Menu em imagem

Image Map

10 abril 2016

{Resenha} ~ Orgulho e preconceito e zumbis - Jane Austen e Seth Grahame-Smith ~

Hello, pipow!
Como estão? Como foi o fim de semana?
Espero que tenha sido tudo de bom, assim como foi o meu!

Não deu pra aparecer ontem por motivos de: meu namorado arrumou duzentas coisas pra fazermos e não tive tempo pra nada! Mas o dia foi super proveitoso, com direito a entrevista com autora parceira e tudo! Mas esse é um assunto a ser tratado em outro post, viu?

Bem, chega de papo!
Hoje eu trouxe resenha daqueeeele livro que vocês pediram para eu ler e resenhar! E o pedido de vocês é uma ordem, seus lindos!


Quando li: Abril, 2016.
Título: Orgulho e preconceito e zumbis
Autor(a): Jane Austen e SethGrahame-Msmith
Editora: Intrínseca
Páginas: 318
Avaliação: 
Onde comprar? Submarino | Americanas | Amazon
Sinopse: No romance clássico, Jane Austen iniciava uma saga das casadouras irmãs Bennet com o aviso: "É uma verdade universalmente reconhecida que um homem solteiro, possuidor de uma grande fortuna, deve estar em busca de uma esposa." Agora, porém, a história é outra...
No tranquilo vilarejo de Meryton, nossa heroína, a guerreira Elizabeth Bennet, treinada nos rigores das artes marciais, está determinada a eliminar a ameaça zumbi. Até que sua atenção é desviada pela chegada do altivo e elegante Sr. Darcy. Ela conseguirá superar os preconceitos sociais dos grandes aristocratas ingleses, tão ociosos e orgulhosos de seus privilégios?
Grahame-Smith transfigura as famosas passagens do texto de Jane Austen em uma deliciosa comédia de costumes. Além dos embates civilizados e repletos de cortesia entre o casal de protagonistas, inclui batalhas violentas, em confrontos cheios de sangue e ossos quebrados. Conjugando amor, emoção e lutas de espada com canibalismo e milhares de cadáveres em decomposição, Orgulho e preconceito e zumbis transforma uma obra-prima da literatura mundial em uma história sangrenta que você não vai conseguir parar de ler.

Estamos em Meryton, uma cidadezinha agradável no interior de Londres. A cidade, bem como toda Londres, está sendo atacada por zumbis, e por isso, até mesmo as damas são treinadas nas artes mortais a fim de defender não só suas famílias, mas também suas cidades e condados.

A família Bennet, composta por cinco jovens belas damas e por pais zelosos, tem sua proteção feita pelas filhas, todas elas treinadas com louvor nas artes mortais. Mas, ainda assim, a Sra. Bennet não abre mão que todas elas se casem - de preferência com homens ricos - tendo em vista que a propriedade passará adiante quando o Sr. Bennet falecer. A lei diz que ela deve ser passada para um homem, e como os Bennet tiveram cinco filhas, a propriedade passará a pertencer a um primo distante, o clérigo Sr. Collins.

Para alegria das moçoilas da cidade, um certo Sr. Bingley está para se mudar para o condado, e conta-se que sua fortuna é de encher os olhos de qualquer um. Imediatamente a Sra. Bennet deposita todas as esperanças nesse tal rapaz que, para ajudar, é muito bem apessoado - um prato cheio. Rico, educado, bonito e simpático. E em um baile, suas atenções são atraídas pela bela Jane Bennet, a mais velha das moças, e isso deixa a Sra. Bennet extasiada.

Juntamente com o Sr. Bingley, um rapaz ainda mais rico e elegante está em Meryton. Trata-se do arrogante Sr. Darcy que, logo de cara, tem sua atenção voltada para Elizabeth, e vice-versa. Mas não foi uma atração positiva, não. Não foi amor à primeira vista. Foi antipatia à primeira vista.

Tudo parece correr bem até que o tal primo que irá herdar a propriedade de Longburn resolve dar as caras e fazer uma visita à família Bennet. Ao contrário do que todos pensam, ele não pretende simplesmente visitar sua futura propriedade. Suas intenções são outras. Ele está em busca de uma esposa. Ele está seguindo o conselho de Vossa Senhoria, a Lady Catherine de Bourgh, a espadachim mais mortífera de todos os tempos, a musa inspiradora das Bennet.

E dentre diversos acontecimentos, podemos destacar as lutas sangrentas com os não mencionáveis - os zumbis, e também picuinhas daqui e acolá... e mais zumbis... e uma pitada de romance também.

Acho que não preciso entrar em detalhes em relação ao romance, nem mesmo em relação às lutas - tendo em vista que não acontece nada específico para que elas ocorram. Eles estão passeando ou viajando e, de repente, um zumbi aparece e ele precisa ser morto. Decapitado. O que realmente me prendeu foram os acontecimentos secundários, como por exemplo, a transformação de um dos personagens em zumbi. Isso foi o que me levou a ler até o fim, pois o resto foi deveras óbvio. E não foi óbvio por eu já ter lido Orgulho e preconceito, pois não o li, e sim por que o andar da carruagem deixou tudo muito previsível.

O livro não tem grandes emoções - a não ser uma ou duas situações que me prenderam -, a narrativa é arrastada, não só pelo fato de se tratar de um clássico, mas por que dificilmente alguma coisa realmente importante acontecia. O que senti foi que o autor pensou: ah, está muito devagar, vamos colocar uns zumbis ali naquela estrada para que elas os matem.

Gostei muito de Darcy, eu o achei soturno e inteligente, bem como Elizabeth, que é sagaz e bem resolvida. Os demais personagens não me atraíram em nada, pelo contrário, alguns deles me deixaram furiosa.

Acho que a intenção do autor foi bacana, afinal, satirizar uma obra mundialmente famosa não é para qualquer um, tem que ter peito pra isso. Mas, infelizmente, não foi tudo o que eu achei que seria. Eu esperava mais ação. Mais zumbis. E o que mais me chateou foi o fato de que em momento algum o motivo de zumbis tomarem conta de Londres foi mencionado. Simplesmente nos fazem engolir que eles apareceram como uma praga - mas que praga? De onde ela vem? O que a desencadeou? - e que agora estão por aí, se arrastando em busca de cérebros fresquinhos.

Acho que a ideia foi boa, mas poderia ter sido mais bem desenvolvida, mais explorada e, principalmente, mais bem explicada. Uma pena, pois adoro zumbis!

A revisão está impecável, não encontrei nenhum erro sequer, mas a diagramação não me agradou muito. Achei a fonte pequena e isso fez com que eu demorasse mais do que eu gostaria para terminar o livro, pois eu precisava forçar demais as vistas. A capa ficou bem interessante, achei muito bacana! E dentro do livro temos ilustrações super bem feitas e condizentes com a cena em questão. Adorei!

É uma leitura válida, sim. Apesar dos percalços, eu me diverti e gostei bastante de alguns elementos. Mas, como eu disse, alguns pontos negativos sobressaíram os positivos, o que é uma pena!

E, pra finalizar, queria dizer que eu adoraria que Darcy me treinasse nas artes mortais, rs. E que Elizabeth tem o meu respeito. É bom dizer também que passei o livro inteiro - eu disse INTEIRO - ansiosa para dar um chute na bunda da Sra. Bennet. Desabafo feito!




56 comentários:

  1. Geeente, meus olhos estão lendo mas não estão crendo hahahahah
    Eu também imaginava que teria muita ação, zumbis e de onde vieram.
    Uma pena ter sido arrastado e não suprir suas expectativas (que eram iguais as minhas).
    Ainda tenho curiosidade de ler, mas agora com menos expectativa :D
    (Não gosto da Sra. Bennet nem no original hahaha)
    Bj


    IG: @saymybook
    saymybook.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jess, quem espera ação como a gente vai ficar decepcionado demais, viu... é realmente muito parado! O que é uma pena...
      E a Sra Bennet me deixou fulaaaa!
      SHAishUAIHs


      Beijos

      Excluir
  2. Só eu que não gosto de zumbis??? Gente acho eles tao sem graça!!! Já li livros , tentei ver series filmes!!! Mais não consigo!!! Acho muito agua de salsicha !!! desculpa gente!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HSIAHsiuHAIUShAs
      Nem é só vc, sua linda!
      E eu morro de rir com a expressão "água de salsicha"!
      kkkkkkkkkkkkkkk

      Beijos

      Excluir
  3. Você teria gostado de Elizabeth e do Sr. Darcy nos originais também, e sim, a raiva da mãe e de algumas das irmãs Bennet é válida.

    Em se tratando de zumbis, diversos filmes ou até mesmo TWD não explicam como surgiu. Aparece um, que infecta outro e assim por diante. Mas o assunto poderia ter sido bem melhor explorado nesse livro, de acordo com o que você descreveu na tua resenha.

    É uma leitura para a minha lista de próximos livros então, mas vai ficar mais pro fim da fila ;)

    Beijos e bom começo de semana! Porque amanhã já é segunda... zzzZZzzZ

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leti, também acho que eu gostaria deles no original, viu. Senti que eles têm uma personalidade que me agrada!

      Eu espero que goste, de verdade. Mesmo eu não tendo gostado, pode ser que vc goste, né?

      Beijos

      Excluir
  4. Imaginei que o livro seria abarrotado de zumbis e que teriam muitas mortes e sangue pra todo lado e tipo todos surtando pois zumbis estavam invadindo Londres e tal...
    O autor podia ter aproveitado e dado uma explicação melhor que uma praga pra zumbis. Pelo que deu a entender o livro deixou a desejar em pontos importantes, o que é uma pena pois se ele seguisse outra linha de pensamento talvez tivesse funcionado melhor.
    Mas vida que segue... Talvez um dia pare pra ler ele. Quem sabe?! Rsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu achei que se torcesse o livro, sairia um balde de sangue! Mas não sai nem um fundinho, viu...
      No filme eles falam algo sobre a praga sabe... de onde ela pode ter vindo. Mas no livro, nadica. Uma pena!

      Beijos

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Já quis muito ler esse livro, mas depois de ler várias resenhas eu fui perdendo a vontade. A impressão que dá é que o livro não tem nada de interessante. Uma pena.

    Abraço!
    http://tudoonlinevirtual.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até que há coisas bacanas, Sávio! Uma coisa aqui e outra acolá. Mas não é o tipo de livro que te deixa ligadão, sabe? Uma pena!

      Beijos

      Excluir
  7. Ainda não achei uma historia de zumbi que me deixasse super presa e interessada em ler, não curto muito, ainda mais de um classico como esse, tenho um pouco de receio de ler e a imagem que eu tenho da Jane Austen mudar um pouco kkkk porque adoro os livros dela.
    Mas adorei essa capa, super criativa e chama a atenção
    Otima resenha
    Beijos Fabi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Camila, nunca li e nem vi nada bom de zumbis tb! shIAUhsiUAHs
      Eu nunca li nada da Austen, por isso que li sem medo, apesar das expectativas. Mas, aos fãs, posso dizer que pelo que sei do original, a história nesse livro foi bem fiel, com exceção, claro, dos zumbis, rs.
      Mas os romances, a chatice da Sra Bennet e por aí vai, continuam intactos!
      sHAIshuIAs


      Beijos

      Excluir
  8. Oi Fabi, amei a resenha rsrs
    Eu não li o livro e nem tenho interesse no momento, porém vi o filme e amei! Já viu?

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu assisti o filme assim que terminei o livro, Camila! E gostei bastante. Ele é beeeem diferente, mas muito legal!
      Em breve farei um post comparando os dois, rs.


      Beijos

      Excluir
  9. Oi, Fabi!
    Pra ser sincera, essa releitura nunca chamou a minha atenção.. Mas que bom que você se divertiu
    Mirmã, seja nesse livro, no original ou em qualquer releitura, todo mundo - eu disse TODO MUNDO - quer dar um pé na bunda da Sra. Bennet.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Porcelana - Financiamento Coletivo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda bem que eu não sou a única que ficou com vontade de dar um pé na bunda dela, viu. OOOOOO mulherzinha lazarenta! Meu Deus!

      Beijos

      Excluir
  10. Olá, Fabíola.
    Apesar de achar releituras interessantes, essa não me chama tanto a atenção, até porque está misturando dois gêneros óbvios: romance de época e zumbis. Então, acho que passo a leitura.
    Aliás, lendo a sua resenha percebi que você falou exatamente isso: o livro se tornou óbvio e previsível. Isso, sem dúvidas, não me agrada.

    Desbravador de Mundos - Participe do top comentarista de abril. Serão três vencedores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, livros previsíveis devem ser evitados, viu. E esse foi um desses casos. Mas valeu a leitura!
      Me diverti em algumas ocasiões...

      Beijos!

      Excluir
  11. Oi Fá!! Se blog é lindo! Já estou seguindo!! Acredita que eu tenho esse livro, ms ainda não li?? E olha que sou apaixonda por Jane Austen!!! Acho ele muito divertido, assim como outros títulos da mesma "coleção" Adorei sua resenha!!

    Beijinhos

    Mirelle Marques
    Meu Mundo Em Tons Pastéis

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mirelle! Obrigadaaa!
      Fico feliz por ter gostado da resenha e espero que o leia em breve pra poder tirar suas conclusões. Dá pra se divertir sim, sem dúvidas!

      Beijos!

      Excluir
  12. Oi
    Apesar de algumas coisas, pelo menos curtiu a leitura e nunca li nada da Jane, mas essa nova ideia de misturar o clássico com zumbi é interessante, eu assisto o filme até achei legalzinho.

    momentocrivelli.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O filme é bem bacana mesmo assisti assim que terminei o livro, Denise! Ele é bem diferente do livro, mas achei super legal!

      Beijos

      Excluir
  13. Oie Fabíola =)

    Bem eu me sinto uma ET por causa disso mas ... infelizmente não gosto de Jane Austen e tenho que confessar que a leitura de Orgulho e Preconceito foi bem sofrível para mim =/
    E como também tenho medo/nojinho de zumbis esse é um livro que passo longe XD

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey, Ariane!
      Eu nunca li nada de Jane Austen, por isso não posso opinar. Mas o que senti do seu original em relação à releitura foi que deve ser bem arrastado, pelo menos acho que é o que eu sentiria se fosse ler.
      E zumbis realmente causam nojinho!
      sHIAUhsuias


      Beijos

      Excluir
  14. Olá, Fabi! Tudo bem?
    Ainda não li Orgulho e Preconceito, mas já vi o filme e gostei bastante. Tenho curiosidade sobre essa obra, que nos promete trazer uma roupagem nova para o antigo clássico.
    Gostei do seu ponto de vista, citou os pontos positivos e os negativos de forma clara e muito bem escrita.

    Uma ótima semana. Até mais.
    http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Renato! Tudo bem, obrigada! E vc?
      Eu não li e nem vi o filme da obra de Austen, e confesso que não tenho interesse, rs.
      Acho que ficaria entediada...
      Rs

      Beijos

      Excluir
  15. Nossa, quando escuto falar de zumbis, já penso logo: lá vem um monte de fantasias loucas, coisas nada a ver. Acho que por isso não me interessei muito por esse livro (e acho que a sua resenha não me animou muito a ler, já que nem mesmo vc gostou tanto assim). Enfim, acho que vou ler a obra original primeiro e se eu curtir (e eu acho que não vou), leio esse :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Zumbis me lembram o trailer de Thriller do Michael Jackson!
      Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Quem sabe mais pra frente vc num se anime a ler?

      Beijos

      Excluir
  16. Olá! Tudo bom?
    Olha... acho tão perigoso fazer essas releituras de livros clássicos. Acho que o mundo já está cheio de livros e séries de Zumbis e etc... Não acho uma boa ideia transformar o cenário criado pela Austen desse jeito.
    Enfim... Não tenho vontade de ler esse livro e agora depois de sua resenha só tenho certeza que não vou ler.
    Por sinal, escreve muito bem você. Parabéns.
    Adorei o blog, estou seguindo.

    Bjão.
    Diego, Blog Vida & Letras
    www.blogvidaeletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Diego! Tudo bem, obrigada! E vc?
      Então.Realmente é perigoso. Mas achei a ideia de fazer uma releitura de um clássico bem bacana, pena não ter sido desenvolvida.
      E fico feliz que tenha gostado da resenha, obrigada pelo carinho e por seguir!

      Beijos

      Excluir
  17. Não li nada dessa autora ainda, mas sei que os livros dela são ótimos, quero ler sim, principalmente esse. Como sempre você arrasando nas resenhas!! Gostei do seu ponto de vista, deixa o leitor decidir que vai ler ou não!! Pelo que eu li, é bem interessante e eu também adoro zumbis! Principalmente quando eles são mortos!! Fabi espero que leia esse post, queria te dar uma sugestão para o blog. Você sabe que amo Naruto né? Pois, como você está lidando com o fato de esta próximo a acabar o Naruto Shippuden?? Queria te dá essa sugestão de fã! Falar sobre esse anime que está chegando ao fim de mais uma fase!! Não sei se tenho psicológico para o fim!! Bjinhos Fabi!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andlas, sua linda, obrigada pelo carinho, rs.
      Então, Estou pensando seriamente em fazer um post falando sobre o fim de Naruto Shippuden sim... mesmo sem acreditar que acabe. O que acredito é que vá passar para uma nova fase, mas assim, estou arrasada. Shippuden é muito amor!
      Eu vou pesquisar mais sobre o assunto e fazer um post falando sobre isso sim, pode deixar!

      BEijos, e obrigada pela dica!!!

      Excluir
  18. como já falei no outro posta zumbis não é pra mim... adoro coisas de terror e tals... mas zumbi é algo muito sem graça... não sei pq mais não é minha praia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ainda bem que nao estou sozinha nesta!!! kkkkkkkkkkk

      Excluir
    2. Zumbis são caras difíceis de amar mesmo, Aline! Eu te entendo...
      SAHisiAHsiuHAS

      Beijos

      Excluir
  19. Oi Fabi
    Poxa que pena não ter agradado tanto quanto você gostaria. Mas ainda assim pretendo ler. Sobre a explicação sobre como aconteceu de surgirem zumbis, nós que gostamos temos de pensar num ponto nessa obra em particular: se nas séries e livros atuais eles levam tempo para descobrir e ainda se descobrem como aconteceu, imagina na época desse clássico que o meio de informações eram as cartas. Olha o mundo ruiria e eles não descobriram o motivo ou a origem. Zumbis dificilmente são explicados. Por isso sempre supomos.
    Adorei a resenha sincera e espero apreciar a matança quando eu for ler.

    Bjos
    http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. NO filme até que eles tentam dar uma explicação, Elis. Que, ao meu ver, pode até ser mais ou menos aceita, rs.
      A matança é pouca, mas quando acontece é bem bacana! Hahha

      Espero que goste!

      Beijos

      Excluir
  20. Oi Fabi!! Ahhh eu estava cheia de expectativas por essa obra. Disse aqui que iria esperar sua resenha para chegar a conclusão de comprar ou não ao livro; e estou decidida a não comprar.
    Esperava uma trama cheia de ação e zumbis perigosos. Uma pena :(
    Beeijos
    lua-literaria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não foi de todo ruim... mas nada de zumbis perigosos! Rs.
      Pelo contrário, eles são bem lerdos!
      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Uma pena mesmo, viu...
      Mas, se tiver a oportunidade de ler, leia mesmo assim.

      Beijos

      Excluir
  21. Eu só li um livro desse tipo de "crossover" (será que pode chamar assim? rs), e também era com a Jane Austen, só que nele ela era uma vampira que tinha "relações" com aquele Lord Byron, que também era vampiro hahaha Achei uma bobajada que só a deusa sabe, mas valeu a experiência.
    E sabe o pior de tudo? Eu comprei achando que o livro era da Jane Austen mesmo, pois o nome dela estava escrito enorme na capa, só quando comecei a ler e fiquei "UÉ" kkkk
    Agora, sobre o livro dos zumbis: só pelo fato de não explicarem de onde veio a tal praga, como tu disse, eu já desanimo total. Odeio livro com buraco.

    Beijo Fabi! <3
    http://www.magoevidro.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tisa, vc foi enganada! kkkkkkkkkkkkkkkk
      E o que mais tem nesse livro é buraco, pqp.
      Cada coisa sem nexo, sabe. Aparece do nada e some do nada! Ah vá!
      Mas valeu a pena! Infelizmente e vida não é feita só de bons livros... sHIAUshUIHASAs


      Beijos

      Excluir
  22. Amei o filme e até cheguei a me interessar em ler o livro. Mas pelos comentários até desistir, pq já vi que será perda de tempo. Adoroi a resenha Fabi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também gostei bastante do filme, Gleissianne! Mas ele é beeeem diferente do livro, viu...
      Uma pena! O livro poderia ter tanta ação quanto o filme, seria ótimo!

      Beijos

      Excluir
  23. Tinha visto sobre o livro em alguns blogs, fiquei interessada mas nem procurei saber mais, ai no evento da editora eles falaram sobre e eu fiquei muito curiosa pela leitura, mas a cada resenha que leio eu fico mais desanimada.
    Gostei muito da sua resenha, bem completa e sincera, ri muito da parte “está muito devagar, vamos colocar uns zumbis ali naquela estrada para que elas os matem” HAHAHAH poxa! :’)

    Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkkkkkkkkk
      Mas foi bem desse jeito mesmo, Claris! E isso me deixou tãoooo brava! Rs...

      Beijos

      Excluir
  24. Nunca li "Orgulho e Preconceito", mas tenho vontade, já esse livro, até o momento não me despertou curiosidade alguma!
    Muito boa a resenha, você é muito sincera e isso é muito bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Ket! Acho que a proposta é dizer o que senti ao ler o livro... por isso a sinceridade é importante, né?
      E confesso que não tenho a menor vontade de ler Orgulho e preconceito, rs.


      Beijos

      Excluir
  25. vc não está só eu também nunca li o orgulho e preconceito. eu nunca consegui vencer minha antipatia com relação a sra bennet. e essa releitura então, tipo achei vamos aproveitar a moda e colocar zumbis.
    eu adorei a resenha, principalmente na parte de chutar a bunda...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mariana, sempre que ouço falar sobre o livro a minha vontade de chutar a Sra Bennet volta. Nossa, que mulherzinha insuportável!!!

      Beijos

      Excluir
  26. Gostei da resenha do livro e embora tenha adorado ler o clássico Orgulho e Preconceito, já esses com zumbies não tenho, confesso o menor interesse.
    Mas tem coisas que não muda mesmo o livro sendo diferente, Sra Bennet continua a mesma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, a mesma chatice e nojentice, shIAshiuAHsuihas
      Acho que se antes eu não tinha vontade de ler Orgulho e preconceito, depois de conhecer a Sra Bennet, fiquei com menos vontade ainda...


      Beijos

      Excluir
  27. Nossa, também jurava que tinha muito mais ação do que você falou, ainda assim eu quero ler, só não sei quando vou ler, porque a gente termina um livro e entra 3 na lista. Você assistiu o filme, ou só leu?
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade. A gente acaba de ler um livro e tem mais trocentos pra ler! #VidaDura
      Eu assisti o filme assim que acabei de ler o livro! Gostei mais do filme do que do livro! Pretendo falar sobre ele em breve aqui!

      Beijos

      Excluir
  28. Eu já Orgulho e Preconceito e amei, e quando soube dessa releitura, ainda mais com zumbis, fiquei morrendo de vontade de ler.
    É uma pena que a leitura não te agradou tanto assim, pelo que pude ler na resenha, o autor poderia ter realmente desenvolvido e ter explicado melhor as coisas. Mas apesar disso, ainda pretendo ler e assistir a adaptação. E eu amo o Darcy e admiro muito a Elizabeth, e estou doida pra ver como eles ficaram nessa nova versão. Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles ficaram lindos de morrer em todos os sentidos, Cris!
      E eu gostei mais do filme do que livro... Diferente, né?
      sHAIshIAs


      Beijos

      Excluir

© PAUSA PARA PITACOS - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: RENATA MASSA | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo