Menu em imagem

Image Map

17 dezembro 2015

{Resenha} ~ Deixe a neve cair - John Green, Maureen Johnson, Lauren Myracle ~

Oiiiieee pipow!
Como estão no dia mais longo da semana? Sim, mais longo do que segunda-feira! Haha...
Eu estou aqui contanto os minutos para chegar sábado! Adivinhem o motivo? Errou!
Simplesmente quero que chegue logo porquê sábado é dia de debate literário! E este será ainda mais lindo, pois falaremos sobre um livro que - não poderia ser diferente - fala sobre o Natal!
O livro escolhido foi Deixe a neve cair, um livrinho fofo com três contos de autores diferentes.
Irei falar sobre cada um deles, separadamente. Prometo ser objetiva! Rs.
Essa com certeza foi minha maior resenha, mas vale a pena ler até o final!

Bora?

Quando li: Dezembro, 2015
Título: Deixe a neve cair
Autor(a): John Green, Maureen Johnson, Lauren Myracle
Editora: Rocco
Páginas: 335
Avaliação geral: 
Onde comprar? Submarino | Amazon | Americanas
Sinopse: Na noite de natal, uma inesperada tempestade de neve transforma uma pequena cidade num inusitado refúgio romântico, do tipo que se vê apenas em filmes. Bem, mais ou menos. Porque ficar presa à noite dentro de um trem retido pela nevasca no meio do nada, apostar corrida como os amigos no frio congelante até a lanchonete mais próxima ou lidar sozinha com a tristeza da perda do namorado ideal não seriam momentos considerados românticos para quem espera encontrar o verdadeiro amor. Mas os autores bestsellers John Green, Maureen Johnson e Lauren Myracle revelam a surpreendente magia do Natal nestes três hilários e encantadores contos de amor, interligados, com direito romances, aventuras e beijos de tirar o fôlego.
O Expresso Jubileu - Maureen Johnson 

Jubileu é uma garota normal, apesar do seu nome diferente. Seu nome gera certa estranheza, mas depois acabei achando bonitinho! Usa óculos e tem cabelos curtinhos. Te dezesseis anos, canta em um coral, faz parte de um time de matemática no colégio, namora um dos carinhas mais populares do colégio - e ainda não entende bem o porquê de ser sua namorada.


Seus pais são fissurados em Cidade do Papai Noel Flobie. Quê isso? Eu conto.
Flobie são pecinhas de cerâmica colecionáveis que, combinadas, formam uma cidadezinha simpática de Natal. Os pais de Jubileu - ou Julie, como ela gosta de ser chamada - são tão viciados nessa tal cidadezinha que: a) Deram o nome da única filha deles de Jubileu em homenagem ao nome de uma das peças e b) Todo ano, quando uma nova peça é lançada, eles montam acampamento na porta da loja para comprar a tal peça. Neste ano, foram presos devido à uma confusão armada na porta da loja, e por isso Jubilei terá de passar o Natal e aniversário de namoro - ela começou a namorar Noah na véspera de Natal - na casa dos avós na Flórida. A viagem será longa, e será preciso fazê-la de trem, pois cai a maior e mais feia nevasca dos últimos cinquenta anos em sua cidade.

No trem, ela conhece Jeb, um carinha boa pinta e com rabo de cavalo e algumas líderes de torcida barulhentas. A fim de fugir das gralhas escandalosas, ela sai do trem e vai em direção ao Waffle House que está há alguns metros de distância.

Ao chegar lá, conhece Stuart, um gentil e bonitinho funcionário da Target, que se oferece para levá-la para sua casa para que ela possa se aquecer. Mas no meio do caminho tinha um rio. E esse rio faz o favor de deixar as coisas ainda mais feias para o lado de Jubileu. Apesar dos pesares, aos trancos e barrancos, eles conseguem chegar à casa de Stuart.

E lá tudo acontece! Tudo o quê? Leia, oras bolas. Rsrsrs...

Adorei este conto! Eu o achei fofinho e adorei o final.
Os personagens são bem descritos apesar ser um conto curtinho! E nele já conhecemos alguns dos personagens que aparecerão nos outros contos.

O milagre da torcida de Natal - John Green 

Tobin, Duke e JP estão imersos em uma maratona de filmes de James Bond quando o telefone toca - e dessa vez não é a mãe de Tobin. Era Keun, garçom do Waffle House, um amigo dos três, e ele estava eufórico. Falava das líderes de torcida e sobre o quão rápido eles deveriam chegar à lanchonete levando um Twister (um jogo esquisito, na minha opinião) antes dos gêmeos malvados e dos caras da faculdade. Todos vibram - menos Duke.

Esqueci de mencionar, mas Duke é uma menina.

Eles saem na neve em disparada, apostando corrida contra os gêmeos, os universitários e, principalmente, contra a neve. Carla, o SUV usado por eles, acaba não colaborando muito, e eles precisam terminar a viagem a pé. Eles vivem algumas "aventuras" até chegarem ao Waffle House, e, nesse meio tempo, a ficha de Tobin cai e ele percebe o que realmente sente por Duke. Mas, como todo menino/jovem/homem, demora a tomar alguma atitude em relação aos seus sentimentos e em relação à Duke... mas ao chegarem à Waffle House, surpresa! Após um mau entendido, eles acabam se declarando um ao outro. E foi lindo!

Mas foi só.
Achei o conto mais sem graça dos três, mesmo o final tendo sido fofinho. Achei que, por ser do Tio Verde, teríamos mais emoções... mas não foi o que aconteceu.

O Santo padroeiro dos Porcos - Lauren Myracle 

Lembram-se do Jeb? O carinha boa pinta que Jubilei conheceu no trem? Pois então.
Ele e sua namorada tiveram uma briga há umas semanas, e por isso ele está tão desesperado. Ela o traiu, mas ele sabe que não foi por culpa dela (Oi?), e por isso, em resposta a um e-mail que ela o enviou, ele se apressa para encontrá-la na Starbucks, mas a nevasca o deixa preso no trem junto com Jubileu, com as líderes de torcida escandalosas... e sem telefone. Seu celular quebrou quando o trem se chocou com a barreira de neve.

Enquanto isso, em sua casa, Addie chora descontroladamente e se afunda numa depressão. Nem suas amigas conseguem animá-la, pois ela sente que Jeb não a perdoará pela traição, e que foi por isso que ele não apareceu na Starbucks no dia anterior. E, para deixar as coisas ainda piores, Dorrie faz uma comparação um tanto infeliz entre o casal Addie & Jeb ao casal Chloe & Stuart - sim, é o mesmo Stuart. Chloe o traiu na Starbucks. E para deixar Addie ainda mais desanimada e deprimida, Dorrie insinua com muita propriedade que a garota é egoísta, que acha que os problemas se resumem a ela, que todas as lamentações têm que ser dela, por ela, por causa dela.

A única coisa que a anima é que Gabriel chegou! E quem diabos é Gabriel? Um porco. Ou melhor, um miniporco. Tegan, sua amiga meiga e sensível é apaixonada por porcos - tamo junto! - e seu presente de Natal, dado pelas amigas, é um miniporco que já tem nome, Gabriel. Ele estará aguardando por sua dona na Pet World, que por acaso fica em frente a Starbucks, onde Addie trabalha. Então, para mostrar que ela não é essa garota egoísta que as amigas pensam, ela se dispõe a pegar o porco. Mas nem tudo sai como ela planejou...

O meu conto favorito!
Primeiro, por que o protagonista (um dos) é um porco. E eu adoro porquinhos!
Segundo, por que pela primeira vez no livro vemos a evolução de um personagem. Addie deixa de ser aquela garota "chiliquenta" e egoísta e se transforma em uma garota de luz, uma garota que se importa com o que está a sua volta. E, terceiro, por que todos os casais de repente se reúnem na Starbucks e temos algo parecido com um "Felizes para sempre".

No geral:

Calma, gente. Tô acabando.
Então. No geral achei um livro fofinho, onde o espírito natalino está sempre presente. O romance adolescente é algo que sempre me deixa animada, pois acho fofo e engraçado. A decepção fica por conta do conto meio bobo do Tio Verde.
A propósito, apesar de seu nome ser o primeiro na lista dos autores do livro, seu conto é o segundo, e não primeiro. Merchandise, claro.

Mas no geral eu gostei!
E viva o Natal! E mais um viva para os Milagres de Natal!
Qual é o milagre Natalino que você espera?


26 comentários:

  1. Oiii Fabíola tudo bom?

    Que blog mais lindo!!! Estou dando uma boa fuçada nas suas resenhas! Já tens uma nova seguidora com certeza
    Acho a capa desse livro a coisa mais fofa, mas nunca me interessei nele porque já tentei ler outras obras de John Green e simplesmente comigo não funciona. COm tantos livros pendentes para ler, sempre acabo deixando esse passar porque creio que não será pra mim

    Beijokas

    naprateleiradealice.blogspot.com.ar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alice, que bom que gostou daqui! E fico feliz por estar fuçando as resenhas, tomara que elas lhe agradem! Rs!
      Eu também não sou fã do John Green, inclusive neste livro o conto dele deixou a desejar, mas os outros são bem fofos!

      Obrigada por sua visita!
      Beijos!

      Excluir
  2. Oi Fabíola, tudo bem?
    Gostei demais da sua resenha!
    Eu tenho o livro mas ainda não li, e foi legal saber mais sobre ele.
    Tbm curto histórias em clima de Natal e se são assim tão curtinhas acho que vou encarar nas minhas férias.
    Bjus
    Lia Christo
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Lia!
      Aproveite o clima de Natal e leia-o! Ele é rapidinho... Aposto que vc consegue lê-lo em um dia!
      :D

      Beijos!

      Excluir
  3. Oi Fabíola, tudo bom? *--*
    Eu tenho muita vontade de ler esse livro, já passei por ele em várias promoções, mas sempre tava zerada na grana ç_ç
    Poxa vida, o do Jão foi fraquinho? Que decepção, sr. Verde!
    Li um conto da Maureen naquela coletânea O Presente do meu Grande Amor, mas boiei total na narrativa dela. Que bom que nesse deu certo!
    AMO quando desenvolvem bem os personagens, mesmo num conto. Significa que o autor tem controle sobre a história <3 contos são tão difíceis.
    Adorei tua resenha!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    http://www.queriaestarlendo.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Denise!
      Realmente o Sr Verde foi uma decepção...
      E também adorei o fato de um personagem ter sido desenvolvido mesmo que em um conto! Achei isso surreal!

      Obrigada pela sua visita e espero vê-la por aqui sempre!
      Beijos!

      Excluir
  4. Oi Fabíola! Adorei a sua resenha, sempre tive curiosidade em ler esse livro mas sempre deixei de lado. Mas vou dá uma outra chance.

    Visite: http://carpediemmica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dê outra chance mesmo, Micaeli! Ele é bem fofo! Haha
      Obrigada pela sua visita!

      Beijos!

      Excluir
  5. Oi...
    Primeiramente queria dizer que amei seu cantinho e que por isso estou seguindo no gfc e no facebook ( só não sigo no insta pois não tenho rs)

    Sobre o livro tenho que dizer que estou louca para ler, pois, nunca li nenhum livro com tema natalino e como tenho uma quedinha por contos acho que essa é uma boa pedida .
    Quem sabe eu ganho nesse Natal ? Rsrs
    Beijos

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Diane! Obrigada! <3
      Deixe a neve cair foi o meu primeiro livro natalino e o meu primeiro livro de contos! Nunca tinha lido nada parecido e eu adorei!
      Espero que goste tanto quanto eu! :D

      Beijos!

      Excluir
  6. Oi Fabíola eu sou fã dos livros de Jonh Green o meu livro favorito dele é o teorema de Katherine eu sou doida pra ler deixe a neve cair esse livro já está na minha lista de leitura e como sempre você faz ótimas resenhas bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fê!
      Além deste conto, só li A culpa é das estrelas. Gostei bastante deste último, mas o conto para mim deixou a desejar...

      Obrigada pelo seu carinho, sua linda!

      Beijos

      Excluir
  7. kkkkk meu milagre natalino eu espero o livro da promoção do PPP!
    E sobre o livro, eu não sou fã de livros de contos!!! o livro do John Não parece ser bem o que ele vem apresentando nos últimos tempos!!!eu já havia pensado em comprar este livro mais acabei desistindo após ler algumas resenhas!!!
    Em resumo... mais um motivo para ele ficar lá lindo e maravilhoso na estante da livraria!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Força então queo milagre pode se concretizar, Kakau!
      shIAUHSUIAHsiuHAIUSh
      É a primeira vez que eu leio um livro de contos e eu até que gostei viu... Rs!

      Beijos!

      Excluir
  8. Oi Fabíola!
    Eu li esse livro por causa do John Green. Também não achei o conto dele o melhor dos três, mas não achei bobo.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Mariana!
      Realmente o conto dele não é um dos melhores ne...Rs!

      Beijocas, e obrigada por sua visita!

      Excluir
  9. Jesuis só eu gostei do conto do tio Verde.... ele é muito fofo *---* da uma liga legal na historia... e mostra que as vezes o "o seu amor pode estar do seu lado" hahahahhaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aline, eu também gosto dele agora!
      shIAUHSUIAHSUIAHS
      Você me mostrou o lado bom dele... Hehhehe

      Beijos!

      Excluir
  10. Oi!
    Eu ainda não li esse livro, mas amo contos e ele está na minha wishlist <3 amei a resenha!
    Beijos,

    Borboletas de papel Ƹ̴Ӂ̴Ʒ

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ALine, Pra quem gosta de contos, acho que ele é uma boa pedida!
      Eu nunca tinha lido um livro de contos e gostei demais!
      Espero que goste também!
      Beijos!

      Excluir
  11. Oie :D
    Quando lançou esse livro tinha prometido pra mim que no natal de 2015 eu o leria, mas adivinha? Estamos há uma semana do natal e estou sem vontade de ler hahahahaha triste.
    O conto que mais me interessou foi O Expresso Jubileu e essa história de Cidade do Papai Noel Flobie me lembrou o último episódio de natal de uma série chamada Fresh Off The Boat já que a mãe da série tem toda uma cidadezinha haha.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Patrícia, sua promessa será furada então... Eita!
      sIAUHSiuaHSIAUHSaiuhs
      Expresso Jubileu é beeem fofo mesmo! Dê uma chance ao livro e cumpra sua promessa, uai!
      shIAUSHUAs
      Ainda dá tempo!

      Beijos!

      Excluir
  12. Oie. Eu já tinha ouvido falar do livro. Mas acredita que nunca me interessei por ele? Mas ultimamente estou em uma fase literária muito romântica. Só estou lendo livros assim hahaha. Sucesso.
    Beijos
    http://decidiler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei Verônica!
      Eu também não me interessava por ele... Sempre o via em promoção mas como não sou fã de contos e nem do Tio Verde, acabava deixando o carinha de lado. Mas a oportunidade de lê-lo para o debate foi mega bem-vinda e eu adorei!
      Beijos!

      Excluir
  13. esse livro é muito foto... tive de reler ele sem necessidade mas ta valendo...a historia e boa...e acho muito bacana como cada conto se encontra...e como muita coisa pode acontecer no natal hahahahhahahahha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. NEmfoi sem necessidade... Valeu pra vc me convencer a gostar do segundo conto! shiAhsuiahs

      Beijos!

      Excluir

© PAUSA PARA PITACOS - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: RENATA MASSA | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo