Menu em imagem

Image Map

05 setembro 2017

{Etc e tal...} ~ Um amor chamado Ique Carvalho ~

Oi  gente linda!!! Como estão?

Eu quero conversar com vocês a respeito de uma pessoa que é realmente muito especial pra mim. 

Não, não é um namorado novo (candidatos à vaga, mandar cartas para o endereço...). Também não é familiar. Ahh e infelizmente, não faz parte da minha lista de amigos íntimos. 

Seu nome é Ique Carvalho. Ele é autor, escreve textos sobre sua própria vida, seu pai e o amor.

Neste post, quero contar como Ique me ensinou a fazer amor, e não jogo. 


Em 2014, minha timeline do facebook foi invadida por fotos e relatos de leitores sobre o lançamento do livro Faça amor, não faça jogo. Fiquei interessada, num primeiro momento, pela edição. Só.

Uma capa linda, folhas maravilhosas. E assim, todos os grupos de leitura dos quais fazia parte só falavam de Ique Carvalho e de seu livro.



Eu revirava os olhos para cada comentário emocionante sobre o livro. 

Não lia textos que diziam como uma pessoa pode se sentir. Não lia textos sobre amor, principalmente se estes fossem escritos por um homem. Como um homem pode saber disso? 

Me emocionar com relatos alheios? Nunca. Sentir que algo foi escrito pra mim? Risos sem fim. Isso seria algo que eu diria impossível neste ano de 2014.

Mas eu curtia por demais a edição. Queria ter esse livro na estante apenas por isso.

No meu aniversário, ganhei um exemplar da Taty. As indicações foram maravilhosas e fiquei instigada a ler. Ficou para outra oportunidade.


Minha vida pessoal nesse período passou por muitas mudanças. Algumas maravilhosas, outras terríveis. Uma amiga, a Naty, sempre que ia à minha casa (todos os dias rsrs), apontava o livro esquecido na estante e dizia que não entendia o motivo de ainda não tê-lo lido. Ela é psicóloga, e passou a insistir muito para que eu lesse.

Certo dia, me enviou um link pelo face (Clique para ler na íntegra) e cliquei sem muitas expectativas. Mais uma vez o nome de Ique estava estampado. "Desisto, vou ler esse texto." E foi assim, cheia de pré-conceito, que tive meu primeiro contato com sua escrita. 

Estava na farmácia, e me peguei sentindo vontade de chorar pelo que estava escrito ali. O relato do autor, em forma de texto, sobre o que é o amor, me tocou profundamente.

"Porque eu vejo o mundo distorcendo ou complicando demais o amor. Um monte de gente dizendo fique com alguém que faz isso, que faz aquilo, que te dê isso, que não sei o que mais. Esse monte de regras e exigências, são coisas criadas pela cabeça. E, meu velho, não sei se você sabe, mas o amor é criado pelo coração. O resto, é ilusão. Então, acredite. O amor, amor completo, é quando você quer o outro sempre perto. Só isso."

A Naty me sugeriu que eu conhecesse o site do autor, e me deparei com textos maravilhosos e tocantes. Decidi assim, que iria ler a obra. Aliás, senti uma necessidade tremenda de lê-la.

Segui o ritual que tanto a Naty quanto a Taty sugeriram: peguei o celular, coloquei as músicas sugeridas no próprio livro, no início de cada texto, e me deixei levar.

São textos profundos, comoventes e palpáveis. É fácil se emocionar com Ique porque ele escreve com o coração.

Faça amor, não faça jogo mudou muito minha forma de agir. Se tornou uma obra favorita, e desde então, passei a acompanhar o autor nas redes sociais e a desejar ansiosa por mais livros e mais textos.

Suas experiências, seus conselhos, sua história comovente com seu pai... enfim, a impressão que tenho é que Ique é uma pessoa muito próxima, capaz de aconselhar e fazer com que sentimos desejo em seguir seu conselho.

Hoje acho muito válido homem falar sobre amor. Adoro ler textos comoventes, demonstro o que sinto para minha família e meus amigos todos os dias. Eu faço parte daquele grupo de leitoras que teimam que Ique escreveu "aquele texto" pra mim. Me emociono com relatos alheios desde 2015.
"Não importa o que o mundo diz. Você pode ser solteira e feliz.
Você pode sorrir, mesmo depois de tropeçar e cair. Ou rir, antes de dormir.
Você pode dançar, mesmo sem saber os passos, deixe o vento te guiar.
Ou correr contente, mesmo sem nenhum caminho pela frente.
Você pode cantar, mesmo sem nenhuma música para acompanhar.
Ou ser forte, e ao mesmo tempo carente."
Ique contribuiu muito para essa mudança, pois o cara é inspirador. Corrijo: ele foi um dos grandes responsáveis por essa mudança.

O autor está lançando seu mais novo trabalho, o livro Trago seu amor de volta, sem pedir nada em troca. Se vou ler? Claro que sim, já adquiri o meu exemplar na pré-venda e aguardo ansiosa por sua chegada.

Não é uma resenha, nem uma divulgação. Meu post é apenas para compartilhar todo o amor que sinto pela escrita do autor. Mas, caso se interessem em saber mais, fiquem a vontade para clicarem e se apaixonarem também:


Compre o livro "Faça amor, não faça jogo" clicando AQUI

Compre o livro "Trago seu amor de volta sem pedir nada em troca" clicando AQUI



Ainda tenho muito o que falar sobre Ique e suas obras. Mas, não farei isso sozinha. Aguardem!

Beijos amores, e não esqueçam de me contar nos comentários o que acharam do post, se conhecem as obras e o autor, se irão ler...

11 comentários:

  1. Oi Bianca,
    Tudo?
    Como estive meio afastada da blogosfera no início do ano não peguei toda essa divulgação em cima desse livro,mas confesso que gostei bastante dos quotes que você colocou aqui. Achei eles bem reais e emocionantes com certeza fiquei curiosa para conhecer mais sobre isso. Obrigado pela dica.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    http://leiturakriativa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Raquel!
      São tocantes justamente por serem tão reais. Espero que tenha a oportunidade de conhecer.
      Beijos

      Excluir
  2. Oi Bianca!
    Já havia lido alguma coisa sobre o autor, mas sinceramente, não conhecia seu trabalho.
    Pelos quotes e por tudo que você descreveu, a leitura parece ser bem reflexiva.
    Espero um dia vir a ler.
    Sua resenha está excelente. Obrigada pela indicação.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Márcia!
      Obrigada! Em breve trarei resenha do novo livro.
      Beijos

      Excluir
  3. Oi Bia...
    Confesso que ouvi falar muito desse livro também na época do seu lançamento, mas ainda não tive contato com a escrita de Ique Carvalho... Mas confesso que já amei seu post e poucas frases que vi dele por aqui realmente jpá me conquistaram... Com certeza quero ler suas obras em breve...
    Beijinhos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cris!
      Espero que leia viu? Vale a pena.
      Beijos

      Excluir
  4. Muito amor nesse post. Parece que vc tá falando de um amigo íntimo, aquele de anos e nos convidando sutilmente a sermos amigos dele tbm. Amei <3
    Não conhecia o trabalho dele até então mas agora vou passar a conhecer, vai que ele vira meu amigo de anostbm rsrsrs
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh sua linda, você pegou toda a essência do post, é exatamente isso que eu queria passar.
      Quando ler, me conte!
      Beeijos

      Excluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Leituras desse tipo sempre agregam para nossas vidas, há livros e escritas que nos transmitem muito mais do que somente palavras, nos trazem uma palavra de amor e motivação! Que bacana tua historia com ele, e sem dúvida será um livro que terei interesse.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou e disse: agregam ♥
      Espero que leia.
      Beijos

      Excluir

Obrigada por sua visita e pelo carinho! <3
Deixe sua opinião sobre o post e também um pouquinho de amor!

© PAUSA PARA PITACOS - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: RENATA MASSA | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo