
    Eu achei essa legal, tem vários elementos misturados, talvez eu leia ;)

    ResponderExcluir
  13. Sempre que eu vejo você falando dessa Irmandade da Adaga Negra que eu fico muito curiosa sabe, só que eu acho que eu não tenho muita cabeça pra ler uma Saga desse tamanho, sou muito ansiosa, quero saber o final de tudo logo...aí acaba que fica esquecido na estante.
    Que nem umas trilogias que eu tenho,começo e acabo nao terminando por que eu quero ler outros eu sou muito ansiosa mas quem sabe um dia né!!

    ResponderExcluir
  14. Oi Fabi, sabe que eu nunca me interessei muito por essa série? Vai ver e porque não curti muito crepúsculo e "peguei ranso" com histórias de vampiros. Tudo bem, eu sei que essa estória não tem nada a ver com crepúsculo, e até por isso não li toda a tua resenha. Porque vai que eu resolva ler um dia? Você comentou que teria spoilers, então eu não quis arriscar ;)

    ResponderExcluir
  15. Fabi, eu já tive muita vontade de ler essa série, mas é tanto, tanto livro, que acabei deixando de lado kkkk Mas é bom saber que esse livro é bem recomendado e que ele possui um pouquinho de tudo, suspense, humor, amor, ação, aventura... Talvez um dia eu leia, não sei :/ Beijo!

    ResponderExcluir
  16. Ah poxa, meu comentário sumiu... pq? :(
    Não li a resenha toda para não pegar spoiler da série, não sei se terei a oportunidade de ler um dia, mas trás tanto elementos que gosto tanto em uma história que quem sabe, né?
    Fico feliz por esse livro ter mantido a qualidade dos outros e por você ter curtido muito!
    Beijos :*

    ResponderExcluir
  17. Fabii, a coleção desse libro é enoooorme. Eu até ja pensei em colocar eles na minha lista de leituras, mas quando eu vejo a quantidade dd livros, da vontade de chorar, me faltam verbas pra isso hehehe
    Mas um dia, quem sabe quando eu for morar em minas, vc me empresta pra eu ler kkkkk

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

© PAUSA PARA PITACOS - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: RENATA MASSA | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo