Menu em imagem

Image Map

23 maio 2016

{Resenha } - A morte de Sarai - J. A. Redmerski ~

Hey, pipow!
Como estão?

Eu estou muitooo frustrada. Mais uma vez eu não consegui postar o vídeo no YouTube. Mas amanhã eu tento mais uma vez! #SouBrasileira

E para aplacar a frustração, hoje eu comi um livro. Comi com farinha! Eu comecei a lê-lo na semana passada, na quinta, eu acho... mas no dia em que eu o peguei pra ler eu estava dispersa pra caramba e acabei lendo somente 17 páginas. Acabei nem pegando no bichinho no fim de semana, mas acordei determinada a avançar com a leitura hoje - mas não achei que seria tanto assim. Fiquei fissurada, minha gente!

Trata-se de A morte de Sarai, um thriller/ação/romance muito envolvente e gostoso de ler.
Ó só!


Quando li: Maio, 2016.
Título: A morte de Sarai - Na companhia de assassinos #1
Autor(a): J. A. Redmerski
Editora: Suma de Letras
Páginas: 255
Avaliação: 
Onde comprar? Amazon | Americanas | Submarino
Sinopse: Sarai era uma típica adolescente americana: tinha o sonho de terminar o ensino médio e conseguir uma bolsa em alguma universidade. Mas com apenas 14 anos, foi levada pela mãe para viver no México, ao lado de Javier, um poderoso traficante de drogas e mulheres. Ele se apaixonou pela garota e, desde a morte da mãe dela, a mantém em cativeiro.
Apesar de não sofrer maus-tratos, Sarai convive com meninas que não têm a mesma sorte. Depois de nove anos trancada ali, no meio do deserto, ela praticamente esqueceu como é ter uma vida normal, mas nunca desistiu da ideia de escapar.
Victor é um assassino de aluguel que, como Sarai, conviveu com morte e violência desde novo: foi treinado para matar a sangue frio. Quando ele chega à fortaleza para negociar um serviço, a jovem o vê como sua única oportunidade de fugir. Mas Victor é diferente dos outros homens que Sarai conheceu; parece inútil tentar ameaçá-lo ou seduzi-lo.
Quando as circunstâncias tomam um rumo inesperado, os dois são obrigados a questionar tudo em que pensavam acreditar. Dedicado a ajudar a garota a recuperar a liberdade, Victor se descobre disposto a arriscar tudo para salvá-la. E Sarai não entende por que sua vontade de ser livre de repente dá lugar ao desejo de se prender àquele homem misterioso para sempre.

Sarai morava com sua mãe em um trailer em Tucson, nos Estados Unidos. Ela aguentava toda a sua gandaia, libertinagem e seu vício em drogas calada, até que um dia sua mãe conhece um mexicano chamado Javier. Ela logo entende que aquele cara é diferente. É tão nojento quanto todos os outros homens com quem a mãe se relacionou, mas esse é diferente. Um pouco mais refinado e, pasmem, mais cordial. Sua mãe acaba resolvendo se mudar para o México, e obviamente, Sarai precisa ir também. Lá chegando, ela sente que Javier a olha com outros olhos, mas ele nunca ousou tocá-la - até a morte de sua mãe.

Javier é um poderoso traficante de drogas e de mulheres e, apesar de ter várias sob o seu poder, sendo escorraçadas a todo tempo, ele era diferente com Sarai. Ela tinha um tratamento diferenciado, tinha certas regalias, mas sempre esteve presa na fortaleza do mexicano, assistindo a todas as atrocidades cometidas àquelas garotas por ele, seus homens e sua detestável irmã Izel. E toda esse tratamento especial - que no fim das contas nem era tão especial assim - tinha um motivo: Javier a amava.

Mesmo com o tratamento diferenciado e com a confiança do chefão, Sarai traçava planos para fugir da fortaleza. Ela teve muito tempo para isso, afinal, está presa há nove anos. Sempre que ela pensa em algo, o fato de estar no meio do nada a impede de colocar o plano em prática, até que a visita de um americano reacende suas esperanças. Ele está na fortaleza com o intuito de fazer negócios com Javier. Ele é um assassino de aluguel e está sendo contratado para matar um certo Guzmán. E essa é a grande chance de Sarai sair dali.

Ela consegue sair da fortaleza, se esconde no carro do americano e se afasta de sua prisão. Mas as coisas não saem exatamente como ela planejou.

Na verdade, as coisas também não acontecem como Victor, o assassino de aluguel frio, misterioso e bonitão esperava. E ter aquela garota no seu calcanhar só piora as coisas. Ela está prestes a mudar o rumo de todos os seus planos para aquela missão. E não vai mudar só isso. Além de mudanças, Sarai irá colocar Victor em uma situação extremamente delicada, e o desenrolar dela não será nada bom. A palavra do momento é PERIGO.

Como eu disse lá em cima, minha intenção era avançar um pouco na leitura, nada mais. Mas, quando dei por mim, faltavam poucas páginas para acabar. A narrativa desse livro é extremamente fluida e envolvente, os acontecimentos constantes e eletrizantes me deixaram ávida por saber o que viria a seguir. A todo momento algo está rolando, a todo momento há ação, dúvidas de qual será o destino de Sarai e de Victor, qual será o próximo passo dado por ele, enfim, não dá pra piscar.

A narrativa é em primeira pessoa e intercala entre os protagonistas - Sarai e Victor -, fazendo com que as coisas fiquem ainda melhores. Sarai é destemida e inteligente, afinal, já comeu o pão que o diabo amassou, mas mesmo assim ainda conserva um ar inocente, causado por sua falta de contato com o mundo fora da fortaleza. Victor passa todo o tempo em conflito em relação aos próximos passos a serem dados - mas não pense mal dele por isso, pois essa dúvida toda é relacionada a qual estratégia usar para proteger Sarai -, raramente demonstra algum tipo de sentimento, mas quando o faz, nos derrete. Nem preciso dizer que estou apaixonada, né? Adoro homens misteriosos, rs!

A gente passa a maior parte do livro com o coração na goela! São muitos acontecimentos diferentes, todos eles acontecem de forma rápida e sem firulas. Aqui não tem mimimi, minha gente! A autora soube dosar bem até mesmo palavras vulgares, fazendo com que elas não soassem tão vulgares assim - pode isso, produção?

Um thriller viciante, de tirar o fôlego, com ação pra ninguém botar defeito e, de quebra, com pitadas de romance. É impossível não torcer pelos "mocinhos". É, eu sei que eles não são tão mocinhos assim... mas é aí que está a beleza da estória.

Quanto à capa, nem preciso comentar muito. Um show à parte. Ela ilustra muito bem o que encontramos no interior dessa obra - sangue, sensualidade, sangue, poder, sangue. Quanto à diagramação, fiquei um pouco incomodada com o tamanho da fonte no início, achei meio pequena, mas depois acabei me acostumando.

Acho que nem preciso dizer que eu recomendo, né?
Agora é correr pra ler o segundo livro da série! Aiai... Victoooorrr... nos encontraremos em breve, baby!

42 comentários:

  1. Me lembro que quando esse livro saiu tinha ficado muito interessada nele, parece possuir diversos elementos que gosto em um bom livro, mas com o passar do tempo meu interesse diminuiu um pouco. Não exatamente por achar que o livro será ruim, acho que foi um desgaste natural de expectativa. Caso eu leia A Morte de Sarai, levará algum tempo até lá, já que livros na lista não faltam e sempre lança mais um para ser adicionado (nessas horas gostaria de ter um clone, ajudaria para caramba u-u).
    Enfim, adorei a resenha, conseguiu trazer um pouco da minha antiga curiosidade quanto a esse livro de volta à tona.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu espero que a sua curiosidade volte com tudo, Karina! É um livro bem bacana, acho que a série tem muito o que oferecer.

      Beijos!

      Excluir
  2. Oi Fabi,
    Fiquei curiosa pela série mesmo sabendo que vou ficar com um pouco de insônia, rs. Não gosto de livros com letra muito pequeninha, me dá um cansaço... Daí quando eu vejo já dormi e tem um monte de fotos que meu marido tira para me zoar, falando que realmente eu "leio muito".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode se preparar para a insônia mesmo, Maria! Difícil demais largar esse carinha aí! A letra não é pequenininha demais, rapidinho a gente se adapta, sabe? Eu sou meio cegueta, por isso que demoro um pouco mais para me adaptar, rs.

      Seu marido é um cara legal, hein! shIAhsuIAHsiuHAish
      Que maldade dele!
      Rs

      Beijos

      Excluir
    2. Ele é gente boa, só não é meio normal, kkkk. Até pq para ele casar comigo não poderia ser normal mesmo, rs.

      Excluir
  3. Oi, Fabi!
    Mirmã, eu sei quando desconta a frustração e come os livros com farinha hahhaha
    Eu quero muito ler esse livro porque eu li outro da autora e gostei muito.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ultimamente tô nessa dieta de comer livros com farinha e sem nem empurrar com água, viu Lu! Tá demais.
      sHIAUshuaihs

      Beijos

      Excluir
  4. Oi Fabi! Menina, eu ouço direto da minha cunhada que esse livro é realmente bom, e agora fiquei mais curiosa ainda. Acho que vou ainda hoje pedir emprestado rsrs.
    Beeijos
    http://lua-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Peça mesmo! Sua cunhada tem razão: é excelente livro!
      Eu espero que vc goste tanto quanto eu!

      Beijos

      Excluir
  5. Então isso é uma série? Pelo visto deve ser muito bom mesmo! E bem diferente do que a gente encontra por aí. Mas tem uma coisa que me deixa com uma pulguinha atrás da orelha... Por que sempre tem que surgir um cara pra salvar a mocinha indefesa? Por mais que essa não seja tão indefesa, eu teria curiosidade em encontrar um livro em que os protagonistas não precisem dar uns amassos. Até nossa musa Katniss pegou o Peeta. Claro que me é errado com romances, mas seria legal, pra variar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Relendo agora... "me errado com romances" é boa... Hahaha
      Eu quis dizer "me derreto"! :P

      Excluir
    2. Sim, é uma série, Leti! Mas aqui em nosso país atrasado só foram publicados dois livros por enquanto.
      Nesse livro num tem muito essa de um cara que aparece pra salvar a mocinha indefesa, viu. Primeiro pq ela não é indefesa... e segundo pq o cara aparece na "reta" dela simplesmente pq ela o está usando para fugir, rs.
      É um romance atípico, de verdade. Ele até tem pinta de herói em algum momento, mas logo passa, rs! Acho que vc vai curtir!
      E os amassos são poucos! Kkkkkkkkk

      Beijos

      Excluir
  6. Oiii Fabi

    A sua resenha me edeixou super curiosa pra conhecer essa história, aliás adoro esses mocinhos fora do padrão... Li um livro há muitooo tempo atrás em que o mocinho tb era um traficante, algo assim, chamava The Storyteller e lembro que devorei o livro por causa da história de amor nada convencional... Essa sua resenha me lembra desse tipo de livro e do quanto eu geralmente disfruto com esse tipo de leitura. Vai pra minha listinha

    naprateleiradealice.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente esse livro não é nada convencional, Alice! Acho que vc vai gostar bastante! Espero que o leia em breve.

      Beijos

      Excluir
  7. Mas gente, vc devorou o livro rsrsrsrs
    Como sempre amei a resenha, a história do livro me interessou bastante, como sempre já foi pra minha listinha que só aumenta a cada resenha =D
    Adoro esse mocinhos que não são bem mocinhos mas que ganham nosso coração. Amo livros com pitadas de supense, cheios de emoção, bem como esse que te faz esquecer da vida. Já anciosa pra poder ler e compartilhar o que achei. Não esqueça de vir nos dizer o que achou dos próximos também.
    Espero que o Youtube colabore hoje e você consiga postar o vídeo #oremos ;)
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tô doida pra ler os próximos, Alleh! Mas doida mesmo! Até sonhei com a estória a noite menina! sIAhsiuhasas
      Eu espero que vc leia e que goste tanto quanto eu!
      Beijos

      Excluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Eu acho que já tinha visto algo sobre esse livro, pelo menos o nome.
    Quando vi a capa achei que era terror, deve ser por isso que não li nada sobre a abra, mas ela é muito chamativa e bonita, e a estória também.
    Ótima resenha e fiquei com vontade de quero mais, parece ter de tudo na estória, gostei muito, vou adicionar a "listinha".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é o tipo de livro que tem uma série de gêneros diferentes na estória e que por isso pode agradar a todos, Ket!
      Espero que o leia e que goste tanto quanto eu!

      Beijos

      Excluir
  10. nossa que legal, este livro me chamou muita atenção,apesar de não ser do gênero que costumo ler!!
    Adoro historias onde tem garotas novinhas, acho que é um fetiche!!
    Amei, me lembra muito os filmes que meu marido gosta de ver, se passando no México!!
    Amei!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que vc irá gostar, Kakau! Mesmo ele sendo diferente! Arrisca pra ver se curte!

      Beijos

      Excluir
  11. Não conhecia o livro, gostei muito da sua resenha e fiquei bem curiosa pela leitura, achei a premissa muito interessante. Eu gosto de livros que prendem o leitor, estou tão desligada nas leituras ultimamente que preciso de um livro assim agora.

    Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele livro nos fisga já nas primeiras páginas, Claris! Difícil de largar...
      Espero que possa lê-lo e que ele a agrade!

      Beijos

      Excluir
  12. Anime admira que vc o tenha devorado com farinha e sem ajuda de alguma coisa pra beber! Kkkkkkk
    Menina! Q sinopse é essa? 😱
    Choques! Já imaginei um trailer do livro! Hahaha!
    Deve ser fabuloso mesmo!... mas infelizmente ainda não li...
    Bjinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Enquanto lemos vai passando um filme na nossa cabeça, Fê! Sério!
      Ele daria um ótimo filme.
      A premissa já nos deixa sem rumo... a estória, nem se fala!

      Beijos

      Excluir
  13. Eu já li outros dois livros dessa autora, e apesar de não ter gostado tanto dos livros em si, eu gostei muito da escrita dela.
    Eu já vi muita gente comentando sobre esse livro, mas nunca me interessei o suficiente pra saber sobre o que se tratava. E lendo a sua resenha agora, eu fiquei particularmente chocada e querendo muito lê-lo, eu não sabia que era isso tudo! E adorei saber que a narrativa se alterna entre o pontos de vista de ambos os protagonistas, adoro quando isso acontece. E já estou querendo a resenha do próximo livro kk Beijo :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A narrativa da autora é bem bacana, né? E a sacada dela em alternar entre os personagens principais foi genial! Ele tempera ainda mais a trama!
      Eu espero que vc o leia e que goste tanto quanto eu, Cris!

      Beijos

      Excluir
  14. Diferente de tudo que eu já li, mas muito me interessei por ele. Mocinhos que não são tão mocinhos assim é muito bom, faz a gente rever os nossos conceitos de ninguém é totalmente bom e nem totalmente mal hehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato. Ninguém é totalmente bom ou mau. E Victor (saudades, seu lindo!) nos mostra exatamente isso.
      Adorei demais! Leia pra fofocarmos sobre ele! Rs...

      Beijos

      Excluir
  15. Terceira. Terceira vez que tento comentar aqui e não vai. aaaaaaaa. olê olê olá. Enfim, se for dessa vez vou logo dizendo : Você é uma sereia de livros, Pitacos(chamo assim MERMO). Não tem UMA única vez que eu entre aqui e veja um post sobre livros que me apaixone. E a lista ó.... AUMENTANTO. adooooooooooro kkkk Mulher, você acertou em cheio no tipo de protagonistas que eu amo. Cara, sou apaixonada por homem misterioso, e principalmente quando demonstra poucos sentimentos e que a pritagonista é inteligente e atrevida, tornando-se um pé no saco para ele e o fazendo começar a se apaixonar. ACERTOU EM CHEIO, COMO SEMPREEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE. Beijoooos +1 livro adicionado com sucesso V (finja que é aquele V de operação completa, ok?)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem UMA única vez que eu entre aqui e veja um post sobre livros que não consiga me deixar apaixonada *************

      perdão hehehehe

      Excluir
    2. Menina Tahís me matando de rir com seus comentários como sempre! sHIAhsuiHAISUAHs
      Adorei o "Sereia dos livros". sHAUIshUIAHSiuHAs
      VC vai amar esse livro já que curte mocinhos que não são convencionais! Victor é um cara apaixonante a seu modo... e eu também amo homens misteriosos e frios! #Masoquista
      shIAhsuiAHSIUAHs

      Beijos

      Excluir
  16. Olá Fabi! Achei bem interessante o livro. Não li, porém está bem descrito por você!! Quando li esse título Uma vez, pensei que era um tema totalmente diferente. Um romance, com suspense. Humm. Parece bem legal. Queria saber mais quais as posições de Sarai, se ela é aquele tipo de mocinha tipo Louis Lane (argh) ou ela vai Pra cima. Kkk bjinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andlas, Sarai é sangue no olho! Kkkkkkkkkkkkkkk
      Nada de Louis SONSA Lane. Ela vai pra cima sem medo! Ela se resolve sozinha e nem precisa de ninguém que a socorra o tempo todo. Leia! Vc vai amar! Hahhaha

      Beijos

      Excluir
  17. Gostei muito do que li dela até agora e é essa escrita viciante que me conquista. Consigo comer páginas com os livros da autora. E que bom ver que esse é outro impossível de pausar. Porque a história promete e se for bem feita...ahh, demais!
    Só não li ainda por querer mais livros, pra poder ler um depois do outro.
    Quero muito conferir essa série dela.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não sei se queria ter esperado para ter todos em mãos ou se fico feliz por já ter lido o primeiro, Cris!
      É muito amor envolvido por esse livro!
      sAIUhsuIAHSAs
      Espero que o leia logo!

      Beijos

      Excluir
  18. aiiiii deu vontadinha de ler esse ai... mas utimamente ando tão dispesa... eu ainda não terminei a menina submersa... ahahhahahaha vai fazer quase um mes que to lendo ele

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A menina submersa é um livro confuso.... não dá pra ler de uma vez! Ele é muito denso.
      Quando vc pegar um mais fluido, rapidinho a dispersão acaba!
      Rsrsrs
      E esse é uma boa pedida!

      Beijos

      Excluir
  19. Que livro é esse?? Só pela sua resenha já pude perceber que é de tirar o fôlego!
    Já quero! É tão bom quando a leitura flui rapidinho assim né?
    Fiquei muito curiosa, espero a resenha do segundo livro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tô doida pra ler o segundo, Thuanne! Acho que vou comer com polenta!
      sHAIshuiHSUHAIUhs

      Beijos

      Excluir
    2. Também quero a segunda resenha e to doida para ler também o segundo! ( Meu Deus, lá vai eu ser intrometida comentando as coisas dos outros *tapa na testa*)

      Excluir
  20. ❤❤❤❤❤☀☀☀☀☀⭐⭐⭐⭐✌✌ (já que só vê esses emoticons). Amei amei amei amei amei amei amei amei, amei, amei, amei, amei, amei, amei, amei, amei, amei, amei. Amei, amei amei e acho que já dá pra ver que amei, não? ❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤❤

    ResponderExcluir

© PAUSA PARA PITACOS - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: RENATA MASSA | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo