Menu em imagem

Image Map

10 janeiro 2016

{Resenha} ~ Entre o amor e a paixão - Lesley Pearse ~

Boa noite, pipow!
Como estão?
Bem, eu ainda estou só o pó! Kkkkkkkkkk
Achei que passar o fim de semana deitada de pernas pro ar ia diminuir um pouco do meu cansaço, mas me parece que precisarei de mais uns dias, rs.

Hoje trago para vocês uma resenha super esperada por muitos leitores do #PPP, Entre o amor e a paixão, a continuação de Belle.

Bora ler?

Quando li: Dezembro, 2015.
Título: Entre o amor e a paixão
Autor(a): Lesley Pearse
Editora: Novo Conceito
Páginas: 508
Avaliação: 
Onde comprar? Submarino | Americanas | Amazon
Sinopse: No início da Primeira Guerra, Jimmy, o marido de Belle Reilly, é levado para as trincheiras mortais do norte da França e Belle percebe que não pode ficar de braços cruzados quando tantos estão sacrificando suas vidas. Armada de coragem e boa vontade, ela se torna voluntária como motorista da Cruz Vermelha, também na França.
Então, enquanto cumpre seu dever humanitário, um trágico acidente lhe coloca frente a frente com Etienne - o homem que fez parte de seu passado e a quem nunca esqueceu completamente.
Dividida entre a paixão proibida por Etienne e a lealdade e o amor por Jimmy, Belle encontra-se em uma situação impossível. A confusão de seus sentimentos, misturada à escuridão da mais brutal das guerras, a levará a sucumbir para sempre, ou a força da vida será maior e a conduzirá, finalmente, à verdadeira felicidade?

Julho, 1914.
Belle finalmente tem uma vida normal. Ela tem um marido a quem ama e que a venera e a respeita independente de seu passado, tem uma família graças a Mog e Garth, sua loja de chapéus é um sucesso, ninguém na vila em que moram sabe de seu passado e ela é respeitada pelo que realmente é. Mas essa felicidade não irá durar para sempre. Aliás, a vida perfeita de Belle está prestes a desmoronar, graças a Segunda Guerra Mundial.


Jimmy Reilly, seu marido, se sente na obrigação de fazer seu papel como homem e como cidadão. Quando ele se alista, tal decisão ainda podia ser tomada por si só, pois os homens entre 18 e 50 anos não eram obrigados a ir para a guerra, mas ele se alista e parte para França rumo à um dos mais sangrentos campos de batalhas.

Antes da partida de Jimmy a bela moça faz uma nova amiga, Miranda, e a amizade delas, desde o início, é regada a muita cumplicidade e confiança devido às circunstâncias em que se conheceram. Miranda se torna um de seus pilares, e a alegria dela é extremamente contagiante!

A partida de Jimmy não foi o único sofrimento de Belle. Aliás, este foi o primeiro de muitos outros fatos que a despedaçaram. Logo que ele parte, nossa heroína - sim, ela é uma heroína e em breve vocês vão entender o por que - perde o bebê que estava esperando, e tal acontecimento quase tirou sua vida. Belle, mesmo com todo o amor, dedicação e companhia de todos, acaba caindo em uma depressão profunda. Ela perde o gosto pela confecção de chapéus, resolve fechar a sua loja, não tem vontade de viver. Mas este tipo de atitude não combina com ela, e, como sempre, ela tira forças sabe-se lá de onde para se reerguer. A perda de seu bebê a faz pensar que não pode simplesmente ficar de braços cruzados enquanto tantos se sacrificam na guerra, por isso, ela decide ser voluntária em um hospital para cuidar dos feridos, e também para ganhar experiência suficiente para um passo ainda maior - ser motorista da Cruz Vermelha na França.

Após um certo tempo aprendendo tudo quanto podem no hospital, Belle e Miranda são finalmente aceitas como voluntárias e também partem para a França. As coisas lá são ainda piores do que no hospital, as ruas são caóticas, as macas são pesadas, mas, ainda assim, elas estão felizes por estarem fazendo a sua parte.

E, na França, mais um acontecimento muito triste arrasa Belle. E por causa dele, o destino a coloca frente a frente com Etienne Carrera, um homem que fez parte do seu passado mas que nunca saiu de seus pensamentos. Ele foi o responsável por entregar Belle a um dos prostíbulos onde viveu, mas, apesar de parecer uma pessoa ruim, ele era humano, gentil e despertou na então menina um amor que a fez ir às nuvens. Além de sua gentileza, Etienne foi um dos responsáveis por seu resgate em um momento em que ela estava fadada a morrer.

O aparecimento de Etienne fez com que todas aquelas emoções até então adormecidas viessem à tona novamente, e nossa heroína fica dividida entre sua paixão avassaladora pelo belo francês e o amor terno e gentil de Jimmy.

Mas mais uma tragédia a tira do prumo. A guerra desta vez arrancou de Belle toda e qualquer esperança de uma vida feliz e tranquila, e ela não sabe de onde tirar forças para continuar.

Tragédia poca é bobagem, minha gente!
Essa Belle sofre mais do que "sovaco de mendigo", juro.
E tudo pelo que ela passa pode até deixá-la abatida por um tempo, mas ela sempre encontra forças para continuar, e isso é inspirador. Este é um dos livros com os personagens mais brilhantemente traçados que já li. O primeiro livro da sequência também.

Belle é determinada, luta pelo que ela acredita, independente do que ela sofra ela ergue a cabeça e sacode a poeira! Como eu disse, sua força nos inspira, os acontecimentos de sua vida - fatos que, infelizmente, mesmo nos dias de hoje, podem acontecer a qualquer um de nós - nos faz ver que, independente do que aconteça, basta sermos fortes para dar a volta por cima. Tal característica também está presente em Mog, uma mulher que, apesar de ser muito conservadora, é forte como num sei o quê. E o amor está sempre tão presente, mas tão presente, que sentimos as mesmas dores que eles, choramos juntos, sorrimos também... é emoção que não acaba mais!

A narrativa nos prende mesmo nas partes cansativas. A descrição dos campos de batalha são tão perfeitas que nos sentimos nele, sentimos a podridão e ouvimos todos os sons ensurdecedores. Apesar de ser um livro grande - 508 páginas - quando assustamos, acabou.

Revisão impecável. Fonte confortável aos olhos, páginas amareladas e de textura grossinha, sabe. A capa é maravilhosa, acompanhando a linha da primeira. Tudo lindo de morrer!

Eu poderia ficar aqui horas e horas me derretendo pela duologia (essa expressão existe?).
Então, para não me estender demais, mais do que já me estendi, sorry, só posso dizer que vocês precisam ler!


23 comentários:

  1. Meu Deus hahah, só pelo que você contou bate uma curiosidade tão grande '-' Essa Belle é uma mulher e tanto, tem muita coragem, só espero que o Etienne nã estrague a coitadinha, e o que será que aconteceu nesse acidente, fico muito curiosa :O tenho que ler!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, que bom que eu consegui atiçara sua curiosidade, a intenção era exatamente essa! Deixar todo mundo curioso pra poder correr e ler o livro! Rs.
      Realmente a Belle é uma mulher de muita fibra... Um exemplo!

      Beijos!

      Excluir
  2. ahhh a guerra.... não sei porque gosto tanto de livros desse periodo... mas essa Bellle e de matar....to querendo hen

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também adoro, Aline! Quanto mais leio, mais gosto!
      E tenho certeza de que vc vai amar este!

      Beijos!

      Excluir
  3. Oi Fabi na hora que eu li a sinopse e que o marido dela é levado pra guerra pensei que ele tinha morrido já e ela ia se apaixonar por outro mas nada haver ne rsrsrs, a historia parece ser romântica com um pouco de drama da pra imaginar o quanto ela sofreu vendo o marido indo pra guerra e não volta mais, só de pensa nisso já fico triste com certeza vou ler o livro e como sempre você fez uma resenha incrível bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fê, realmente é bem diferente... Rs!
      E o livro tem sim muito romance e muito drama. Impossível de largar!
      Espero que leia e goste tanto quanto eu!
      Beijos!

      Excluir
  4. Atualmente, estou numa vibe bem legal de ler livros sobre a Segunda Guerra Mundial. E esse veio numa boa hora. Mais um pra minha lista de próximas leituras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luiz, que bom que ele veio na hora certa!
      O livro anterior a ele é incrível, e este é ainda melhor. Espero que goste!

      Quando ler, corre aqui e me conta o que achou!
      E essa vibe da Segunda Guerra sem dúvida irá te render excelentes leituras.
      Beijos!

      Excluir
  5. Tenho ler, OMG 😱. Simplesmente amei!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Maria Alice!
      Esse livro é especial demais.... Espero que realmente o leia!
      Não se esquece de ler Belle, que vem antes dele.

      Beijos!

      Excluir
  6. Tenho ler, OMG 😱. Simplesmente amei!!!

    ResponderExcluir
  7. antes de ler "O Bangalô" eu não queria nem saber de ouvir falar sobre livros em períodos de guerra, entretanto quando eu li e vi que ele se passava em meio a segunda guerra mundial, passei a me interessa por livros que se passam em meio a este cenário!! Espero comprar Belle logo logo assim que o preço baixar!!! estou muito ansiosa e feliz em saber que tem continuação!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há muito tempo eu também tinha essa resistência, Kakau. Eu achava que eram sofridos demais - realmente são - mas todos eles contêm tanta beleza e tantas lições de vida que não há como não se entregar a este tipo de cenário.
      Em breve farei um post e indicarei mais alguns que se passam na Segunda Guerra e também alguns que se passam no Holocausto - outro cenário extremamente doloroso e que rende boas leituras.

      Beijos!

      Excluir
  8. Eu sempre vi a capa desse livro por aí e sempre namorei ela, confesso. É tão linda! Mas nunca tinha parado pra ler a resenha e olha, esperava uma história completamente diferente. Estou surpresa, mas num bom sentido. O enredo parece ser bem mais profundo do que parece, aborda um assunto que sempre me emociona, que é Segunda Guerra Mundial. Fiquei impressionada também com o sofrimento da Belle, acho que iria sofrer junto com ela. Haha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa é realmente lindaaaa, Ingrid!
      Tanto esta quanto a de Belle!
      Essa capa e o título sugerem algo mais superficial e voltado somente ao romance, mas temos tantas coisas acontecendo na estória que ele nos atinge no fundo, e sim, sofremos junto com Belle. Rimos, choramos, sentimos sua força dentro de nós!
      Pra mim, são livros que o mundo inteiro deveria ler! Rs.

      Beijos!

      Excluir
  9. Gosto muito de ler romances de época ainda mais quando se passa na primeira ou segunda guerra mundial, não conhecia o livro até agora mas já estou bem curiosa com a leitura, vou ler e espero gostar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Manu, eu adoro romance de época! Simplesmente amo amo!
      Livros que se passam na Segunda grande guerra sempre terão espaço cativo no meu coração. Todos eles nos ensinam tanto, ne?
      Espero que o leia e que goste tanto quanto eu!

      Beijos!

      Excluir
  10. Meu Deus que resenha.
    Preciso urgente desse livro, aceito doação kkkkkkkk.
    Flor que jeito maravilhoso de fazer resenha, confesso que tentei algumas vezes, mas saiu um bosta, por que eu sou daquele tipo de pessoa que gosta de planejar tudo, então eu tinha algo em cabeça, mas na pratica ficava terrível, então não deu certo.
    Amo o gênero, a guerra, só não sou fã de triângulos amorosos, mas por esse livro eu esquecerei esse pequeno detalhe.
    Boa tarde.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marlene, como não começar dizendo MUITOOOO OBRIGADA SUA LINDA? Rs.
      Te confesso que as resenhas acabam fluindo facilmente quando eu começo a escrever. Sinto como se eu tivesse falando com amigos sobre um livro que acabei de ler - o que não deixa de ser verdade, né?
      A dificuldade aparece em querer falar sobre o livro sem dar spoilers e, principalmente, atrair a atenção de vcs para que leiam, mesmo que eu não tenha gostado do livro!
      Acho que com o tempo as coisas serão mais simples, mas, o diferencial, é que amo fazer isso desde que me entendo por gente, rs.
      Apesar de parecer que rola um triângulo amoroso, não rola. Belle titubeia brevemente ao ver Etienne de volta, mas ela não exita em ficar com seu marido. Não existe dúvida na cabeça dela, ela é super bem resolvida!
      Espero que vc leia e que goste! Este livro é especial pra mim. Tanto ele quanto o primeiro, Belle.

      Beijos!

      Excluir
  11. Esse livro parece ser muito bom mesmo, ja li algumas resenhas e me interessei. Além da capa ser linda. Amei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa é um show, né Ana?
      A capa de Belle também é perfeita!
      E o conteúdo.... Fora de série, como diria meu papai!
      kkkkkkk
      Beijos!

      Excluir
  12. Oi!
    Ainda não li o primeiro livro mas pela a resenha a historia pareceu bem interessante e envolvente me deixando com vontade de ler mais sobre a serie e gostei desse como a autora faz parecer com que estamos vivendo a cena !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Su, esse livro é um escândalo de bom!
      Espero que leia, goste e ame como eu! Rs...

      Beijos!

      Excluir

© PAUSA PARA PITACOS - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: RENATA MASSA | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo