Menu em imagem

Image Map

14 setembro 2018

{Etc e tal...} ~ Bienal do Livro de São Paulo ~

Alow,  seus lindos!
Como estão?

Demorei mas vim falar um pouquinho sobre como foi o meu passeio pela bienal de SP! Eu não sei vocês, mas eu fico meio irritada quando estão falando somente sobre as mesmas coisas na blogosfera, por isso, eu preferi esperar um bocadinho. Mas, como eu sempre digo, antes tarde do que mais tarde ainda, não é meiiiixmo?


O assunto é sempre tão falado por aí que é impossível não deixar as expectativas lá no alto. A gente sai de casa (e, no meu caso, do meu estado) com a impressão de que vai ser tudo maravilhoso e perfeito, e quando suas expectativas não são atingidas, a carinha fica parecida com a do emoji do banner mesmo.

Além do evento não ter me agradado tanto assim, tive outros percalços, e possivelmente, eles contribuíram - e muito!!! - para a minha experiência negativa.



O evento em si...


Achei um tanto quanto desorganizado. As "ruas" tinham nomes, mas não havia uma lógica na organização dos stands, o que dificultou - e muito! - o passeio, pois eu fui focada em visitar stands X, Y, e Z, mas no fim, não os visitei. Ok, eles não foram visitados só por isso (infelizmente minha voz não foi ouvida quando eu pedia para irmos para determinado lugar, isso quando dava para falar algo), mas acho que caso tivéssemos decidido ir aos tais stands, teria sido bem complicado, pois não havia uma lógica na organização dos mesmos.

Outra coisa que me incomodou muito foi o fato de ter "coisas" debaixo do carpete. Canaletas com fios, tomadas e afins - e tudo isso no caminho, sabem? Eu sou a pessoa mais desastrada da face da Terra e ando feito um pato, e isso tudo somado a piso desigual resultou em muitos, mas muuuuuuitos tropeços.




Os stands...


Visitei poucos, como eu disse, mas amei a maioria dos que eu vi. As editoras capricharam muito, se dedicaram para apresentar um espaço legal, atrativo e, em alguns casos, interativos. Eu não visitei aquelas atrações tipo túnel de livros e tals, mas o pouco que vi das demais, foi lindo e de encher os olhos.




Esse foi de longe o stand mais bonito que eu vi lá! Eu fiquei completamente apaixonada! Queria ter entrado, tirado mais fotos, perguntado mil e uma coisas para as pessoas que ali estavam... mas, né. Num deu.



E os preços?


Nos stands das editoras estava tudo caro demais (pelo menos para mim, que estou acostumada a comprar livros online com aquele precinho amigo). Havia aqueles stands com preços fixos - R$5,00 , R$10,00 , à partir de R$10,00 e por aí vai, mas não tinha taaanta opção assim e as filas nos caixas de alguns deles estavam desanimadoras, rs!

Fiquei sabendo que rolou promoção em um monte de editoras, mas como não visitei tantas assim, só achei promoção no stand da Editora Única, onde fiz uma pequena festinha.




A infraestrutura


O Anhembi é imenso, então, nem preciso falar muito, né? O espaço foi bem dividido, apesar da falta de organização na hora de pensar em como facilitar as coisas na hora de encontrar a sua atração tão esperada ou a sua editora preferida. A "praça de alimentação" estava bem equipada, com mesinhas confortáveis, comidinhas variadas e bom atendimento. E o melhor: os banheiros estavam super limpinhos e cheirosos (pelo menos quando eu fui, rs!).






Resumindo?


Não é tudo isso que dizem por aí. Não foi aquela experiência de outro mundo, mas certamente eu farei o possível para ir de novo! Mas, dessa vez, tratarei de ter um plano B para o caso de mais algum percalço acontecer!





Eu fiquei feliz com o passeio mesmo que as coisas ruins tenham superado as coisas boas. Quero ir na próxima, sem sombra de dúvidas, e quero também conhecer a bienal do Rio... será que é tão boa quanto dizem? Rsrsrrsrs

No próximo post eu mostro qual foi o resultado da minha visita, tá? Mostro tudinho que eu comprei por lá (e conto o que arrependi de num ter comprado kkkkkkkkkkk).


Super beijo!



14 comentários:

  1. Tenho o sonho de ir em uma bienal mas preciso me informar bastante antes, além de ter pavor de locais cheios. Quero muito realizar isso num futuro próximo e espero ter uma preparação boa e dinheiro né? kkk. Mas sobre a bienal desse ano, li muitas coisas sobre essa desorganização, tem gente que já vai com o trajeto pronto na cabeça mas muitas pessoas querem circular pelo local e a organização é essencial.

    ResponderExcluir
  2. Oii Fabii!
    Aaah eu nem fui... de novo... que tristeza!!!
    Fiquei acompanhando tudo pelas redes sociais...
    Mas na próxima qro mto ir, aí minha filha.... Compromisso nenhum me segura!
    Amei tudinho!
    Bjs!!

    ResponderExcluir
  3. Eu sou meio avessa a aglomerações.rs Mas meu grande sonho é ir em uma Bienal e foi até engraçado ler seu post, pois foi o único,mesmo depois de algum tempo já do evento ter acontecido, que foi um cadim negativo.
    Falta de organização é u oh e acaba sim, atrapalhando o andamento não só das pessoas, mas de todo o evento em si.
    Aguardarei as comprinhas.rs
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Morro de vontade de ir numa Bienal, mas moro tão longe, cá no interior da Bahia, então fica difícil participar dessa. Mas ainda vou, com certeza!
    Uma pena que sua experiência não foi boa, geralmente assisto vídeos das blogueiras e gosto bastante do que vejo e do dia a dia; mas entendo que não seja igual para todos.
    Eu também iria procurar por um precinho bacana, uma pena que os preços sejam altos nesses eventos, acho que deveriam influenciar mais na compra né? Espero que sua próxima Bienal seja ótima e sem tantos pontos negativos :)

    ResponderExcluir
  5. Acho que seu post sobre a bienal foi o único com tamanha sinceridade kkkk
    Sempre vejo os que só vangloriam e não falam dos defeitos.
    Nunca fui na Bienal e tenho curiosidade em conhecer, mas não é uma vontade enoooorme e tal, até porque moro no interior de SP e ir pra capital é um tanto caro. Tomara que a do RJ seja melhor!!

    ResponderExcluir
  6. Oi Fabi.
    Esse ano não deu para ir na Bienal de SP, mas pretendo ir na próxima edição.
    Eu nas edições de 2012 e 2014 e, assim, não é tudo maravilhoso. É bem cheio, tem filas enormes, o preço das comidas da praça de alimentação são um pouco altos, maaaas eu adoro a experiência rs
    Antigamente tinha um mapa com a localização dos standes, impresso ou no app da Bienal. Não sei se teve esse ano.
    Eu não costumo comprar muitos livros na Bienal, porque só alguns standes tem preço bacana (principalmente os sebos) e de vez em quando tem algumas boas descobertas na Intrínseca.
    Espero que a sua próxima Bienal seja melhor.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi Fabi! Mais uma salva de palmas para o PPP que trouxe esse post um pouco mais tarde, porque realmente a avalanche de posts sobre a Bienal foi um pouco demais... eu já tava passando batido em algumas postagens que gostaria de ter lido, mas que fiquei sobrecarregada! Eu nunca fui a uma Bienal, tenho curiosidade, mas não é algo que está na minha lista de prioridades. Espero conhecer um dia, mas acho que está num futuro mais distante. Enquanto isso, vou acompanhando pela blogosfera mesmo! Coisa chata quando um evento não é bem organizado, né, ainda mais pra quem é meio obcecado por organização (como eu! hahaha), mas é preciso olhar os pontos positivos, senão se torna uma experiência frustrante! Estou bem ansiosa pra saber quais foram as aquisições na feita... traz logo o post, please (pareço a louca consumista, hahahaha).
    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Um dos meus sonhos da vida é ter oportunidade de ir em uma Bienal, moro no interior do RS, mas mesmo assim, tenho muita vontade de ir a um Evento como esse, fico ligada no Youtube e nas postagens dos blogs, confesso que este ano eu percebi realmente mais críticas do que elogios, mas creio que essa falta de organização será um aspecto que com certeza será melhorado no próximo evento. Ficamos na expectativa para conferir tuas compras =)

    ResponderExcluir
  9. Oi! Sou nova aqui no Blog e, coincidentemente, o primeiro post que eu leio é sobre a Bienal de São Paulo, à qual tive imenso prazer de ir várias vezes, por isso fiquei com uma interrogação... Este ano, infelizmente, não tive oportunidade e nem tempo (se você me entende) de ir, mas todas as outras vezes que fui achei muito organizada. Acho que a organização do evento já começa, inclusive, em facilitar a chegada de quem não é da grande São Paulo e chega pelo terminal Rodoviário Tietê (eles disponibilizam ônibus gratuitos saindo de lá e de Barra Funda para quem vai de ônibus até o Anhembi). Outro ponto bem positivo é que, já na entrada, tem um guichê de informações com mapas dos stands o que ajudaria no seu caso que se sentiu perdida para encontrar algumas editoras específicas(e nesse ponto não sei qual seria a melhor organização dos stands que não essa). Além disso, considerando a magnitude de um evento desses, não vejo tantos problemas em haver filas (muito embora eu mesma não goste de eventos "muvucados" e, por isso penso mil vezes antes de ir...). O preço também é um ponto negativo, realmente, mas a intenção principal de eventos como a Bienal de SP é divulgar novas obras e escritores, palestras e chamar a atenção de um público bem jovem (e disso eu entendo não só como leitora assídua de diversos gêneros e estilos literários, mas também como professora de adolescentes... Rs). Sobre o plano B, já nem saio de casa sem ter o B, C e D. Rs. Sobre a possibilidade de ir em todos os stands, isso com experiência digo que demanda muito tempo (quando fui em 2016, cheguei às 10h e saí às 21h com os pés moídos, claro!), mas vale cada minuto, principalmente pelos stands que foram "mantidos" em exposição pela prefeitura com literatura marginal (e que foi o mais maravilindo que eu vi!).
    Em cada cantinho da Bienal se esconde uma surpresinha mágica, mesmo que ruim em alguns momentos, que supera toda a canseira e tudo que possa ser negativo.
    Fica o convite para vir pra próxima, mas fica a minha experiência de que pode ter sido seu olhar sobre o evento e não o evento em si negativo!
    Ainda assim, desejo experiências melhores das próximas vezes. =)

    ResponderExcluir
  10. Ah meu sonho visitar a Bienal, e o fato de eu morar em outro estado(SC), dificulta e muito esse sonho, eu acredito que eu vá conseguir realizar um dia, sonhar não custa nada né?

    ResponderExcluir
  11. Fabíola, você tem razão em muitos pontos levantados. Fui nesse ano em 2 dias e também saio do interior do rio para conferir já há alguns anos. Realmente alguns pontos mais especiais ou stands mais procurados em alguns momentos ficam impraticáveis. Também acho o preço dos livros bem altos se comparados com os da net, então sobram aqueles nem tão tops ou os de promoção. No Rio tudo é dividido em três espaços, mas não ache que encontrará algo muito diferente de SP. Na verdade, mesmo eu sendo do rio, dependendo do lugar que você estiver para chegar até o Rio Centro é bem mais incômodo.

    Evandro

    ResponderExcluir
  12. O que falar da Bienal? Gosto demais desse evento e espero ansiosa por ele. Nunca fui na de SP, admito que não tenho muita vontade porque acho a do Rio maravilhosa. Consegui compreender o que você quis dizer com os estandes, eu não sei se a daqui ocorre o mesmo porque eu geralmente passo em todos os estandes possíveis. Saio de um e entro direto no outro. Gosto de olhar tudo. Não costumo ficar tropeçando na daqui do Rio e olha que sou desastrada, acho que a daqui deve ser mais organizada nesse sentido dos fios. Ano passado consegui aproveitar muito bem as promoções. Comprei um livro desejado por R$ 5 na Arqueiro e paguei R$ 20 em dois livros que queria muito em um estande de promoção. Nesse estande tinham muitos livros da Record, vi pessoas saindo de lá com séries completas e livros maravilhosos da Sophie Kinsella e tudo por R$ 10 cada. Que pena que a sua experiência não foi tão boa, tomara que as próximas sejam melhores.

    ResponderExcluir
  13. Eu fui na Bienal esse ano,criei muita expectativa, pois nunca tinha ido e me decepcionei com algumas coisas,uma delas foram os preços dos livros, todos os que eu queria não tinha um preço muito atrativo. Comprei alguns, mas nao todos os que eu queria...kkk. A praça de alimentação até tinha opções,porém muito caras. Filas e mais filas, trve muito stand que não consegui ir, mas no geral fui em praticamente todos os que eu queria!! Se der, quero ir na do Rio também, pois para nós amantes dos livros, esses empecilhos não nos impede de apreciar o evento!!

    ResponderExcluir
  14. Oi, Fabi!
    Nunca fui a uma Bienal :( quem sabe um dia eu consiga?!
    Pena que sua experiência na Bienal de 2018 não alcançou suas expectativas... Amei as fotos, curiosa para saber o que você comprou por lá. Bjos!

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita e pelo carinho! <3
Deixe sua opinião sobre o post e também um pouquinho de amor!

© PAUSA PARA PITACOS - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: RENATA MASSA | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo