Menu em imagem

Image Map

01 março 2016

{Resenha} ~Amante Desperto - J. R. Ward ~

Boooa noite, pipow!
Como estão!? Espero que tenham começado a semana tão animados quanto eu! #SQN
Kkkkkkkkkkkkkkk
Brincadeira!

Hoje eu trouxe uma resenha especial para adoçar essa terça-feira punk.
Apresentarei a vocês o terceiro (e melhor, ever!) livro da Irmandade da Adaga Negra - Amante Desperto. Neste livro conheceremos a linda e sofrida história de Zsadist (seu lindoooo!!!!) e testemunharemos a mais linda história de amor de todos os tempos, protagonizadas por ele e Bella.

Preparados?
Ah, meninas... TIREM OS OLHOS! Zsadist é meu. Aviso dado. (Hahaha)


Quando li: Julho/Agosto
Título: Amante Desperto - Irmandade da Adaga Negra #3
Autor(a): J. R. Ward
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 464
Avaliação: 
Onde comprar? Submarino | Amazon | Americanas
Sinopse: Nas sombras da noite em Caldwell, Nova York, desenrola-se uma sórdida e cruel guerra entre vampiros e seus carrascos. Há uma irmandade secreta, sem igual, formada por seis vampiros defensores de sua raça. Dentre eles, Zsadist é o membro mais assustador da Irmandade da Adaga Negra.
Tendo sido por muito tempo um escravo de sangue, Zsadist ainda carrega as cicatrizes de um passado repleto de sofrimento e humilhação. Conhecido por uma fúria que não acaba e por atos sinistros, ele é um selvagem, temido igualmente por humanos e por vampiros. A raiva é a sua única companheira e o terror, sua única paixão... até que resgata uma bela vampira da maligna Sociedade Redutora. Bella sente-se imediatamente enfeitiçada pela ardente força que emana de Zsadist. Entretanto, mesmo quando o desejo de ambos começa a consumi-los, a sede de vingança de Zsadist contra os torturadores de Bella o leva à beira da loucura. Agora, Bella deve ajudar seu amante a superar as feridas de seu atormentado passado e vislumbrar um futuro ao lado dela... 
LEIA SEM MEDO! RESENHA LIVRE DE SPOILERS DOS LIVROS ANTERIORES!

As coisas continuam quentes em Caldwell. Os redutores estão cada vez mais organizados, com direito a chefia nova. Mais um lunático comanda os assassinos de vampiros, e esse carinha irá dar o que falar. Mas o que o Sr. D. não espera é que Zsadist irá cruzar seu caminho... e isso não vai ser legal.

Dessa vez o Sr. D foi longe demais. Ele sequestra Bella, uma fêmea que pertence à aristocracia e, pior, que pertence à Zsadist. Ela não sabe disso ainda... muito menos Z. Mas as coisas são exatamente assim.
Antes de entendermos tudo isso, vamos voltar ao passado. Voltaremos a tempos remotos e sofridos. E é aqui que entenderemos de onde vem a natureza animalesca de Zsadist. Como, quando, onde, porque.

Z, como é chamado pelos irmãos, é o gêmeo de Phury, mas eles não tiveram a oportunidade de crescer juntos. Zsadist foi sequestrado pela babá quando ainda era um bebê e depois foi vendido para um castelo, onde foi feito de escravo após a sua transformação. Mas ele não foi um escravo qualquer: era um escravo de sangue e, posteriormente, também se tornou um escravo sexual. Sua ama o usava ao seu bel prazer, submetendo-o às mais vergonhosas situações. Tais atos fizeram de Z um macho arredio, que temia a todos a sua volta, que sentia nojo de si mesmo.

Phury nunca deixou de procurá-lo, e quando reuniu informações suficientes, foi ao encontro de seu gêmeo a fim de resgatá-lo, mas o resgate deu mais trabalho do que ele pensava. Zsadist foi gravemente ferido por chicotadas, e Phury perdeu uma perna. Eles pularam no mar durante a fuga, e por isso, as cicatrizes feitas pelos chicotes permaneceram em Zsadist, dando a ele uma aparência ainda mais assustadora.

Todos o temem não por sua aparência ou por seu temperamento explosivo, mas por sua sede de vingança. E é essa sede que irá dar forças a ele durante a busca de Bella.

Zsadist sempre fez de tudo para afastar as pessoas de seu caminho e não vê problemas em ser temido até mesmo por seus irmãos. Sim, até mesmo os outros guerreiros o temem. Mas Bella não o teme, pelo contrário. Ela quer desvendar todos os seus segredos, sentimentos, saber quais os seus pontos fracos - afinal, todo ser tem um. Mas antes de suas investidas darem resultado, ela é sequestrada pelo redutor principal  e fica sumida por meses, enquanto Zsadist sai a sua procura, torturando redutores em busca de informações sobre seu paradeiro.

Quando ele finalmente a encontra, eles se reaproximam, pois agora eles têm algo em comum: ambos foram usados e traumatizados por alguém. E essa semelhança irá uni-los mesmo que aos trancos e barrancos. Não vai ser fácil para Bella entrar no coração de Zsadist, e ele, que não conhece sequer um gesto de carinho, terá imensas dificuldades de entender tudo o que acontece e, principalmente, de entender a si mesmo.

Zsadist, como eu já disse, é o meu queridinho. Eu sempre soube que por baixo daquela casca grossa havia um homem bom, honrado, capaz de amar da forma mais avassaladora que existe, capaz de fazer qualquer coisa por quem ama. Nem ele sabia ser capaz de tudo isso, e descobrir todas essas coisas junto com ele foi lindo. É impossível não se emocionar com sua evolução, com suas descobertas não somente acerca do amor, mas também de si mesmo. E não é só um autoconhecimento interno, não. É mais do que isso. Z passa a descobrir seu próprio corpo. Do que ele é capaz, quais as sensações ele o faz ter. E Bella, lindamente, pacientemente, o ajuda a descobrir tudo isso mesmo que, em dado momento, as coisas fiquem feias e ela precise se afastar. Essa fêmea é uma protagonista e tanto! Tem a beleza, garra, força e inteligência necessárias para ser uma fêmea a altura de Zsadist. Ela é fundamental para a evolução dele, pois luta com unhas e dentes pelo que quer.

Toda mulher - toda fêmea - adoraria ter um Zsadist para chamar de seu!

Além de conhecermos o passado de Z, de acompanharmos sua incessante busca por Bella e sua evolução como macho, outros acontecimentos rolam com força total. Acho que esse foi o livro com mais aspectos paralelos ao romance principal até agora. Muitas coisas estão acontecendo simultaneamente, situações começam a tomar forma, novos personagens ganham mais destaque - e é exatamente isso que faz da Irmandade da Adaga Negra uma série tão fod@%$#. A estória não gira em torno de apenas um assunto, a estória não se resume ao casal protagonista. Conhecemos cada vez mais cada um dos irmãos, suas particularidades vão aparecendo aos poucos e vamos entendendo os porquês de tudo.

É por essas e outras que eu sempre vou indicar essa série, pois ela agrada a gregos e troianos.
A narrativa continua rápida e fluida, os momentos de ação nos deixam sem fôlego. As cenas de amor são sexy, mas sem vulgaridades. Transmitem aquilo que está em jogo naquele ato - o amor, a tensão, o tesão, a sede um do outro e, principalmente, o amor.

Eu adoro quando um - ou os dois! - protagonistas evoluem durante a estória e acompanhamos tal evolução. Adoro quando outros personagens aparecem e roubam a cena, fazendo tudo ficar ainda mais interessante. Adoro a Irmandade da Adaga Negra! ADORO, AMOOOO O ZSADIST.

Deu pra perceber que esse é o meu livro preferido da série?
Acho que não, né...
Rsrsr...

Hey, o que está esperando?
Apaixone-se pela IAN. Escolha - menos o Zsadist! - um irmão pra chamar de seu!






22 comentários:

  1. Ótima resenha Fabi, pena que não faz parte do estilo q gosto de ler, mas quem sabe um dia eu leia né?! Rsrsrs curioso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey, Carla!
      POis é, quem sabe um dia seu coração não clama por um vampiro lidão e amoroso?
      sAUISHIAUHSas

      Beijos!

      Excluir
  2. Eu tenho medo de começar a ler essa série e gostar muito mesmo, porque são tantos livros... hahaha
    Uma vez eu comecei a ler uma série de 19 livros e me arrependo até hoje, não porque eles sejam ruins, ao contrário, são maravilhosos, mas porque eu comecei a ler em 2013 e até hoje não consegui comprar todos :'(
    Dramas a parte, tenho muita vontade de conhecer os irmãos da Adaga Negra
    Beijos Fabi!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Crissie!
      Eu tinha o mesmo medo que vc!
      Dai rolou uma promoção no submarino onde os onze livros - na época eram onze, agora tem mais dois, se não me engano - estavam em promoção! O que fiz? Comprei todos de uma vez!
      kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Agora não sofro mais... Rs!
      E vou te falar viu... NÃO ME ARREPENDO!
      Hahahah

      Beijocas!

      Excluir
  3. Oi Fabi!

    Consigo me lembrar de quando houve um *booom* por essa série e ouvi várias recomendações positivas sobre os livros serem ótimos! Acabou que eu nunca procurei para ler, talvez porque (se não me engano) ela é bem grande né? Nunca li séries realmente grandes, normalmente eu paro na trilogia mesmo hahaha Mas o legal dessa série é que os personagens principais de cada livro são diferentes, então não chega a ficar maçante, né?


    Beijinhos
    Daisy - nuvemdeletras.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Daisy!
      Então, realmente a saga é longa! Eu também nunca tinha lido nada assim, nada tão grande! Mas depois acabei perdendo o medo exatamente pelo motivo que vc disse: cada livro envolve um personagem diferente, então é impossível ficar massante!
      Espero que mesmo tendo certo receito - compreensível - de ler sagas longas, que dê uma oportunidade à IAN!
      Acho que vc não vai se arrepender... Rs

      Beijocas

      Excluir
  4. FABI MEU AMOR!!! COMO EU JÁ FALEI!!! ESTOU COM RESSACAS DE VAMPIROS!!! KKKKKKKKKKKKKKKKKK
    Estou com muita incerteza se eu sou normal!! gente eu odiei COMO EU ERA ANTES DE VOCÊ!! desculpa desabafar aqui é que vc me esqueceu!!! acho que vou chora pela sua falta!! não me ama mais?
    kkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Sua ressaca está durando demais, mulher!
      E vc é normal sim, uai! Tem tanto livro por ai que o povo amou e eu não... Não se sinta um ET!
      kkkkkkkkkkkkkkkkkk
      E não chore pela minha falta, rs! Final do dia no trabalho ontem foi punk!
      E eu ainda amo vc! Muitão!
      shIAUHSUIAHSUIAHS

      Beijos!

      Excluir
  5. Kkkkkkkkk
    Morri. Ok, já entendi! Nem olhei p seu crush vampiresco! Kkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ok, Fernanda. Agora podemos ser amigas para sempre!
      Vc respeita os crushes alheios!
      Vc brilhou!
      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Beijocas!

      Excluir
  6. Kkkk. Adorei a resenha. É a segunda resenha que leio desse livro esses dias, não sou tão apaixona por livros de vampiros, mas gostei tanto da resenha que fiquei com vontade de ler.
    Parabéns amore vc escreve muito bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andlas, sua linda! Que bom te ver por aqui!

      Então, como tenho falado pro pessoal, esse livro envolve tanta coisa bacana que o fato de se tratar de vampiros acaba ficando em segundo plano. Sem contar que esse tem uma pegada diferente, sabe, não é aquela mesmice de sempre que vemos em livros de vampiros! Super vale a leitura!

      Beijos

      Excluir
  7. preciso começar essa serie e ter um irmão pra chamar de meu hahahhahhahhahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, mas precisa mesmo! Pra ontem!!!!
      Acho que vc vai curtir o Rhage... Só acho!
      O Hollywood combina com seu tipo de crush!
      sHAUIShuIAHsas

      Beijos!

      Excluir
  8. Desde que li a resenha que você fez do outro livro da série, fiquei indecisa se leio ou não. A verdade é que só a quantidade de livros que ela tem, me desânima, mas sua resenha me deu um pouco de ânimo. Vou tentar ler o primeiro livro ainda esse ano. Beijo :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cris, dê uma chance ao primeiro livro que eu tenho certeza que vc vai viciar! Rs...
      Como cada um deles retrata uma estória diferente, acabamos ficando viciadas por mais!

      Espero que leia e que goste!

      beijos

      Excluir
  9. Olá... Que resenha fantástica.... E o melhor de tudo... Livre de Spoilers... O que realmente é difícil de se encontrar hoje... rsrs... Livros com vampiros não fazem meu estilo... Não é uma série que está em minha lista de leituras por enquanto... Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cris, eu me esforço demaisssss pra não soltar a língua na hora da resenha, rs!
      A minha intenção é sempre deixar vcs com vontadinha sem contar quase nada!
      sHAIUshuIHAs

      Beijos,e muitooooo obrigada!

      Excluir
  10. Já ouvi da série, mas nunca me pareceu atraente.
    Mas com sua resenha... fiquei curiosa!
    Mas me diga uma coisa, é hot?nao curto muito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mich, não é hot!
      Tem cenas de amor sim, mas tudo narrado de maneira leve e sensual, nada apelativa! Nada que nos deixe desconfortável, sabe... Pelo contrário! Nos deixa apaixonadas! Rsrsrsr... .
      POde ler por minha conta, sem medo!

      Beijos!

      Excluir
  11. Amei tua resenha!! Sem Spoilers! :D
    Confesso que depois de ler tu escrevendo tão bem dessa série me bateu aquela curiosidade, teu crush litérário deve ter sofrido muito mas apesar de tudo isso ele não se tornou um ser do mal.
    Fiquei com vontade de ler a série. Só me diz uma coisa, a série tem quantos livros mesmo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Manu, acho que meu objetivo foi alcançado então, rs! Queria que o mundo inteiro lesse essa série!
      Meu crush sofre maus bocados mesmo, e ainda assim, ele tem um coração de anjo!
      A série tem 11 livros, não se assuste! Rs.
      Como eu disse, cada livro retrata a história de um Irmão diferente e paralelamente, narra os acontecimentos de pano de fundo. Eu sou super chata com séries, fico entediada facilmente, mas A Irmandade da Adaga Negra sempre me deixa com sabor de quero mais a cada livro que eu leio!!!
      Espero que dê uma chance à série!

      Beijos

      Excluir

© PAUSA PARA PITACOS - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: RENATA MASSA | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo