Menu em imagem

Image Map

27 abril 2016

{Resenha} ~ Onde cantam os pássaros - Evie Wyld ~

Nhaiii, pipow!
Como estão?
Todo mundo já está sentindo as mudanças na temperatura? Aqui em BH o dia amanheceu lindamente mais cinza, e já deu pra sentir algumas notas do frio. Vem com tudo, seu lindo! Hehehe...

Hoje é dia de vídeo resenha, eu sei, mas não deu tempo de gravar. Amanhã, sem falta, vai rolar! #Prometo
Pra compensar a falha da programação - se é que existe uma programação aqui, afinal, o post sai seguindo o que o coração manda! - eu trouxe uma resenha que vai causar!
O livro da vez é extremista. Ou você o ama, ou você o odeia. Dificilmente você vai ver alguém que tenha gostado mais ou menos, rs. E há um motivo pra isso! Para entender, espia a resenha.


Quando li: Abril, 2016.
Título: Onde cantam os pássaros
Autor(a): Evie Wyld
Editora: Darkside
Páginas: 256
Avaliação: 
Onde comprar? Submarino | Amazon | Americanas
Sinopse: Jake Whyte vive sozinha em uma velha fazenda em alguma ilha britânica anônima, um lugar de chuvas incessantes e ventos violentos. Apenas ela, seu companheiro indomado, Cão, e um rebanho de ovelhas. Mas algo tem vindo atrás dos animais - de tempos em tempos algo surge à noite, arrebata uma ovelha e a faz em pedaços.
Poderia ser qualquer coisa. Há raposas na mata, um rapaz estranho e um homem esquisito, rumores sobre uma fera obscura e formidável. E há o passado desconhecido de Jake, talvez invadindo seu presente, uma história escondida há anos e há milhares de quilômetros, em uma paisagem de cores e sons diferentes. Uma história contada nas cicatrizes que cobrem suas costas.

Jake é uma australiana que atualmente vive em uma ilha erma na Inglaterra. Ela é uma fazendeira que cria ovelhas, e elas, juntamente com Cão, são suas únicas companhias. Reclusa por opção, Jake tem uma história conturbada que a assombra todos os dias e todas as noites.

Para deixar Jake ainda mais paranoica, suas ovelhas estão sendo estraçalhadas por alguma criatura que ela desconhece. Será que são aquelas crianças que insistem em ser desagradáveis com ela? Ou uma raposa? Não, improvável. Os estragos feitos nos animais não poderiam ter sido feitos por uma mísera raposa, nem mesmo por adolescentes inúteis. Mas então quem - ou o que - está assassinando e dilacerando o seu rebanho? Essa é mais uma dúvida para o seu hall de "pelejas".

E, a cereja do bolo, fica por conta de um estranho que aparece em sua vida do nada, embriagado, prostrado em seu curral. Mas é esse estranho quem consegue um pouco de proximidade com a moça, e o mistério que o ronda não a incomoda, pelo contrário, faz com que eles tenham algo em comum.

A vida de Jake é cercada de mistérios relacionados ao seu passado. Sua opção em se manter afastada por todos, o fato de sempre pensar que pode estar sendo seguida, sua constante paranoia relacionada aos frequentes barulhos típicos de uma fazenda que às vezes se torna uma espécie de ataque de pânico, suas tentativas de contato com a família que não passam de uma ligação em que ela nada fala, só escuta e, de quebra, garante que seu número de telefone seja ocultado. É fato que ela não quer ser encontrada, mas porque? De onde vieram as suas cicatrizes, situadas em suas costas e que, ao que tudo indica, são pavorosas? São muitas perguntas... e todas elas levam um bocado de tempo para serem respondidas.

O livro é narrado em primeira pessoa por Jake que, nos capítulos ímpares, narra o presente, e nos pares, narra o passado. Mas a narrativa do passado não é linear e cronológica, não. Ela é decrescente. acontece de trás pra frente. Sua história vai aos poucos sendo revelada, aos poucos vai tomando forma, e acredito que esse seja o motivo do desgosto de muitos leitores. É difícil se acostumar com esse método atípico e, principalmente, as coisas demoram um bocado para acontecer.

Em sua narrativa do presente, o que mais temos são seus ataques paranoicos, e isso também pode vir a deixar os leitores estafados. Acontece que é o presente que determina a história, pois ele determina se você vai amar ou odiar Jake. E isso acontece pelo simples fato de: a) você entender e compreender suas paranoias, mesmo sem saber o motivo delas; b) ficar de saco cheio e achar que tudo o que ela faz é dar piti à toa. É bem assim, eu juro. A narrativa do presente é meio monótona na maior parte do tempo, mas Lloyd, o cara estranho que aparece do nada, acaba dando mais leveza à trama.

A sinopse nos dá a impressão de que tudo irá girar em torno do mistério relacionado às ovelhas, mas a verdade é que, ao meu ver, essa parte da história ficou em segundo plano. O grande protagonista é o passado de Jake, que vai se desenrolando devagarzinho... e nos deixando cada vez mais curiosos.

A grande estrela desse livro é, sem dúvida, a narrativa. Ela me proporcionou uma leitura completamente diferente de tudo o que eu já vi. E ela nos fornece uma série de alternativas - você pode ler primeiro todos os capítulos ímpares, pode ler os capítulos pares de trás pra frente - nada disso irá prejudicar o andamento da trama, mas é claro que a grande sacada, a graça do livro, é ler de forma habitual.

Engana-se quem pensa que é um livro de suspense e/ou dramático e leve. Não, não é. A capa rosinha e fofa engana. O livro é denso, pesado. Contém estupro, violência, palavrões. Não podia ser diferente, afinal, trata-se de um livro da Darkside, e o mínimo que podemos esperar é obscuridade, o que não falta no livro. E suspense, muitoooo suspense.

Em suma, é um bom livro, que requer paciência e foco do leitor. O final não foi completamente satisfatório - o final dado à narrativa referente ao presente é ambíguo, te dando a oportunidade de viajar e chegar às suas próprias conclusões; mas o final dado à narrativa do passado foi bem satisfatório e surpreendente. Trata-se de um livro extremamente inteligente, que aguça nossos sentidos.

Essa resenha pode ter ficado um tanto quanto confusa - é muita informação a ser dada e o risco de spoiler é altíssimo! - mas a verdade é que esse é o tipo de livro que só lendo mesmo pra saber do que se trata, rs.

Escolha a quem amar e a quem odiar... saiba quem é a vítima, quem não é. Posso apostar que você irá se surpreender.


42 comentários:

  1. Pois é....ou se ama ou se odeia, mas confesso que fiquei num meio termo, ora achei o máximo, ora fiquei sem saber o que pensar. Mas com certeza essa narrativa não linear deixa tudo mais intrigante. Só que também achei umas partes monótonas, embora a escrita da autora seja bem leve e até fluida, dando para ler bem rápido. Flui de uma forma impressionante, mas só lendo para tirar as próprias conclusões
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Renata! Só mesmo lendo.
      É um livro bem complexo, mas eu o adorei exatamente por isso, rs!

      Beijos

      Excluir
  2. Nossa, e eu pensando que pela capa seria um livro leve, tranquilo... hahaha

    Inovador isso de escrever um livro com uma cronologia louca dessas, fico na dúvida se eu amaria ou odiaria, só lendo para saber. Mas ultimamente, para eu engrenar em algum livro, ele precisa me prender desde o início, senão acabo deixando para depois... fiquei com um livro ao lado da minha cama por muito tempo, sempre pensando em ler um pouco antes de dormir, mas não adiantava.

    Quem sabe eu guarde esse título para um momento em que minha rotina esteja mais tranquila.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ele prende, Leti. Confesso que ele demora uns quatro capítulos pra engrenar, mas engrena. A autora não economiza nos acontecimentos, ela simplesmente os dosa. Um pouco a cada capítulo, sabe. É bem interessante, mas como eu disse, tem que ter paciência com ele, rs.

      Espero que sua rotina se aquiete qualquer dia desses para que vc possa ler. Adoraria saber sua opinião!

      Beijos!

      Excluir
  3. Confesso que fiquei, no mínimo, muito curiosa!
    Acho que livros que te proporcionam experiências diferentes podem ser muito interessantes, embora num primeiro momento o sentimento seja de repulsa.
    Não sei se vou gostar, mas a resenha aguçou a minha curiosidade com certeza.
    Fabi menina tu devia morar aqui pertinho de mim pra me emprestar esses livros, porque pra comprar todos tá difícil hehehe
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Crissie, esse livro é uma coisa de doido! shIUAshUIAHSas
      Vc precisa ler.
      E eu ia adorar morar aí pertinho! Por aqui não tem ninguém pra eu emprestar livros e nem pra me emprestar tb, rs.
      Mesmo com todo o sol e calor daí, eu ia adorar! hehehe

      Beijos

      Excluir
    2. Fabi o calorzão aqui tá demais! Fico só vendo vc falando que tá frio por ai e tal e eu olho pra janela e só vejo o sol queimando. Vc fala que ia aguentar o calor pq não sabe como é de verdade kkk

      Excluir
    3. Então eu retiro o que eu disse, Crissie! shIAUhsiuAHs
      Eu quase morro no calor. Passo mal pra caramba! Sem contar que, branca desse jeito, até mormaço me queima ao extremo!
      Vamos ser amigas à distância! Trocamos livros pelos correios! shIAhisuHAsas

      Excluir
  4. No mínimo essa resenha me deixou curiosa. Fiquei um pouco confusa sobre a questão da narrativa, não sei se iria me adaptar bem a capítulos intercalados entre passado e presente. Pelo que vc explicou são muitos mistérios juntos, muita coisa pra te deixar mega curiosa, acho que ia morrer de ansiedade antes do livro terminar rsrsrsrs. Realmente a capa engana bem, sendo ela rosa e até meio fofa a última coisa que vc pensa é que o livro tenha cenas fortes e palavreado pesado. Mas ainda sim gostei da resenha, como disse ela dispertou curiosidade ;)
    Obrigada por mais uma resenha Fabi, vc arrasa!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alleh, vc é uma fofa, rs!
      Esse livro é realmente surpreendente. E como eu disse, no início a narrativa nos assusta um pouco, mas quando nos acostumamos (o que não demora) a probabilidade de não gostar dela é muito pequena.
      Eu espero que vc possa lê-lo num futuro próximo!

      Beijos

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Oi Fabi,
    Conhecia esse livro da Darkside, mas nunca tinha lido uma resenha.
    Achei interessante essa coisa das páginas, realmente um livro que pode ler mais de uma vez, já tá escrito anti-doação na cara haha

    Essa coisa das ovelhas me lembrou aqueles casos do chupacabra.

    Fiquei bem curiosa para ler, apesar das ressalvas pesadas. Ótima resenha.

    P.S.: Ah, releia A Dama das Camélias sim. Quem sabe ele acabe te conquistando mais, hoje em dia.
    E amei esse doguinho daqui ♥

    tenha um ótimo final de semana =D
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ri do "anti-doação", Nana!
      sHAishIUAHs
      É bem assim! Difícil desapegar. Além de ser um ótimo livro, tem uma capa maravilinda! ^^

      Pretendo reler A Dama das Camélias em breve mesmo! Sua resenh a me deixou super animada!

      Beijos, e obrigada por vir nos visitar.

      Excluir
  7. Quando comecei a ler achei que não ia gostar tanto, mas até o fim da resenha achei interessante. A capa ficou bem confusa, na minha opinião, mas, apesar de exigir paciência, como você disse, acho que eu daria uma chance para ver como é.

    Beijos,
    Postando Trechos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente a capa é confusa - é linda, mas confusa. E ele merece uma chance, recomendo, rs.

      Beijos

      Excluir
  8. Oi Fabi! Acabei de ler uma resenha sobre esse livro em outro blog, e foi interessantíssimo notar que os mesmos pontos que vc destacou, a outra blogueira também o fez. Eu tinha muitas dúvidas a respeito dessa obra, penso "ahh eu acho que vou gostar", e agora lendo duas resenhas tão bem escritas, cheguei a conclusão que sou do time que irá amar.
    Beeijos
    http://lua-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu espero que seja do time dos que vão amar mesmo, Bia! Esse livro é especial, sabe. Nos dá novas experiências!

      Beijos!

      Excluir
  9. Oi, Fabi!
    Realmente, quem vê capa, não vê história hahahhah
    Apesar da sua resenha, ainda não bateu aquela vontade de ler, sabe?
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem isso, Lu! shIAhsiuHAS
      As capas às vezes nos enganam... mas ainda assim, sempre me rendo a elas! Hehehhe

      Beijos

      Excluir
  10. Ai Fabi esperei tanto pela resenha desse livro, quando vi umas ovelhinhas no insta ja pensei opa, deixa eu dar uma olhada no blog e PÁ, aqui esta a resenha kkkk Enfm comprei esse livro e, janeiro e estava louuuca pra ler, mas, vi umas resenhas bem desanimadora e coloquei um tanto de livros na frente dele e ele esta la, aguardando ansiosamente minha leitura. Agora que eu vi 4 estrelinhas fiquei ate mais animada, pois ele vai ser minha proxima leitura, espero amar.

    PS: Adoro livros/ filmes com esse cronologia contrária, esse desentendimento inical é otimo kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredita que eu postei as ovelhinhas sem nem atinar pro fato de que elas poderiam ser associadas ao livro? Hahahha... Que bom que elas lhe chamaram a atenção para a resenha!
      Então, esse livro me lembrou Efeito Borboleta. Vc já assistiu? Um excelente filme! Ele também exige concentração e foco de quem assiste... e em Onde cantam os pássaros é bem assim!
      Se vc curte uma narrativa com cronologia maluca, se joga! Vc vai adorar!

      Beijos!

      Excluir
  11. Oi, como vai? Nossa! Eu amei sua resenha, demais até. Você conseguiu expressar muito bem o que o autor quis trazer no livro. Eu ainda não li claro, mas gostei muito do que ele pode me proporciona - uma boa leitura e surpresas -, e por isso entrou nos meus livros a serem lidos.
    Parabéns, beijos!
    http://oreinoencantadodeumaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Miriã! Eu estou bem, obrigada! E vc?
      Eu espero que vc tenha oportunidade de lê-lo em breve! É um livro especial. Rs!

      Beijos, e obrigada por sua visita!

      Excluir
  12. Oie Fabi =)

    Fico sempre babando pelas edições da Darkside, mas como a maioria dos livros que eles lançam tem uma pegada mais de terror e suspense de dar medinho eu não leio rs...

    Ane medrosa XDD

    Ótima resenha!


    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ariane, esse é o primeiro livro da Darkside que eu leio. Fico babando pelas edições deles tb, rs.
      Então, nesse livro não temos terror não. O foco dele é o suspense!
      Ainda não posso falar quanto aos outros - em breve poderei, pois estou com alguns aqui pra ler - mas este vc pode ler sem medo!
      Ah, e Os Goonies tb! Rs

      Beijos

      Excluir
  13. faz tempo q eu quero ler esse livro
    e agora eu fiquei ainda não curiosa, eu adoro livro que são narrados passados/presentes e não de forma linear, realmente são livros que requerem mais atenção, mas normalmente a narrativa compensa

    espero q eu fique no time ame o livro e como sempre a darkside fazendo um trabalho lindo né

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lindo demais mesmo, Mariana! E eu espero que vc seja do mesmo time que eu, o time que amou! Hehehe


      Beijos

      Excluir
  14. nossa pela capa parece ser um livro sem graça... mas a historia é interessante... eu fico meio perdida nesses livros que misturam passado com presente... lembra do da jojo que quase surtei ahhahaha a burra... ahahahahahhahha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkkkkkkkkkk
      Eu me lembro!
      Mas esse tem tudo bem divido, sabe. Fica bem nítido quando se trata do passado e quando se trata do presente. Acho que por isso que gostei, pq eu tb fico suuuuuper perdida nessas misturebas! hsUIAHsiuHAs


      Beijos

      Excluir
  15. Hoje o dia amanheceu muito bom em BH, pena que tem essa chuvinha chata :(
    Achei bem interessante a forma que o livro narra a história, mas confesso que teria um pouco de dificuldade para pegar o ritmo. Acho a capa desse livro maravilhosa, sou louca por ele. Gostei demais da sua resenha, bem completa, tinha muita coisa que não sabia dele e agora estou com mais vontade ainda pela leitura. Não achei a resenha confusa, sempre tenho dificuldade para escrever resenhas sobre livros assim e você mandou muito bem!

    Beijos :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até de chuva eu gosto, Claris! Tudo que for contrário a calor, eu adoro! sHAIUshIUAHSIAUHs
      E que bom que eu consegui me expressar na resenha, rs. Eu espero que vc possa lê-lo em breve! É um livro especial.

      Beijos

      Excluir
  16. A capa desse livro e o título me atraem muito, mas ainda não tinha criado vergonha na cara para procurar sobre a obra, gostei da resenha e achei a estória bem interessante, fiquei com vontade de ler, hahaha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oba! Adoro quando as resenhas deixam o povo com vontade de ler, Ket! Hehehhe

      Beijos

      Excluir
  17. Eu estou louca para ler este livro, porém morro de medo das sensações que ele pode me causar sabe???
    Não tenho nenhum livro dessa editora,todo mundo fala tao bem dela!!!
    Mais pretendo comprar este logo logo!!!
    Ah e o frio aqui esta de congelar a alma!!!
    Kkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As emoções que ele nos causa não são extremas como vc teme, Kakau. São emoções normais, acho. Rs!
      Nada que possa te desestabilizar e nem tirar seu sono, garanto!
      E a Darkside realmente arrasa! Um dia ainda coleciono os livros dela... shIUAhs

      Beijos

      Excluir
  18. Esse livro está na minha lista, primeiro por causa dessa edição linda e segundo por causa das inúmeras resenhas que li sobre ele que acabaram despertando a minha curiosidade. Eu gosto muito dos livros da Darkside, principalmente os livros DarkLove, pois eles conseguem trazer sempre algo de muito singular em suas histórias.
    Eu gostei bastante da forma como a narrativa é feita, essa intercalação entre o passado e o presente, e o passado acontecendo de forma decrescente (isso foi o que eu mais gostei). Eu achei esse último bem original e com certeza deve despertar ainda mais a curiosidade do leitor.
    Gostei muito da resenha e fiquei ainda mais curiosa pra saber sobre o passado de Jake. E eu não vejo a hora de descobrir.
    Beijo :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que não demore a descobrir todos os segredos de Jake, Cris! Se vc já curtiu a vibe do livro mesmo sem lê-lo tenho certeza que quando o fizer, vai gostar muito.

      Beijos

      Excluir
  19. Fabi!
    Nunca li nenhum livro da DarkSide, entretanto acho a diagramação dos livros belíssimas.
    Sou bem fã dos thrillers psicológicos e aqui me parece que ainda tem uma pitadinha de terror, misturado a todo suspense.
    Gostaria de acompanhar o enredo e descobrir o porquê dos ataques psicóticos da protagonista, bem como, todo isolamento dela.
    Boa análise do livro, parabéns!
    “A sabedoria dos crocodilos consiste em verter lágrimas quando querem devorar.” (Francis Bacon)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Olá,

    Vamos sentar aqui no sofá e discutir sobre esse livro que adorei com esse esqueleto na capa haha, mas sem esse rosa chato!!!

    Os livros da Darkside tem essa mania de criar sentimentos contraditórios nos leitores....acho que deve ser o lado sombrio e psicológico das histórias e isso nos deixa loucos como se estivéssemos assistindo ao filme Ilha do Medo que no final não sabia quem era louco: Eu, o Leo ou os produtores haha.

    Não entendi essa de ovelhas e passado...esse livro vai me deixar mais louca do que os personagens do Chamado haha.

    Beijocas!

    ResponderExcluir
  21. Vou te contar! E eu que já estava curiosa com o que você falou sobre esse livro no outro post.... Não nego, estou fussando (kkk adoro essa palavra)o blog. Suas postagens são, no mínimo, maravilhosas! E sobre esse livro... Adoro um desafio. Some isso mais a curiosidade imensa que fiquei quando apenas VI a capa e li a sinopse. Agora que eu também li essa resenha... Enfim, é um resultado bem enorme, percebe? O livro tem que ser meu kkkkk beijoooo

    ResponderExcluir
  22. Que livro!
    Em todos os sentidos, este livro é fantástico. Desde a espetacular e insana edição da DarkSide à densa, tensa e inquietante história de Jake.

    Achei sensacional. Um dos melhores, e mais diferentes, que já li!

    Abraços

    Sobre devaneios e fascínios educacionais, acesse: C O N F A B U L A R T E

    ResponderExcluir

© PAUSA PARA PITACOS - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: RENATA MASSA | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo